• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2005.tde-14042008-161330
Documento
Autor
Nome completo
Elaine Cristina de Mattos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Germano, Pedro Manuel Leal (Presidente)
Baldassi, Lucia
Matte, Maria Helena
Título em português
Caracterização genotípica de cepas de Staphylococcus aureus recuperadas de alimentos, mãos de manipuladores de alimentos e veiculadas por formigas
Palavras-chave em português
Manipuladores
PCR
Staphylococcus aureus
Resumo em português
A intoxicação alimentar causada por toxinas de Staphylococcus aureus é uma das principais causas de Doenças Transmitidas por Alimentos, principalmente em locais onde se preparam grandes quantidades de refeições, sendo o homem considerado a principal fonte de contaminação dos alimentos por este patógeno, pois de 30 a 50 % das pessoas sadias são portadoras desse microrganismo. O presente trabalho teve como objetivo comparar geneticamente cepas de S. aureus isoladas das mãos de manipuladores de alimentos, com cepas da mesma bactéria, recuperadas de alimentos e veiculadas por formigas. As cepas recuperadas dos manipuladores foram obtidas a partir das mãos destes utilizando-se a técnica de suabe e as cepas recuperadas de alimentos e veiculadas por formigas pertenciam à coleção de culturas do Laboratório de Microbiologia e Biologia Molecular do Departamento de Prática de Saúde Publica da Faculdade de Saúde Publica da USP. Todas as amostras foram submetidas às técnicas de PCR para verificação da presença de plasmídios e do gene sea. As análises microbiológicas revelaram que 18,4% dos manipuladores albergavam S. aureus em suas mãos. A confirmação da espécie aureus por PCR revelou somente 15,4% das cepas recuperadas dos manipuladores e 62,5% e 100% das recuperadas de alimentos e veiculadas por formigas, respectivamente. O perfil plasmidial revelou a existência de 2 grupos de cepas com perfis semelhantes e a PCR para o gene sea, que codifica a produção da enterotoxina SEA, demonstrou sua presença em 78,6% das cepas. A caracterização das cepas por ERIC-PCR evidenciou que todas as cepas apresentaram uma porcentagem de semelhança maior que 84% e que, as cepas de maior similaridade, apresentaram cerca de 90% de semelhança. Conclui-se que é de extrema importância a confirmação da espécie por método molecular, uma vez que este apresenta maior especificidade e sensibilidade do que os métodos microbiológicos; cepas isoladas de manipuladores, alimentos e veiculadas por formigas apresentavam certas semelhanças em relação ao perfil plasmidial, entretanto, a presença de plasmídio não esteve ligada necessariamente à presença do gene sea, normalmente relacionados; a técnica de ERIC-PCR constitui ferramenta importante para caracterização genética de cepas e elucidação de surtos de DTAs.
Título em inglês
Genotypic characterization of strains of Staphylococcus aureus recovered from food, hands of manipulators of food and run by ants
Palavras-chave em inglês
Food handlers
PCR
Staphylococcus aureus
Resumo em inglês
The food poisoning caused by toxins of Staphylococcus aureus is one of the main causes of illnesses transmitted by foods, mainly in places where there is prepare of great amounts of meals, since human being is considered the main source of contamination of foods for this microrganism, therefore of 30% to 50 % of the healthy people are S. aureus carriers. The present work had as objective to compare genetically strains of S. aureus isolated from hands of food handlers, with strains of the same bacteria, recovered from foods and carried by ants. Strains recovered from food handlers were obtained by technique of swab and strains recovered from foods and carried by ants belong to collection of cultures of the Laboratory of Microbiology and Molecular Biology of Department of Practical of Public Health of College of Public Health - USP. All strains were submitted to PCR for verification of the presence of plasmids and sea gene. The microbiological analyses had observed that 18,4% of the food handlers were S. aureus carriers. The confirmation of aureus species by PCR had shown only 15.4% of strais recovered from food handlers and 62.5% and 100% recovered from foods and propagated for ants, respectively. The plasmidial profile revealed presence of 2 groups of strains with similar profiles and PCR for verification of sea gene, that it codifies the production of SEA enterotoxin, demonstrated that 78,6% of strains were positive. The caracterization of strains by ERIC-PCR revealed that all of them had similarity above 84% and, strains that were very similar, presented 90% of similarity. It is concluded that it´s extremely important confirmation of species by molecular methods, since performed higher especificity and sensitivity than microbiological methods; strains isolated from food handlers, foods and carried by ants presented relative similarities in relation to the plasmidial profile, however, plasmid presence was not linked, necessarily, to presence of sea gene, normally related; ERIC-PCR is important tool to genetic diferentiating strains and to solve outbreaks.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ElaineMattos.pdf (1.14 Mbytes)
Data de Publicação
2008-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.