• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Angela Carvalho Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Pereira, Julio Cesar Rodrigues (Presidente)
Massad, Eduardo
Tonelli, Pedro Aladar
Título em português
Avaliação de novas estratégias vacinais contra a coqueluche no município de São Paulo
Palavras-chave em português
adolescentes
adultos
coqueluche
modelos teóricos
vacina contra coqueluche
Resumo em português
Introdução: A coqueluche é caracterizada por tosse paroxística, pode levar menores de um ano de idade ao óbito, deixar seqüelas e exacerbar quadros respiratórios crônicos. A imunidade após a doença ou vacina não é para toda a vida. Nos países desenvolvidos, apesar de altas coberturas vacinais e do controle da doença entre as décadas de 50 e 80, desde o final dos anos 80 é observado o aumento dos casos em adolescentes, adultos e lactentes, sendo indicado o reforço vacinal para adolescentes e adultos. No Brasil a doença aparenta estar sob controle, mas há um estudo teórico que demonstra a possibilidade de aumento dos casos. Objetivo: Avaliar novas estratégias de reforço vacinal contra a coqueluche no município de São Paulo. Metodologia: Desenvolvimento de um modelo matemático determinístico, dinâmico e dependente da idade dos indivíduos. Simulações com o esquema vacinal atual e: (i) novo reforço aos 12 anos com coberturas vacinais de 10%, 35%, 45% e 70%; (ii) reforços aos 12 anos e aos 20 anos de idade, com 35% e 70% de cobertura, respectivamente. Introdução de contato heterogêneo da população com o uso de uma matriz de contato. Fontes dos dados: Banco de dados do Sistema Único de Saúde (DATASUS), Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e a literatura nacional e internacional. Uso dos programas Berkeley Madonna® para resolução das equações diferenciais e Microsoft Excel® para o cálculo da matriz de contato e das forças de infecção. Realização de teste de sensibilidade do modelo. Resultados: A vacinação com cobertura de 10% aos 12 anos de idade reduziu os casos entre os próprios adolescentes (10 a 19 anos); com cobertura de 35%, 45% e 70% reduziu os casos em 59%, 65% e 73%, respectivamente; a vacinação em conjunto aos 12 anos com cobertura de 35% e aos 20 anos com cobertura de 70% reduziu 62% dos casos. Conclusões: Há benefício ao vacinar os adolescentes, inclusive com baixa cobertura vacinal, portanto tal estratégia demonstra-se promissora para o controle da coqueluche. Não houve ganho ao acrescentar apenas um reforço para os adultos (20 anos). Os resultados são concordantes com o que há na literatura e permitiram um primeiro panorama para auxiliar na abordagem do problema. Estudos com diferentes estratégias de vacinação de adultos e estudos de custo-benefício são recomendados.
Título em inglês
Whooping cough - theoretical evaluation of new vaccination strategies in São Paulo - Brazil
Palavras-chave em inglês
adolescent
adult
models
pertussis vaccine
theoretical
whooping cough
Resumo em inglês
Background: Whooping cough is a respiratory tract infection caused by Bordetella pertussis and characterized by paroxysmal cough that usually causes complications for infants, including death, and for people with chronic respiratory diseases. Immunity against pertussis after infection or vaccination is not everlasting. Despite of high childhood immunization coverage and the disease control from the 50's to 80's, since late 80's developed countries notified high levels of pertussis in adolescents and adults. This reappearance has not being detected in Brazil yet, but at least one formal study has demonstrated the possibility of this change in the next years. Objective: Evaluating new pertussis vaccine's booster for adolescents and adults in São Paulo city. Methods: Development of a deterministic, compartmental and age-dependent model accounting for immunity waning. The data was retrieved from literature, Surveillance Center of the State of São Paulo (CVE), and the Brazilian national health data system (DATASUS). Data manipulation used Berkeley Madonna® and Microsoft Excel®. Vaccination strategies included the current vaccination scheme, plus (i) 10%, 35%, 45% or 70% vaccine coverage for those at the age of 12 and (ii) both 35% and 70% vaccine coverage at the ages 12 and 20, respectively. The Who Acquire Infection from Whom (WAIFW) matrices' method was used to assume age related transmission rates. Sensitivity analysis was performed. Results: Booster vaccination for 12 years youths, at 10% coverage, yields disease reduction only among adolescents (10 to 19 years); coverage up to 35% yields disease reduction for all ages; at 35%, 45% and 70% coverage, the reduction achieves 59%, 65% and 73%. Booster vaccination at 12 and 20 years, with coverage at 35% and 70% respectively, yields 62% cases reduction. Discussion: Results suggest that adolescent's vaccine booster could reduce pertussis occurrence for all ages, including infants, as also demonstrated by other authors. In contrast, only one vaccine booster for adults (20 years) achieves insignificant results. In conclusion, we have been able to demonstrate that, in São Paulo, the adolescent vaccine booster strategy is a promising police to further reduce whooping cough occurrence. However, cost effective analysis and other adults' vaccination strategies are recommended.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AngelaFreitas.pdf (918.88 Kbytes)
Data de Publicação
2008-09-11
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • FREITAS, Angela Carvalho, Okano, Valdir, and Pereira, Júlio Cesar Rodrigues. Pertussis booster vaccine for adolescents and young adults in São Paulo, Brazil [doi:10.1590/S0034-89102011000600008]. Revista de Saúde Pública (USP. Impresso) [online], 2011, vol. 45, p. 1162-1171.
  • FREITAS, Angela Carvalho, OKANO, V., e PEREIRA, J. C. R. Impacto da introdução de reforço vacinal contra coqueluche em adolescentes da cidade de São Paulo. In XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia e VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia, Porto Alegre, RS, 2008. Anais do XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia e VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia., 2008. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.