• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2006.tde-04102006-175613
Documento
Autor
Nome completo
Luís Paulo Rodrigues Melione
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Jorge, Maria Helena Prado de Mello (Presidente)
Koizumi, Maria Sumie
Laurenti, Ruy
Título em português
Morbidade hospitalar por causas externas no Sistema Único de Saúde em São José dos Campos, SP
Palavras-chave em português
Acidentes
Causas Externas
Confiabilidade
Hospitalização
Lesões
Morbidade
Sistemas de Informação
Violência
Resumo em português
Objetivos. Realizou-se uma pesquisa com o objetivo de conhecer a qualidade dos dados de internação, os gastos diretos e a morbidade hospitalar por causas externas em São José dos Campos, São Paulo. Material e Métodos. Foram estudadas as internações pelo Sistema Único de Saúde (SUS) por lesões decorrentes de causas externas no primeiro semestre de 2003, no Hospital Municipal Dr. José de Carvalho Florence. Este hospital é referência para o atendimento ao trauma no Município. Foram analisados os prontuários de 990 internações. A concordância das variáveis relativas à vítima, à internação e ao agravo foi avaliada pela taxa bruta de concordância e pelo coeficiente Kappa. As lesões e as causas externas foram codificadas segundo a 10ª revisão da Classificação Internacional de Doenças. Resultados. A taxa de concordância bruta entre os dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS e a avaliação do pesquisador foi de boa qualidade para as variáveis relativas à vítima e à internação, variando de 89,0% a 99,2%. As lesões tiveram concordância ótima, exceto os traumatismos do pescoço (k=0,73), traumatismos múltiplos (k=0,67), e fraturas do tórax (k=0,49). As causas externas tiveram concordância ótima para acidentes de transporte e quedas. A confiabilidade foi menor para agressões (k=0,50), causas indeterminadas (k=0,37), e complicações da assistência médica (k=0,03). Houve concordância ótima nos acidentes de transporte em pedestres, ciclistas e motociclistas. Após ajuste do coeficiente Kappa para vieses e prevalência, os resultados mais baixos do coeficiente mudaram para melhor, exceto as causas indeterminadas. O maior gasto médio de internação foi por acidentes de transporte (R$ 614,63) seguido das agressões (R$ 594,90). As lesões com maior gasto médio foram às fraturas de pescoço (R$ 1.191,42) e traumatismo intracraniano (R$ 1.000,44). As internações com maior custo-dia foram às fraturas do crânio e dos ossos da face (R$ 166,72) e traumatismo intra-abdominal (R$ 148,26). A taxa de mortalidade hospitalar por causas externas foi de 4%, sendo maior entre pedestres (12,2%) e vítimas de agressões (8,2%). As principais causas externas de internação foram às lesões por acidentes de transporte (31,8%) e quedas (26,7%). A razão de masculinidade foi 3,1:1 e a faixa etária predominante foi 20-29 anos (23,3%). As partes do corpo mais atingidas foram membros inferiores (24,6%) e cabeça (22,0%). As lesões mais freqüentes foram às fraturas (49,8%) e o traumatismo intracraniano (13,5%). A maior taxa de internação ocorreu na região Norte do Município. Conclusões. As variáveis de estudo tiveram boa qualidade no nível de agregação analisado. Algumas variáveis relativas à vítima e alguns tipos de causas externas necessitam de aperfeiçoamento da qualidade dos dados. O perfil da morbidade hospitalar encontrado confirmou os acidentes de transporte como importante causa externa de internação hospitalar no Município.
Título em inglês
Hospital morbidity due to external causes via Sistema Único de Saúde in São José dos Campos, SP
Palavras-chave em inglês
Accidents
External Causes
Hospitalization
Information Systems
Injuries
Morbidity
Reliability
Violence
Resumo em inglês
Objectives. The objectives of the research were to identify the quality of admission data, direct expenditures, and external-cause hospital morbidity in the city of São José dos Campos, São Paulo, Brazil. Materials and Methods. Admissions to the Municipal Hospital Dr. José de Carvalho Florence via Sistema Único de Saúde (Unified Health System) resulting from external-cause injuries were analyzed during the first semester of 2003. This Hospital is a reference for trauma care in the city. Nine hundred and ninety patient admission charts were analyzed. Agreement between variables regarding victim, admission and the offence was analyzed by rate of rude agreement and by Kappa coefficient. The injuries and the external causes were codified according to the International Classification of Diseases, 10th revision. Results. The rate of rude agreement between the data registered in the Information System and the researcher’s evaluation was very good for variables regarding victim and admission with an 89.0% to 99.2% variation. Injuries had very good agreement, except for neck traumas (k=0.73), multiple traumas (k=0.50), and chest fractures (k=0.49). External causes had very good agreement for land transportation accidents and falls. Reliability was smaller for assaults (k=0.50), undetermined intent events (k=0.37), and medical care complications (k=0.03). There was very good agreement for transportation accidents involving pedestrians, cyclists, and motorcyclists. After adjusting the Kappa coefficient for bias & prevalence, the lowest coefficient results changed for better, except for undetermined intent events. The highest external cause average cost for hospital admission was due to land transportation accidents (R$ 614.63) followed by assaults (R$ 594.90). The highest injury average cost for hospital admission was neck fractures (R$ 1,191.42) and intracranial trauma (R$1,000.44). Admissions with higher daily cost were skull and face fractures (R$ 166.72) and intraabdominal trauma (R$ 148.26). External-cause hospital mortality rate was 4%, being higher among pedestrians (12.2%) and assault victims (8.2%). The main external cause for admissions was due to injuries from land transportation accidents (31.8%) and falls (26.7%). The male ratio was 3.1:1 and the predominant age was 20-29 years of age (23.3%). The most affected parts of the body were the lower limbs (24.6%) and the head (22.0%). The most frequent injuries were fractures (49.8%) and intracranial traumas (13.5%). The highest admission rate occurred in the north-side of the city. Conclusions. The study variables were good in the aggregation level analyzed. Some variables regarding the victim and some types of external cause require data quality improvement. The profile of hospital morbidity found in this study has confirmed that land transportation accidents are an important external cause for admission in the city.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
luispaulomelione.pdf (919.87 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-24
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • MELIONE, LPR, e JORGE, MHPM. Confiabilidade da informação sobre hospitalizações por causasexternas de um hospital público em São José dos Campos, SãoPaulo, Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia [online], 2008, vol. 11, n. 3, p. 379-392. [acesso 2012-10-01]. Disponível em : <http://www.scielo.br/rbepid/>
  • MELIONE, LPR, e MELLO-JORGE, MHP. Gastos do Sistema Único de Saúde com internações por causas externas em São José dos Campos, São Paulo, Brasil. Cadernos de Saúde Pública [online], 2008, vol. 24, n. 8, p. 1814-1824. [acesso 2012-10-01]. Disponível em : <http://www4.ensp.fiocruz.br/csp/>
  • MELIONE, LPR, e MELLO-JORGE, MHP. Morbidade hospitalar por causas externas no Município de São José dos Campos, Estado de São Paulo, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde [online], 2008, vol. 17, n. 3, p. 205-216. [acesso 2012-10-01]. Disponível em : <http://www.iec.pa.gov.br/>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.