• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2019.tde-09112018-115951
Documento
Autor
Nome completo
Iara Cecília Pasqua
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Moreno, Claudia Roberta de Castro (Presidente)
Barreto, Luiz Silveira Menna
Cardoso, Marly Augusto
Título em português
Comportamento alimentar e estado nutricional de trabalhadores em turnos: uma abordagem cronobiológica
Palavras-chave em português
Consumo Alimentar
Ritmos Biológicos
Trabalho em Turnos
Variação Sazonal
Resumo em português
Objetivos: O comportamento alimentar de trabalhadores em turnos fixos pode variar segundo a estação do ano e o horário de trabalho. Neste sentido realizou-se estudo com o objetivo de verificar a variação entre inverno e verão do comportamento alimentar e do estado nutricional de trabalhadores em turnos fixos. Também se verificou a distribuição circadiana da quantidade de calorias e macronutrientes da dieta e a ritmicidade circadiana das calorias da dieta dos trabalhadores. Metodologia: Foram estudados 28 trabalhadores de três turnos fixos (matutino, vespertino e noturno) de uma companhia de transporte de São Paulo. O consumo alimentar foi verificado pelo inquérito diário alimentar de três dias e o estado nutricional foi avaliado pelo índice de massa corporal, tanto no inverno quanto no verão. Testes paramétricas e não-paramétricas foram utilizados para comparar os grupos de trabalhadores e as estações. O Cosinor foi utilizado para verificar a ritmicidade circadiana das calorias da dieta dos trabalhadores. Resultados: A dieta dos trabalhadores forneceu uma quantidade maior de calorias (p=0,00), carboidratos (p=0,00) e lipídeos (p=0,03) no inverno. O índice de massa corporal dos trabalhadores, ao contrário, não variou de uma estação para outra (p=0,33). Comparando-se os grupos de trabalhadores não foram observadas diferenças quanto a quantidade de calorias (p=0,44), proteínas (p=0,78), carboidratos (p=0,59) e lipídeos (p=0,24) em nenhuma das estações, assim como não houve diferenças no índice de massa corporal no inverno (p=0,35) e no verão (p=0,35). Foi encontrado ritmo de calorias da dieta dos trabalhadores do turno matutino (p<0,05) e vespertino (p<0,05) nas duas estações. Conclusão: O comportamento alimentar de trabalhadores em turnos fixos variou de uma estação para outra, o que não se refletiu no índice de massa corporal. Os turnos de trabalho parecem não estar correlacionados com as mudanças sazonais observadas. No entanto, a distribuição do consumo alimentar ao longo das 24 horas pode ser um reflexo do turno ao qual o trabalhador está submetido.
Título em inglês
Nutritional status and eating habits of shiftworkers: a chronobiological approach
Palavras-chave em inglês
Biological Rhythms
Food Consumption
Seasonal Variation
Shift Work
Resumo em inglês
Objectives: The eating habits of workers may vary according to the season of the year and the corresponding work schedule. A study aiming at verifying the variations occurring in their diet in summer and in winter, as well as the nutritional status of those who work in fixed shifts was carried out. The 24-hour distribution of the amount of calories and macronutrients ingested and the circadian rhythmicity of the calories contained in their diet were also analyzed. Methodology: The study was carried out with 28 workers subject to three fixed work shifts (morning, afternoon, and night) at a transport company in São Paulo. The food consumption was checked by using the 3-day dietary record, and their nutritional status was evaluated through the body mass index, both in winter and in summer. Parametric and non-parametric tests were performed so as to compare the different groups of workers and the seasons. The Cosinor method was utilized to verify the circadian rhythmicity of the calories included in their diet. Results: In winter, the workers typical diet contained a larger amount of calories (p=0,00), carbohydrates (p=0,00) and lipids (p=0,03). Their body mass index, on the other hand, did not show any variation from one season to another. The comparison carried out among the groups of workers did not show differences as to the amount of calories (p=0,44), proteins (p=0,78), carbohydrates (p=0,59) and lipids (p=0,24) in none of the seasons, and no differences as to the body mass index were observed, that is, the same index (p=0,35) was registered both in summer and winter. On both seasons a circadian rhythmicity of the calories was found in the workers belonging to the morning shift (p<0,05) and those belonging to the afternoon shift (p<0,05). Conclusion: The eating habits of workers subject to fixed shifts varied from one season to another, but the variation did not reflect upon their body mass index. In view of this, we might conclude that the work schedule (morning, afternoon, or night) do not seem to be related to the seasonal changes observed. Nevertheless, a 24-hour distribution of food intake may reflect upon the shift the worker is subject to.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.