• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2012.tde-25092012-142839
Documento
Autor
Nome completo
Ana Cecilia Andrade de Moraes Weintraub
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Vasconcellos, Maria da Penha Costa (Presidente)
Magnani, Jose Guilherme Cantor
Rosa, Miriam Debieux
Título em português
Itinerários percorridos por mulheres migrantes estrangeiras na cidade de São Paulo: modos de fazer a vida na cidade
Palavras-chave em português
Itinerários Urbanos
Modos de Vida
Mulheres Migrantes
Saúde Pública
Resumo em português
Esta investigação tem por objetivo compreender como mulheres imigrantes constróem no espaço da cidade formas de convívio e negociações, conseguem acolhimento e respostas às suas necessidades e investem no pertencimento de redes sociais de apoio configurando novas formas de levar suas vidas. A partir de contato inicial realizado em uma instituição religiosa na cidade de São Paulo que recebe mulheres estrangeiras selecionaram-se cinco dessas mulheres: três solicitantes de refúgio, uma imigrante e uma egressa de sistema prisional propondo-se a pesquisadora a acompanhá-las, em diferentes períodos e situações, nas suas atividades cotidianas. A proposta possibilitou a realização de uma etnografia e observação participante em profundidade de seus itinerários na cidade. Os itinerários percorridos e acompanhados pela pesquisa mostraram diversas formas de construção de sociabilidade e de novas estratégias na vida dessas mulheres bem como diferentes modos de relação com as instituições às quais elas recorriam para apoio. De modo geral, percebe-se que, sendo mulheres, e estrangeiras, a transitoriedade de suas estadas na cidade é atravessada por interações com outras pessoas, com um trabalho ou uma atividade de lazer ou mesmo com as instituições de ajuda. Dentre estas interações percebe-se que as relações de ajuda efetiva se dão, principalmente, nos espaços fora das instituições, ou seja, nas redes de sociabilidade criadas e nos espaços acessados e acessíveis da cidade.
Título em inglês
Itineraries crossed by immigrant women in São Paulo: building life in the city
Palavras-chave em inglês
Lifestyles
Migrant Women
Public Health
Urban Itineraries
Resumo em inglês
This study aims to comprehend how immigrant women build, in the space of the city of São Paulo, their interpersonal relationships, their negotiations with the institutions they have to deal with, their support and social networks, resulting in a new way of living their lives. Starting from a contact with one of the religious institutions that offers shelter to foreign women in São Paulo, five inhabitants of this house were met and followed on their routine activities around the city. Those women were three asylum seekers, one economic migrant and one ex-prisoner. This proposal made possible the construction of an ethnography and a participant observation of the itineraries undertaken by them in the city. Those itineraries undertaken by them and followed by this study showed different strategies and social relationships made by those women in the city. In general, the itineraries showed that, by being women and foreigners, their transitional relationship with the city was crossed by the people they meet, their work, their leisure activities and the institutions that were willing to help them. In spite of those interactions, the ones that seem to be more able to offer a significant help to them are the relationships outside the scope of those institutions, meaning the social networks built and the interactions with the accessible and accessed spaces in the city.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-10-09
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • WEINTRAUB, A. C. M., e VASCONCELLOS, M. P. Contribuições do pensamento de Didier Fassin para uma análise critica das politicas de saúde dirigidas a populações vulnaráveis. História, Ciências, Saúde-Manguinhos , 2013, vol. 1, p. 1041-1055.
  • WEINTRAUB, A. C. M., e VASCONCELLOS, M. P. Itinerários percorridos por mulheres migrantes estrangeiras na cidade de São Paulo. In 28 Reunião Brasileira de Antropologia, São Paulo, 2012. Desafios Antropológicos contemporâneos., 2012. Dispon?vel em: http://www.abant.org.br/.
  • WEINTRAUB, A. C. M., e VASCONCELLOS, M. P. Itinerários percorridos por mulheres migrantes estrangeiras na cidade de São Paulo: modos de fazer a vida na cidade. In 36 Encontro Anual da ANPOCS, Aguas de Lindóia - SP, 2012. 36 Encontro Anual da ANPOCS.São Paulo : ANPOCS - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, 2012. Dispon?vel em: http://www.anpocs.org/portal/.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.