• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Fanny Viviana Lopez Alegria
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1991
Orientador
Banca examinadora
Schor, Néia (Presidente)
Almeida, Pedro Augusto Marcondes de
Baracat, Edmund Chada
Tanaka, Ana Cristina D'Andretta
Vianna, Lucila Amaral Carneiro
Título em português
Esterilização não-cirúrgica: estudo do perfil reprodutivo e dos efeitos colaterais de mulheres que recorreram a este método
Palavras-chave em português
Efeitos Colaterais
Esterilização Não-cirúrgica
Resumo em português
O presente trabalho constitui uma avaliação prospectiva da utilização do método de esterilização feminina não-cirúrgica com quinacrina. O grupo em estudo é formado por dez mulheres, atendidas no período de abril a setembro de 1990, no Ambulatório de Planejamento Familiar do Hospital Sotero del Rio, Santiago, Chile. O perfil reprodutivo das mulheres, revela que o inicio da vida fértil foi, em media, aos 12.1 anos e aproximadamente quatro anos depois (16.4 anos), iniciaram a atividade sexual sem uso de métodos anticoncepcionais. Em consequência, verifica-se que a primeira gravidez ocorreu, em média, aos 19.1 anos, ou seja, ainda dentro do período que compreende a adolescência. Após este evento obstétrico - gravidez - a maioria iniciou o uso de métodos de planejamento familiar por volta dos 21 anos, tendo como resultado, uma variada e não muito bem sucedida história anticoncepcional. A decisão de encerrar a vida reprodutiva com medidas definitivas foi tomada pelo casal, baseado em informações fornecidas pelos profissionais de saúde e referindo razões de planejamento familiar, história anticoncepcional e obstétrica negativa. No momento de concretizar esta decisão, as mulheres faziam em média, 34.8 anos e parte de uma família legalmente constituída com 3.2 filhos vivos. Destas mulheres, 40 por cento ainda tinham a opção de utilizar métodos reversíveis modernos, no momento de submeter-se a este método definitivo. O seguimento prospectivo do método não-cirúrgico mostra que os efeitos colaterais, como os maiores níveis de quinacrina plasmática e urinária apresentam-se no período das primeiras 48 horas, após inserção intrauterina da primeira e segunda doses de "pellets" de quinacrina.
Título em inglês
Non-surgical sterilization: a study of the reproductive profile and side effects of women who used this method
Palavras-chave em inglês
Non-Surgical Sterilization
Side Effects
Resumo em inglês
This paper consists of an evaluation on the use of quinacrine as a non-surgical irreversible method for female sterilization. The study group is made up of ten women, seen at the Sotero del Rio Hospital outpatient clinic in Santiago, Chile, from april to september 1990. This study reveals that the women's reproductive life began on average at the age of 12.1 years and approximately four years later they began their sexual activity without the use of contraceptive methods. Consequently their first pregnancy occurred at the age of 19.1 years, during late adolescent years. Two years after pregnancy many of these women began to use contraceptive methods (at the age of 21, on average). As a result their obstetric history shows a non well succeeded and varied response to anticonceptional methods. The decision to close reprodutive life taking permanent steps was made by the couples based on information furnished by health professionals. The reasons given were related to family planning, anticonceptional and negative obstetric history. On implementing their decision, the group averaged 34.8 years and averaged 3.2 a lived children per subject. A total of 40 per cent of these women could still use other modern reversible methods before being submited to this permanent one. The follow-up of this non-surgical procedure shows that side effects such as higher levels of quinacrine in the blood and urine ocurred in the first 48 hours after the first and second intrauterine insertion of quinacrine pellets.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.