• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2013.tde-02042013-105600
Documento
Autor
Nome completo
Liéte de Fátima Gouvêia Marques
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Lieber, Nicolina Silvana Romano (Presidente)
Capucho, Helaine Carneiro
Vasconcellos, Maria da Penha Costa
Título em português
Uso de medicamentos e a segurança do paciente na interface entre hospital, atenção básica e domicílio
Palavras-chave em português
Alta Hospitalar
Erros de Medicação
Eventos Adversos
Medicamentos
Saúde Pública
Segurança do Paciente
Resumo em português
A segurança do paciente e a qualidade da assistência à saúde, no uso de medicamentos, têm sido foco de preocupação e estudos em nível mundial. Os pacientes podem estar especialmente vulneráveis a danos imediatamente após alta hospitalar, e a ocorrência de eventos adversos relacionados a medicamentos pode resultar em atendimento em serviços de urgência ou em readmissão hospitalar. Este estudo teve como objetivo compreender a dinâmica e os desafios do cuidado fornecido ao paciente, pela equipe de saúde do hospital, visando à segurança no processo de uso de medicamentos após alta hospitalar. Foi realizada pesquisa exploratória por meio de entrevistas junto a médicos, enfermeiros, farmacêuticos e assistentes sociais do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo. Atualmente, a principal estratégia adotada pelo hospital visando à segurança do paciente, com foco no processo de uso de medicamentos após alta hospitalar, é a orientação de alta ao paciente e/ou cuidador, realizada de forma estruturada, em casos selecionados, principalmente envolvendo pacientes pediátricos. A reconciliação medicamentosa está em fase de implantação na instituição e, em situações específicas, ocorre mobilização da equipe multidisciplinar para viabilização do acesso a medicamentos prescritos na alta hospitalar. Visita domiciliar é desenvolvida junto a pacientes críticos com problemas de locomoção, e não conta com a participação de farmacêuticos. As principais barreiras para implantação, desenvolvimento e ampliação dessas atividades são a falta de recursos humanos e de tecnologias da informação e a necessidade de alterações no procedimento de alta. Entre os fatores facilitadores estão características da equipe, como iniciativa, comprometimento, responsabilidade por resultados e qualificação, além do apoio da alta administração. O desenvolvimento de atividades acadêmicas junto à atenção básica facilita o estabelecimento de pontes entre o hospital e demais serviços de saúde, contribuindo para a transposição da barreira da falta de contato entre as equipes. No entanto, as limitações das atividades desenvolvidas e a falta de articulação adequada para a continuidade do cuidado, com foco no processo de uso de medicamentos, podem comprometer a segurança do paciente na interface entre hospital, atenção básica e domicílio.
Título em inglês
Medication use and patient safety at the interface of hospital, primary care and the home setting
Palavras-chave em inglês
Adverse Events
Drugs
Hospital Discharge
Medication Errors
Patient Safety
Public Health
Resumo em inglês
Patient safety and quality of health care on medication use have been a central topic of discussion and focused in studies worldwide. Patients can be particularly vulnerable in the period immediately following their discharge from hospital and the occurrence of adverse drug events may require emergency care and hospital readmission. The present study aimed to understand the dynamics and challenges of care provided to patients by hospital providers focusing on safe use of medications after discharge. An exploratory study was conducted. Data was collected through interviews with physicians, nurses, pharmacists and social workers at the Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, Brazil. The hospitals current main strategy for safe use of medications after hospital discharge is to provide structured counseling to selected patients and/or their caregivers especially pediatric patients. Medication reconciliation is being implemented and a multidisciplinary team can help ensure access to prescription drugs at discharge in some cases. Home visits are paid to patients with severe conditions and mobility problems but pharmacists are not involved. The main barriers to implementation, development, and expansion of these activities include limited human and information technology resources and changes required to patient discharge procedures. The main facilitators are a skilled team of care providers, committed to improving care and accountable for results and support from senior management. Care provided by students and residents at a primary care setting helps create bridges to integrate hospital care and other care services and overcome the interaction barrier between care teams. However, limited actions and inadequate coordination of follow- up care focused on medication use may compromise patient safety at the interface of hospital, primary care and the home setting.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LieteMarques.pdf (4.64 Mbytes)
Data de Publicação
2013-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.