• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2006.tde-30102006-174419
Documento
Autor
Nome completo
Shamyr Sulyvan de Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Cesar, Chester Luiz Galvao (Presidente)
Buchalla, Cassia Maria
Litvoc, Julio
Título em português
Prevalência de deficiências e estado de saúde dos deficientes: inquéritos de saúde de base populacional realizado em municípios do Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Deficientes
Inquéritos de Saúde
Perfil de Saúde
Serviços de Saúde
Uso de Medicamentos
Resumo em português
Objetivo. Avaliar o perfil de saúde, o acesso aos serviços de saúde e as condições de vida dos deficientes em áreas do Estado de São Paulo. Metodologia. A pesquisa utilizou os dados de um Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo em 2002 e de outro, realizado na capital em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram a população estudada segundo as variáveis que compõem o banco de dados. Os dados foram digitados em Epi-Data e analisados em SPSS e STATA. Resultados. A prevalência de alguma deficiência foi de 143,2 por mil; deficiência visual (DV), 63,21 por mil; deficiência auditiva (DA), 43,01 por mil e a deficiência física (DF) de 11,06 por mil. Os acidentes de trabalho foram a segunda causa de DA em homens; os acidentes de trânsito foram a segunda causa das DF nos homens. As prevalências das deficiências aumentaram com a idade; foram maiores nas mulheres e nas pessoas com menos de 3 anos de escolaridade. A prevalência de DA e DF foi maior entre os homens. Entre os deficientes a prevalência de algumas doenças crônicas foi maior que entre os não-deficientes. Houve mais morbidades nos 15 dias anteriores à entrevista entre os DV e DA quando comparados com os não-deficientes. Entre os DV, 18,94% necessitavam de assistência médica regular; entre os DA, 15,38%; entre os DF, 57,16%. A principal causa das deficiências foi a doença. Mais DF relataram uma ou mais internações e menor uso de serviços odontológicos. Menor prevalência de exame das mamas entre DA e DF e de exames de próstata entre os DF e maior consumo de remédios entre os DV e DF, comparados com não-deficientes. Conclusão. As deficiências aumentaram com a idade, foram mais prevalentes em mulheres e em pessoas com menor escolaridade, sendo sua principal causa, as doenças. A DV foi a mais prevalente das três deficiências. A DA e a DF foram mais prevalentes nos homens. Entre os DV e os DA houve mais morbidades nos 15 dias anteriores à entrevista. Houve mais doenças crônicas entre os deficientes do que entre os não-deficientes. Os DF foram os mais necessitados de assistência médica periódica. O consumo de medicamentos maior entre os DV e DF. Políticas de saúde específicas devem ser ampliadas e outras criadas para atender as necessidades de saúde dos deficientes.
Título em inglês
Disabilities handicapped and state of health of the handicapped: a populational-based surveys about health carried through in cities of the State of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Disability
Drug Utilization
Health Profile
Health Services
Health Surveys
Resumo em inglês
Objective. Evaluate health profile, access health services patterns and life conditions of the handicapped in some areas of the State of São Paulo. Methodology. The research used data from the Multicenter Survey Health in the State of São Paulo, 2002, and from another study carried through in São Paulo city, in 2003. The interviewed that had answered positively to disability were the target population studied according to the variables of the data bank. These data were typed in Epi Data and analyzed in SPSS and STATA. Results. The prevalence for any disability found was 143.2 for a thousand; visual disability (VD) 63.21 for a thousand; hearing disability (HD) 43.01 for a thousand and physical disability (PD) 11.06 for a thousand. The work accidents were the second cause of HD in men; the traffic accidents were the second major cause of PD in men. The prevalence of disability increases with the age; it was bigger in women and in the people who have less than 3 years of instruction. In all three groups of disability studied, the prevalence to the handicapped in some chronic diseases was grater comparing to the not-disability ones. Among VD, 18.94% needed regular medical assistance; among the HD, 15.38%; among PD, 57.16%. The main cause of all disabilities was the disease itself. More PD had told one or more hospitalization and minor use of odontological services. Lesser prevalence of breast examination between HD and PD, and prostate examination among the PD; and bigger drug consumption compared with the not-disability. Conclusion. The disabilities increased according to the age, were more prevalent in women and people with lesser years of study, being the diseases its main cause. The VD was the most prevalent comparing to the other three disabilities. The HD and the PD had been more prevalent among men. Among VD and HD had been found more morbidity in the 15 days before the interview. There was more chronic illness among handicapped comparing to the not handicapped. The PD were the most needed in terms of regular medical assistance. Specific health politics must be extended and others created in order to taking care of handicapped health necessities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Capa.pdf (19.68 Kbytes)
Dissertacao.pdf (504.55 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-31
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • CASTRO, Shamyr Sulyvan de, et al. Deficiência visual, auditiva e física : prevalência e fatores associados em estudo de base populacional [doi:10.1590/S0102-311X2008000800006]. Cadernos de Saúde Pública [online], 2008, vol. 24, n. 8.
  • CASTRO, Shamyr Sulyvan, et al. Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo [doi:10.1590/S0034-89102010000400003]. Revista de Saúde Pública [online], 2010, vol. 44, n. 4, p. 601-610.
  • DE CASTRO, Shamyr S., et al. Physical disability, recent illnesses and health self-assessment in a population-based study in São Paulo, Brazil [doi:10.3109/09638281003611060]. Disability & Rehabilitation [online], 2010, vol. 32, n. 19, p. 1612-1615.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.