• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2007.tde-16022007-132314
Documento
Autor
Nome completo
Fabio Luis Ceschini
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Benicio, Maria Helena D Aquino (Presidente)
Florindo, Alex Antonio
Hallal, Pedro Rodrigues Curi
Título em português
Análise descritiva do nível de atividade física em adolescentes de uma escola pública do distrito de Vila Nova Cachoeirinha em São Paulo, SP
Palavras-chave em português
Adolescentes
Inatividade física
Programas de intervenção
Resumo em português
Introdução – A inatividade física tem se tornado um problema de saúde pública principalmente no período da adolescência. Objetivo – Descrever o nível de atividade física em escolares do ensino médio de uma escola da rede estadual de ensino localizada no distrito da Vila Nova Cachoeirinha em São Paulo. Métodos – A amostra foi constituída por 775 adolescentes do ensino médio de uma escola da rede estadual de ensino localizada no distrito da Vila Nova Cachoeirinha em São Paulo. Para coleta de dados foi utilizado o questionário de avaliação da atividade física proposto por FLORINDO et al. (2006), um questionário de avaliação sócio-econômica (ABEP) e parte do questionário de avaliação sobre condições de saúde (MINISTÈRIO DA SAÚDE, 2004). Foi definido como fisicamente inativo o adolescente que se envolveu por um tempo menor do que 300 minutos por semana em atividades físicas, exercícios ou praticas esportivas. Para comparação das proporções foi utilizado o teste Qui-quadrado com nível de significância de p<0,05. Resultados – A proporção de inatividade física nos adolescentes foi de 64,3% (IC 95%: 61,7-66,9). O percentual de inatividade física esteve positivamente associado ao período de estudo, à série acadêmica do aluno, ao grupo etário mais velho, ao nível sócio-econômico, ao uso de tabaco e bebidas alcoólicas, a não participação nas aulas de Educação Física, a falta de incentivo dos pais para a prática de atividades física e ao maior tempo de TV. Por outro lado, o percentual de inatividade física esteve negativamente associado à quantidade de modalidades esportivas praticadas pelos adolescentes e ao tempo de uso de vídeo game/computador. Conclusão - A proporção de adolescentes inativos foi elevada na maioria das variáveis avaliadas, o que demonstra que este grupo apresenta um elevado potencial para o desenvolvimento de programas de intervenção com o objetivo de aumentar o nível de atividade física.
Título em inglês
Described analysis of the level of physical activity in adolescents from a public school of the district Vila Nova Cachoeirinha in São Paulo, SP.
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Intervention Programs
Physical Inactivity
Resumo em inglês
Introduction - The physical inactivity has become a public health problem mainly in adolescence age. Objective – Was to describle the level of physical activity in adolescents from a public school of the district Vila Nova Cachoeirinha in São Paulo – SP. Methods – The sample was constituted by 775 high school adolescents from a public state school situated in the districit of Vila Nova Cachoeirinha in São Paulo. To collect the data, a questionnaire of evaluation of physical activity proposed by FLORINDO et al. (2006), a questionnaire of social and economic evaluation (ABEP) and part of the questionnaire of evaluation about conditions of health (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2004) were used. It was definied as physically inactive the adolescent who is involved by a smaller timer than 300 minutes per week in physical activities, exercises or sports practices. To compare the proportions, the test Qui-square with level of significance of p<0,05 was used. Results - the proportion of inactive adolescents was 64,3% (IC 95%: 61, 7-66,9). The percentage of physical inactivity was positively associated in adolescents the evening classes, in 3rd grade students, in social economic level B, in adolescents who use tobacco, alcoholic beverages, who do not participate of Scholar Physical Education classes, who do not receive incentive from the parents to practice a physical activity and who spend more time watching TV. On the other side, the percentage of physical inactivity is negatively associated to the quantity of sports modality they go in and to the time using video game/computer. Conclusion - The proportion of inactive adolescents was high in the majority of the evaluated variables, which shows that this group presents a high potential for the development of intervention with the aim of increasing the level of physical activity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Dissertacao_Fabio.pdf (627.24 Kbytes)
Data de Publicação
2007-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.