• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2019.tde-20112018-104908
Documento
Autor
Nome completo
Marcela Lança de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Barbieri, Valeria (Presidente)
Gomes, Fernanda Kimie Tavares Mishima
Santeiro, Tales Vilela
Santos, Manoel Antonio dos
Tachibana, Miriam
Título em português
A experiência parental e o desenvolvimento do Self em crianças obesas
Palavras-chave em português
Família ; Obesidade infantil ; Psicanálise
Resumo em português
A Obesidade é uma doença multifatorial que tem aumentado em incidência nos últimos anos. Considerar a família no contexto da Obesidade é fundamental para a compreensão de sua etiologia e manutenção. Diante disso, este estudo objetivou compreender a maneira como os pais de crianças obesas experienciam sua parentalidade e associar essas vivências ao desenvolvimento do Self do filho. Esta é uma pesquisa clínico-qualitativa que utiliza as Narrativas Transferenciais como estratégia metodológica e a psicanálise winnicottiana como referencial teórico. Os participantes são 5 famílias compostas de pai, mãe e filho(a) diagnosticado(a) com Obesidade. Foram realizados um encontro com os pais, no início do processo, para a apresentação da pesquisa e coleta de dados demográficos; outro com pai e mãe, separadamente, em que alguns cartões selecionados do Teste de Apercepção Temática Infantil - forma animal (CAT-A) foram apresentados para que, a partir da visualização das figuras, eles falassem sobre a experiência de ser pai/mãe de seu filho(a). Com as crianças, os mesmos cartões do CAT-A usados com os pais foram apresentados, solicitando que contassem uma história sobre cada um deles. Os dados foram qualitativamente analisados pelo método de livre inspeção do material, apresentados na forma de Narrativas Transferenciais e interpretados seguindo o referencial da Psicanálise winnicottiana. Todos os aspectos éticos foram contemplados e os nomes e sobrenome apresentados são fictícios. A análise das narrativas revelou que as crianças representam, por meio do engordar, a internalização dos conflitos familiares e a dificuldade na aquisição da autonomia. Pais e filhos demonstraram dificuldades para integrar os afetos no Self, principalmente os hostis projetando estes últimos no ambiente externo, por considerá-los ameaçadores para si mesmos e para o grupo familiar. As vivências parentais impactam diretamente no Self das crianças, pois os pais não conseguem auxiliar seus filhos no desenvolvimento da criatividade ao não se sentirem em condições de oferecer uma contenção firme e amorosa dos impulsos infantis, o que faria com que a espontaneidade pudesse existir sem ser sentida como um risco à harmonia familiar. Diante da necessidade de proteger o ambiente familiar, as diferenças entre os membros não são aceitas, pois seriam fontes eventuais de conflitos e colocariam em risco a manutenção do grupo. Sem possibilidades de diferenciação dos genitores, as crianças permanecem em uma relação de dependência com os pais e sentem-se pouco capazes de viverem no mundo externo, pois não podem contar com a criatividade para auxiliá-las nas dificuldades que surgirem. A capacidade simbólica não se desenvolve, pois o hipercontrole da agressividade não permite a separação da díade mãe e filho e a diferenciação entre eles. Cresce o receio nas crianças de que, ao romperem com a relação de dependência com seus pais, precisarão ser autônomas sem sentirem-se em condições para tal. As figuras parentais não podem ser introjetadas simbolicamente, mas apenas de uma maneira concreta: por meio da comida, a representação materna. A Obesidade infantil aparece como um sintoma para protegê-las do sentimento de que não podem existir verdadeiramente no mundo.
Título em inglês
The parental experience and the development of the Self in obese children
Palavras-chave em inglês
Child obesity ; Family ; Psychoanalysis
Resumo em inglês
With many causes, the incidence of obesity has increased in recent years. Considering families in the context of Obesity, understanding its etiology and maintenance is fundamental. This study aims to comprehend the way parents of obese children experience their parenthood and the way they associate these experiences to the development of their children"s Self. This is a clinical and qualitative research that employs the Transfer Narratives as the methodological strategy and Winnicott"s psychoanalysis as the theoretical framework. Five families participated in this study. Each of them consisted of a father, a mother and a child diagnosed with Obesity. One meeting was held with each group of parents, so as to present the research and to collect demographic data. Afterwards, a meeting with each father and mother, separately, were held in order to introduce some cards from the Children's Thematic Apperception Test - animal form (CAT-A), whose aim was to encourage them to talk about the experience of being a mother/father. The same cards were presented to the children, who were asked to tell a story about each of them. The data, which were analyzed according to the method of free material inspection, were presented in the form of Transfer Narratives and interpreted by means of Winnicott"s Psychoanalysis. All ethical aspects were considered, and the names presented are fictitious. The analysis of the narratives indicated that children represent, by means of putting on weight, the internalization of the family conflict and of the difficulty in achieving autonomy. Both parents and children had difficulties in integrating their affection into the Self, especially the hostile ones, projecting the latter in the external environment, for considering them threatening to themselves and to their families. The parental experiences directly influence the children"s Self, because patents do not manage to assist their children in developing their creativity, for these adults do not feel prepared to impose a firm and loving restraint of infantile impulses, which, otherwise, could provide room for spontaneity without it been felt as a threat to the family. Due to the imperative for protecting family environment, the differences among family members are not accepted, for they could be sources of conflict that put in danger the group"s existence. Without the possibility to differentiate themselves from their parents, children remain dependent upon them, felling unable to live in an external world, because they cannot rely on creativity to help them in times of trouble. In such context, children do not develop their symbolic capacity, for the tight control of their aggressiveness does not lead to the end to the dyadic relationship between mother and child and their differentiation. Children are increasingly afraid that, when their dependent relationship with their parents is over, they will need to be autonomous, without feeling prepared to be so. Parental figures cannot be symbolically introjected, but only in a correct manner: by means of food, the maternal representation. Child obesity is a symptom to protect them from the feeling that they cannot truly exist in the world.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2020-11-19
Data de Publicação
2019-01-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.