• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2006.tde-10052006-160248
Documento
Autor
Nome completo
Natacha Toral
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Villar, Betzabeth Slater (Presidente)
Garcia, Rosa Wanda Diez
Marchioni, Dirce Maria Lobo
Título em português
"Estágios de mudança de comportamento e sua relação com o consumo alimentar de adolescentes"
Palavras-chave em português
adolescentes
comportamento alimentar estado nutricional
estágios de mudança
Resumo em português
Introdução: Durante o processo de modificação de comportamentos de saúde, os indivíduos passam por diferentes fases, denominadas estágios de mudança de comportamento. O desenvolvimento de intervenções nutricionais específicas para cada estágio pode contribuir para a adoção de práticas alimentares saudáveis na adolescência. Objetivo: avaliar os estágios de mudança de comportamento e verificar sua relação com o consumo alimentar de adolescentes. Métodos: Trata-se de um estudo observacional transversal com adolescentes de escolas públicas de Piracicaba. Foram coletados dados demográficos, antropométricos, de maturação sexual e de consumo alimentar (questionário de freqüência). Realizou-se uma avaliação da percepção alimentar, por meio da comparação entre o consumo alimentar e a classificação individual do aspecto saudável da dieta. Os participantes foram classificados nos estágios de mudança de comportamento (pré-contemplação, contemplação, decisão, ação e manutenção) por meio de algoritmo específico. Resultados: Foram avaliados 390 adolescentes: média de idade de 12,4 anos, 46,4% meninos, 78,7% púberes e 21,1% com excesso de peso. Observou-se consumo médio de 3645kcal, sendo que 36,7% da amostra apresentou alto teor de lipídios na dieta. O consumo médio de frutas, hortaliças e doces foi de 2,3, 2,4 e 4,5 porções diárias, respectivamente. Mais de 44% dos adolescentes mostrou percepção errônea da dieta e não manifestou motivação para modificá-la. Cerca de 40% da amostra foi classificada no estágio de manutenção. Observou-se relação significativa entre os estágios de mudança e o consumo alimentar. Foi realizada uma reclassificação dos adolescentes nos estágios de mudança para identificar indivíduos com características semelhantes segundo o consumo e a percepção alimentares. Conclusão: A classificação dos adolescentes nos estágios de mudança, em associação com os dados de consumo e percepção alimentares, permitiram a identificação de grupos de risco por suas práticas alimentares inadequadas e pelo não-reconhecimento destas. Destaca-se a necessidade do desenvolvimento de intervenções nutricionais futuras direcionadas à população estudada.
Título em inglês
Stages of change and their relationship with dietary intake among adolescents
Palavras-chave em inglês
adolescents
dietary behavior
dietary intake
nutritional status
stages of change
Resumo em inglês
Introduction: Over the process of health-related behavior change, people move through different steps called stages of change. The development of nutritional intervention tailored to each stage of change can contribute to the adoption of healthy dietary practices among adolescents. Objective: to evaluate the stages of change and their relationship with dietary intake among adolescents. Methods: Observational cross-sectional study with adolescents from public schools of Piracicaba. Demographic and anthropometric data, sexual maturation and dietary intake (food frequency questionnaire) were examined. Food perception was evaluated comparing dietary intake with self-rated diet. Stages of change classification (precontemplation, contemplation, preparation, action, maintenance) was assessed by a specific algorithm. Results: The sample included 390 adolescents: mean age of 12.4 years, 46.4% boys, 78.7% pubescents and 21,1% overweight. Mean daily energy intake was 3645kcal and 36,7% of adolescents had excessive intake of dietary fat. Average intake of fruits, vegetables and sweets were respectively 2.3, 2.4 and 4.5 portions per day. More than 44% of adolescents were unaware of their unfavourable dietary intake and were not interested in change it. About 40% of adolescents were assigned in maintenance stage. A significant relationship was observed between stages of change and dietary intake. Adolescents were re-classified into stages of change to identify individuals with similar characteristics according to their dietary intake and their food perception. Conclusion: The stage of change assignment, in association with dietary intake and food perception data, allowed the identification of risk groups, considering their inadequate dietary practices and the lack of awareness about them. It should be emphasize the necessity of the development of future nutritional intervention tailored to this population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissertoral.PDF (6.51 Mbytes)
Data de Publicação
2006-06-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.