• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Warschauer
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Martins, Cleide Lavieri (Presidente)
Carvalho, Yara Maria de
Guzzo, Marina Souza Lobo
Mattar, Sumaya
Mendes, Rosilda
Título em português
Práticas corporais na saúde: nós, tangências e saídas
Palavras-chave em português
Cartografia
Intimidade
Práticas Corporais
Promoção da Saúde
Relato Autobiográfico
Resumo em português
O relato a seguir retrata o entrecruzar de percursos do autor pesquisador e o autor viajante na busca de novos caminhos para compreender as práticas corporais no campo da saúde pública. O autor pesquisador, profissional de educação física, que há mais de quinze anos trabalha com práticas corporais na Saúde, vive, briga e se indigna com sua própria formação que o conduziu para um mundo prescritivo, com regras e leis bem específicas: o olhar da atividade física na prevenção de doenças num corpo segmentado. O autor viajante parte num veleiro em busca de novos ventos fazendo uso de alegorias com textos metafóricos, imagens, poesia, música e cartas. O resultado dessa mescla de percursos é um texto cartográfico com base no programa De Bem com a Vida (DBV) de São Bernardo do Campo que discute o conceito de atividade física e de práticas corporais a partir da noção de experiência de John Dewey. Avança pela intimidade na debilidade da linguagem e apresenta a ideia de espaço conceitual que norteou a implementação do programa. Em seguida, com a contribuição dos relatos autobiográficos dos educadores sociais do DBV, discute o processo de implementação do programa, seus nós, tangências e saídas e aponta características importantes para os espaços de práticas corporais. Ao final chama a atenção para o espaço de relações e para o espaço do "entre" como potenciais para integrar os diversos profissionais de saúde. O "entre" é um espaço dinâmico que nos aproxima do mundo por meio da brincadeira, do jogo sem regras, inventivo, criativo que sempre se renova e nos faz sonhar com as inúmeras possibilidades da vida. É nesse espaço que ocorrem os beijos molhados, os abraços apertados, os olhares atentos e onde, eu e você, vamos nos encontrar... Boa leitura.
Título em inglês
Body practices in health: knots, tangents and outputs
Palavras-chave em inglês
Autobiographical Narration
Body Practices
Cartography
Health Promotion
Intimacy
Resumo em inglês
The following report depicts the interweaving between the experiences of both authors in relation to their trajectory as researcher and voyager, in search of new ways to understand body practices in the field of public health. The author acting as researcher, who specializes in physical education and has worked with body practices in health for more than fifteen years, lives, fights and is angered by his experience in education which led him to a prescriptive world, with very specific rules and laws: the perspective of physical activity on diseases prevention in a segmented body. The author acting as voyager sails through allegories made with metaphorical texts, pictures, poetry, music and letters. The result of this blend of trajectories is a cartographic text based on the De Bem com a Vida (DBV) program of São Bernardo do Campo, which discusses the concept of physical activity and body practices based on John Dewey's notion of experience. It addresses the intimacy in the frailty of language and introduces the idea of conceptual space that guided the implementation of the program. Then, with the contribution of the autobiographical narration by the social educators of the DBV, it discusses the process of implementation of the program, its knots, tangents and outputs, and points out important aspects for the spaces of body practices. By the end, it draws attention to the space of relations and to the space of the "in-between" as potential features to integrate the various health professionals. The "in-between" is a dynamic space that brings us closer to the world through games without rules, which are inventive, creative and always renewing themselves, making us dream about the possibilities of life. It is in this space that wet kisses, tight hugs and attentive looks occur, and it is also where we are going to meet... Have a good reading.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2020-07-04
Data de Publicação
2018-07-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.