• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Luna Gonçalves da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Moreno, Claudia Roberta de Castro (Presidente)
Ferreira, Leda Leal
Vilela, Rodolfo Andrade de Gouveia
Título em português
O trabalho dos motoristas de caminhão: a relação entre atividade, vínculo empregatício e acidentes de trabalho
Palavras-chave em português
Acidentes de Trabalho
Motoristas de Caminhão
Vínculo Empregatício
Resumo em português
Apesar dos diversos estudos realizados com motoristas de caminhão, poucas pesquisas estudaram o trabalho desses profissionais baseando-se na descrição da atividade feita pelo próprio trabalhador. O conhecimento dos próprios motoristas sobre sua atividade, assim como dos acidentes pode contribuir para a elaboração de medidas para a redução de acidentes, bem como ações que visem à promoção de saúde destes trabalhadores. O objetivo do presente estudo foi conhecer e analisar a atividade, aspectos da organização do trabalho e acidentes de motoristas de caminhão com diferentes vínculos empregatícios, partindo do relato dos próprios trabalhadores. O estudo realizou-se em uma empresa transportadora localizada no estado de São Paulo, no ano de 2010. Realizou-se um estudo qualitativo tendo como método utilizado, a Análise Coletiva do Trabalho. Foram realizados quatro encontros, nos quais grupos de motoristas de caminhão, voluntários, descreveram às pesquisadoras sua atividade; não existiu um número pré-determinado de participantes para esse estudo. A partir dos dados obtidos, construíram-se as seguintes categorias: trabalho, saúde, repercussões do trabalho na vida familiar e social; vínculos empregatícios e acidentes de trabalho. Os resultados obtidos foram validados em reunião com os próprios trabalhadores. Quatro tipos de vínculos empregatícios foram encontrados na população de estudo: contratados, agregados, terceirizados e quarteirizados. Trabalhadores contratados e agregados queixaram-se do sistema de rastreamento e da atividade de enlonar e desenlonar o caminhão, diferentemente do relato dos terceirizados. Por outro lado, o relato dos terceirizados é semelhante ao dos agregados, pois em ambos os vínculos há possibilidade de maior autonomia no trabalho, maior retorno financeiro e escolha da data de retorno para casa. Entretanto, a instabilidade financeira e o desamparo de direitos trabalhistas são queixas freqüentes desses trabalhadores, o que não ocorre com os motoristas contratados. Dentre os vínculos estudados, motoristas agregados e quarteirizados são os que apresentam as condições de trabalho mais difíceis. O uso de drogas; o cansaço físico e mental; as ultrapassagens; a falta de profissionais qualificados no mercado; o sistema de rastreamento; a comissão e determinados tipos de carga estão relacionados aos acidentes envolvendo esses profissionais
Título em inglês
The work of truck drivers: the relationship between activity, employment and occupational injuries
Palavras-chave em inglês
Employment Contract
Occupational Accidents
Truck Drivers
Resumo em inglês
Although there have been various studies of truck drivers, few studies have studied the work of these professionals based on a description of activities performed by the workers themselves. An understanding of accidents as well as the knowledge of the drivers about their own activities, can contribute to the development of measures to reduce accidents, and actions for the promotion of workers health. The aim of this study was to analyze the activity and aspects of work organization and accidents of truck drivers with different employment status, based on the report of the workers themselves. The study took place in 2010 at a transportation company located in São Paulo state. We conducted a qualitative study using the Collective Analysis of Work method. There were four meetings held in which groups of truck drivers, volunteers, described their activities to researchers; there was no pre-determined number of participants for this study. From the data obtained, we constructed the following categories: work, health, impact of work on family and social life and occupational accidents. The results were validated in a meeting with the workers themselves. Four types of employment contracts were found in the population studied: contractors, Aggregated contractors (own front part of truck only), and third-party contractors (own entire vehicle) and fourth party contractors (subcontractors to third-party contractors.) Contract workers and aggregate contractors complained about the tracking system and having to cover and uncover the truck, unlike the report of the third-party contractors. On the other hand, the third-party contractor report is similar to that of the aggregates, because in both job types there is the possibility of greater autonomy at work, greater financial return and the choice of the date to return home. However, financial instability and the relinquishing of labor rights are frequent complaints of these workers, which do not occur with hired drivers. Among the job types studied, aggregate drivers and forth party contractors are those with the most difficult working conditions. The use of drugs, physical and mental fatigue; overtaking, the lack of skilled professionals in the market, the tracking system, commission payment basis, and certain types of cargo are related to accidents involving these professionals
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LunaGoncalves.pdf (17.08 Mbytes)
Data de Publicação
2011-03-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.