• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Isabel Cristina Gonçalves Perez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Scagliusi, Fernanda Baeza (Presidente)
Akerman, Marco
Carvalho, Yara Maria de
Nakamura, Eunice
Título em português
Significados e percepções atribuídos à qualidade de vida por mulheres que vivem com obesidade
Palavras-chave em português
Mulheres
Obesidade
Pesquisa Qualitativa
Qualidade de Vida
Resumo em português
Introdução - A condição obesidade é atualmente compreendida como crônica e multifatorial. Suas consequências para a vida social e dimensões psicológica e subjetiva podem ser diversas, as quais afetam diretamente a qualidade de vida e bem-estar dos indivíduos. A definição de qualidade de vida, tema destaque quando se trata da condição obesidade, não é consenso, por incluir construtos subjetivos. A concepção elaborada pelo Grupo WHOQOL, da Organização Mundial de Saúde, abarca tanto aspectos subjetivos quanto parâmetros objetivos. Por escassez de avaliações qualitativas presentes na literatura atual, o impacto da obesidade na qualidade de vida não foi aprofundado na compreensão do ponto de vista do sujeito na condição obeso. Objetivo - Investigar as percepções, significados e fatores influenciadores atribuídos à qualidade de vida por mulheres na condição obesas. Percurso Metodológico - O estudo foi realizado com 81 mulheres obesas, de 25 a 50 anos. Por métodos qualitativos, se utilizou de grupos focais para obter os dados e da análise de conteúdo temática para analisalos. Como segunda forma de expressão dos dados realizou-se uma análise de direção linguística em parte dos dados, que indica percepções e sensações da condição obesidade na qualidade de vida dessas mulheres. Elaborou-se um codebook (guia de codificação) para qualificação da análise temática, aplicado aos dados por duas pesquisadoras. Esse estudo é um subprojeto do projeto guarda-chuva intitulado "Saúde e Bem-estar na Obesidade". Resultados e Discussão - Na análise de conteúdo temática chegou-se a 14 temas e 8 subtemas divididos em dois eixos temáticos: (1) ,,Significações, percepções e influenciadores da qualidade de vida" - dividido em dois subeixos: ,,Qualidade de Vida para Pessoas em geral" e ,,Qualidade de Vida na Condição Obesidade" - e (2) ,,Formas pelas quais a Qualidade de Vida pode ser Promovida junto as Pessoas na Condição Obesidade". O primeiro eixo abrange significações subjetivas que compõe a noção de qualidade de vida para as mulheres desse estudo. O segundo eixo expõe temas que sugestionam como qualificar o cuidado das pessoas que vivem em obesidade a partir do entendimento dessas mulheres. Foi percebido que a obesidade não é o fator de maior impacto na qualidade de vida dessas mulheres. Família, relações sociais e atividade profissional são fatores de qualidade de vida mais importantes sob o ponto de vista delas, demonstrando que a obesidade não necessariamente é central na avaliação de qualidade de vida. A negatividade da imagem corporal e do corpo para essas mulheres não se liga diretamente a problemas de mobilidade e agravos de saúde, mas a uma leitura social atravessada pelo estigma da obesidade e suas consequências na saúde psicológica. Considerações Finais - A qualidade de vida das mulheres desse estudo não se relaciona apenas com o peso corporal, trata-se de um construto multifatorial principalmente conformado por questões sociais e subjetivas. O enfoque de qualidade de vida se atém a questões do âmbito da família e atividade profissional, em detrimento das questões da imagem corporal e saúde. As questões de imagem corporal desqualificam a vida, dado os rígidos padrões de beleza que não compreendem a condição da obesidade atualmente.
Título em inglês
Meanings and perceptions assigned to quality of life by women living with obesity
Palavras-chave em inglês
Obesity
Qualitative Research
Quality of Life
Women
Resumo em inglês
Introduction - The obesity condition is currently comprehended as a chronic multifactorial condition. Its consequences for social life and for the psychological and subjective dimension can be plenty, which affect directly the quality of life and well-being of individuals. The definition of quality of life, main theme when we talk about obesity condition, is not a consensus, since it includes subjective constructs. The conception of quality of life, formulated by the World Health Organization Quality of Life Group (WHOQOL), covers both subjective aspects and objective parameters. Due to the scarcity of qualitative evaluations present in current literature, the impact of obesity in quality of life was not deepened in the understanding of the subject in the obese condition point of view. Objective - To investigate the perceptions, meanings and influencing factors attributed to quality of life by women in obese condition. Methodological Course - The study was conducted with a sample of 81 obese women, between 25 to 50 years old. Using qualitative methods, focus groups obtained data and the thematic content analysis investigated them. As a second form of expression of data, a linguistic direction analysis was performed in part of the data, indicating perceptions and sensations in the obesity condition in quality of life of these women. A codification guide (codebook) was developed to qualify the thematic analysis, applied to the data by two researchers. This study is a subproject of an umbrella project titled "Health and Welfare in Obesity". Results and Discussion - Thematic content analysis produced 14 themes and 8 subthemes divided in two thematic axes, (1) ,,Meanings, Perceptions and Influencers in Quality of Life" - divided into two sub-axes: ,,Quality of Life for People in General" and ,,Quality of Life in Obesity Condition" - and (2) ,,Ways in which the Quality of Life can be Promoted with People in Obesity Condition". The first axis encompasses subjective meanings that compose the notion of quality of life by the women in this study. The second axis exposes themes that suggest how to qualify the care with people living with obesity from the understanding of these women. It was perceived that obesity is not the fact of greater impact on the quality of life of these women. Family, social relationships and professional activity are much more important factors of quality of life from their point of view, demonstrating that obesity is not necessarily central in their evaluation of quality of life. The negativity of body image and the bodies of these women are not directly related to mobility problems and physical health problems, but to a social reading traversed by the stigma of obesity and its consequences in psychological health. Final Considerations - The quality of life of the women in the study is not related only to body weight, it is a multifactorial construct mainly conformed by social and subjective questions. The focus of quality of life tends to questions related to family and professional activity, to the detriment of questions of body image and health. The questions of body image disqualify life given the strict standards of beauty and health that do not comprise the condition of obesity presently.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.