• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2010.tde-23092010-103154
Documento
Autor
Nome completo
Shamyr Sulyvan de Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Cesar, Chester Luiz Galvao (Presidente)
Carandina, Luana
Lefevre, Fernando
Nubila, Heloisa Brunow Ventura Di
Oliver, Fatima Correa
Título em português
Acessibilidade de pessoas com deficiência a serviços de saúde em áreas do Estado de São Paulo - Projeto AceSS
Palavras-chave em português
Acessibilidade aos serviços de saúde
Inquéritos de saúde
Perfil de saúde
Pessoas com deficiência
Resumo em português
Introdução. As pessoas com deficiência são um grupo populacional que em virtude de suas condições de saúde, apresentam algumas dificuldades na acessibilidade aos serviços de saúde. Objetivo. Estudar os problemas de acessibilidade de pessoas com deficiências físicas, visuais e/ou auditivas aos serviços de saúde em áreas do Estado de São Paulo, bem como as variações existentes segundo o tipo de deficiência e variáveis sociodemográficas. Material e Métodos. Estudo transversal com entrevistas domiciliares realizado em duas fases distintas. Fase I: entrevistas com 25 indivíduos com alguma deficiência, por meio de questionário qualitativo, com perguntas abertas, sobre os problemas de acessibilidade enfrentados no uso dos serviços de saúde, analisadas pelo método do "Discurso do Sujeito Coletivo". Fase II: entrevistas com 333 pessoas com deficiência, por meio de questionário fechado, que teve como tema os problemas de acessibilidade aos serviços de saúde, além de outros. Esse questionário originou-se dos resultados da Fase I, de perguntas encontradas em outras pesquisas e de conceitos da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). Os dados foram analisados com frequências simples, Qui-quadrado, Qui-Quadrado de tendência e regressão de Poisson com variância robusta. O software utilizado na análise é o Stata 9.2®. Resultados. Os principais problemas de acessibilidade citados pelos entrevistados são o tempo de espera para ser atendido, a ausência de rampas, de estacionamento e de sanitários adaptados, de salas de espera com lugares insuficientes, falta de cadeira de rodas para pacientes e salas bloqueadas por obstáculos. Problemas de acessibilidade aos serviços de saúde foram relatados por 15,92 por cento dos 333 entrevistados. As pessoas com paralisia, amputação ou deficiências múltiplas, as pessoas com idade menor que 78 anos de idade ou as que precisavam de ajuda para ir ao serviço de saúde, tiveram mais problemas que os outros. Dos 160 entrevistados com alguma deficiência auditiva, 35 por cento relataram problemas para ouvir e entender o que foi dito pelos profissionais de saúde. Conclusões. Problemas como tempo de espera, ausência de rampas e/ou estacionamento, dificuldades de comunicação com os profissionais de saúde e acessibilidade às salas do serviço de saúde foram relatados pelos entrevistados. O estudo dos problemas de acessibilidade de pessoas com deficiência aos serviços de saúde pode ajudar na orientação e na criação de políticas e de programas específicos para esse grupo populacional, visando a melhoria da sua saúde geral e qualidade de vida, por meio do incremento da acessibilidade aos serviços de saúde
Título em inglês
Accessibility by people with disabilities to health services in areas of São Paulo state - AceSS Project
Palavras-chave em inglês
Health profile
Health services accessibility
Persons with disabilities
Surveys
Resumo em inglês
Introduction. People with disabilities are a population group that have some difficulties in accessibility to health services due to their health conditions. Objective. To study the problems of accessibility of people with physical, hearing and/or visual disabilities to health services in areas of São Paulo state, as well as some discrepancy according to the type of disability and socio-demographic variables. Methods. Cross-sectional study with household interviews conducted in two phases. Phase I: 25 persons with disability were interviewed with an open questionnaire. The interviews were taped, transcribed and the method of data analysis was the Discourse of the Collective Subject. The program Qualiquantsoft was used to analyze the qualitative data. Phase II: 333 persons with disabilities were interviewed with a closed questionnaire that was derived from the original results of Phase I, questions found in other questionnaires and concepts of the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF). Data were analyzed using simple frequencies, ?2-test, ?2-test for trend and Poisson regression with robust variance. The software used in the analysis was Stata 9.2®. Results. The main accessibility problems cited by respondents was the waiting time to be served; no ramps, parking and/or adapted toilets; waiting room with insufficient places; lack of wheelchairs for patients; and rooms blocked by obstacles. Problems of accessibility to health services were reported by 15.92 per cent of the 333 respondents. People with paralysis or amputation or multiple disabilities, as well as those younger than 78 years of age or those who needed help to go to health service, had more problems than others. 35 per cent of the 160 interviewed reported hearing problems to listen and understand what had been said by health professionals. Conclusions. Problems such the waiting time; no ramps; inappropriate parking; poor communication with health professionals and accessibility to the rooms of the health service were reported. The determination of these issues may influence the creation of specific policies and programs for this population group, aiming to improve their overall health and quality of life, through the increment of the accessibility to health services
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Shamyr.pdf (2.86 Mbytes)
Data de Publicação
2010-09-30
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • CASTRO, Shamyr S., CIEZA, Alarcos, and CESAR, Chester L. G.. Problems with accessibility to health services by persons with disabilities in São Paulo, Brazil [doi:10.3109/09638288.2010.541542]. Disability and Rehabilitation [online], 2011, vol. 33, n. -1, p. 1693-1698.
  • CASTRO, Shamyr Sulyvan, et al. Acessibilidade aos serviços de saúde por pessoas com deficiência [doi:10.1590/S0034-89102010005000048]. Revista de Saúde Pública [online], 2011, vol. 45, n. 1, p. 99-105.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.