• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2012.tde-22012013-114651
Documento
Autor
Nome completo
Lizis Kimura Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira (Presidente)
Berezin, Eitan Naaman
Lieber, Nicolina Silvana Romano
Título em português
A adesão ao tratamento antirretroviral por crianças e adolescentes com HIV/Aids
Palavras-chave em português
Adesão à Medicação
Aids
Fármacos Anti-HIV
HIV
Pediatria
Resumo em português
Introdução: A manutenção da boa adesão aos medicamentos antirretrovirais é considerada fundamental para a terapia de pacientes com HIV/Aids, pois falhas no seguimento da prescrição podem levar ao comprometimento de toda a terapia, desenvolvimento de resistência viral e consequente redução nas opções de tratamento. Nas crianças, a adesão plena torna-se mais relevante se forem considerados os diferentes graus de maturidade do sistema imunológico no momento da infecção pelo HIV, tornando, assim, fundamental a avaliação da adesão nesta população. Objetivos: Analisar a taxa de adesão ao tratamento antirretroviral em crianças e adolescentes com HIV/Aids. Métodos: Este estudo transversal, aninhado à coorte de crianças e adolescentes com HIV/Aids atendidas no ambulatório do Instituto da Criança, analisou 101 pacientes. Os dados dos pacientes foram obtidos por meio de questionários sobre as características sociodemográficas e clínicas, sobre a aderência, além de escalas de expectativa de auto-eficácia. A taxa de adesão foi calculada classificando como aderentes aqueles pacientes que tomaram 95 por cento ou mais das doses referidas.  A análise descritiva (média, desvio-padrão, mediana e proporções) foi realizada para caracterizar a população do estudo e o teste de Wilcoxon foi utilizado para comparação das médias da escala de auto-eficácia dos pais/cuidadores e pacientes acima de 11 anos. Resultados: A taxa de adesão ao tratamento antirretroviral foi de 93,1 por cento (IC = [88,7;94,4]). Houve 7 pacientes que apresentaram má adesão. Os medicamentos antirretrovirais mais utilizados foram lopinavir (51,5 por cento ), lamivudina (43,6 por cento ) e Biovir® (associação de lamivudina e zidovudina) (28,7 por cento ). Conclusão: Alta taxa de adesão ao tratamento antirretroviral por crianças e adolescentes pode ser atingida, independentemente de seu perfil sociodemográfico e/ou 95 por cento de seus cuidadores, por meio do cuidado que a equipe multiproffisional dedica aos pacientes
Título em inglês
Antirretroviral treatment adherence of children and adolescents with HIV/Aids
Palavras-chave em inglês
Aids
Anti-HIV Agents
HIV
Medication Adherence
Pediatrics
Resumo em inglês
Introduction: Maintaining good adherence to antiretroviral drugs is considered critical to drug therapy of patients with HIV/Aids, because prescription noncompliance can compromise the entire therapy, lead to the development of viral resistance and consequent reduction in treatment options. In children, full adherence becomes more relevant if different degrees of maturity of the immune system at the time of HIV infection are considered, thereby making the assessment of adherence required in this population. Objectives: To analyze adherence rate to antiretroviral treatment in children and adolescents with HIVAids. Methods: This cross-sectional study nested in a cohort of children and adolescents with HIVAids followed up at the Instituto da Criança, assessed 101 patients. Patient data were obtained by means of questionnaires on sociodemographic and clinical characteristics, adherence and self-efficacy expectancy scales. The adherence rate was calculated by classifying as adherents those patients who had taken 95 per cent or more of these doses. The descriptive analysis (mean, standard deviation, median and proportions) was performed to characterize the study population and the Wilcoxon test was used for the correlation between the scale of self-efficacy of parents/caregivers and patients over 11 years old. Results: The adherence rate to antiretroviral treatment was 93.1 per cent (CI = [88.7;94.4]). There were 7 patients who have poor adherence. Antiretroviral drugs frequently used were lopinavir (51.5 per cent ), lamivudine (43.6 per cent ) and Biovir 95 per cent TM (lamivudine plus zidovudine) (28.7 per cent ). Conclusions: High rate of adherence to antiretroviral treatment for children and adolescents can be met, regardless of their demographic profile and/or of their caregivers, through the care that the multiprofessional team dedicated to patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TESE.pdf (605.57 Kbytes)
Data de Publicação
2013-02-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.