• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2006.tde-26072007-150513
Documento
Autor
Nome completo
Leandra Rossi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Valle, Elizabeth Ranier Martins do (Presidente)
Carniel, Isabel Cristina
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
Vivências de mães de crianças com insuficiência renal crônica: um estudo fenomenológico
Palavras-chave em português
fenomenologia
Insuficiência renal crônica
mães
Resumo em português
O diagnóstico de insuficiência renal crônica (IRC) inaugura para quem o experimenta uma passagem irreversível ao mundo dos doentes, alterando a relação do acometido com seu próprio corpo. Trata-se de uma doença incurável, cujo tratamento consiste em intervenções permanentes ao longo da vida do paciente, como dependência de máquinas para substituição da função renal, intervenções cirúrgicas, ingestão diária de medicamentos e adoção de restrições dietéticas. Os familiares de crianças em tratamento dialítico peritoneal domiciliar têm assumido significativa sobrecarga nos cuidados oferecidos à criança, o que resulta em desgaste emocional, vivências de culpa e estresse familiar. Nesse contexto, o objetivo deste estudo é compreender as vivências de mães de crianças portadores de insuficiência renal crônica, seus modos de existir frente ao tratamento dialítico e possibilidade de transplante renal. O estudo foi conduzido segundo a metodologia de investigação fenomenológica, que consiste na apreensão do fenômeno tal como ele se manifesta para a pessoa que o vivencia, buscando captar os significados atribuídos por ela ao seu existir. Foram entrevistadas 5 mães de crianças e adolescentes com IRC em tratamento dialítico peritoneal no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo (HC/FMRP-USP), a partir da questão norteadora: "Como a senhora vem vivenciando esse momento na sua vida?". As entrevistas foram analisadas segundo o método de análise da estrutura do fenômeno situado, proposto por Martins & Bicudo (1989), Giorgi (1985) e Valle (1997), revelando-se as seguintes categorias temáticas: inaugurando o existir com a doença e o tratamento do filho; integrando-se ao cotidiano de tratamento: significar para conviver; cuidando do filho: proporcionar e legitimar sua vitalidade; reconhecendo o próprio enfrentamento: buscas e conquistas, e um vislumbre sobre os vínculos - memoráveis alianças: das conquistadas às rompidas. Foi utilizado como referencial teórico algumas idéias de Martin Heidegger, bem como de outros autores que se fundamentaram nele. O estudo possibilitou compreender algumas facetas do existir dessas mães nas relações de cuidado estabelecidas com a criança doente, apreendendo os significados atribuídos por elas a uma doença incurável, ao seu tratamento e às repercussões dessa realidade em suas vidas e na vida de seus filhos.
Título em inglês
Experience of children mothers with Chronic Renal Failure: a phenomenological estudy.
Palavras-chave em inglês
Chronic Renal Failure
mothers
phenomenology.
Resumo em inglês
The Chronic Renal Failure diagnosis (CRF) inaugurates in a person who experiences an irreversible crossing to the disease world, altering the relation of the sick person with his/her body. It is an incurable disease, which treatment consists in permanent interventions along the life of the patient as reliance of devices to substitute the renal function, surgical interventions, and daily ingestion of medicine and adoption of restriction dietary. The children families in ambulatory peritoneal dialysis treatment have assumed significant surcharge in the carefulness offered to the child, which results in emotional weariness, guilt experiences and familiar stress. The goal in this study, in context is to comprehend the experiences of Chronic Renal Failure holder children mother, their way to exist facing the dialysis treatment and the possibility of the renal transplant. The study was led according to the phenomenological investigation methodology, that consists in apprehension of the phenomenon such as it reveals to the person who experiences it, seeking to catch the meanings ascribed to her/him on his/her existence. Five mothers with CRF children and adolescents were interviewed in peritoneal dialysis treatment in the clinical hospital in the Faculty of Medicine of "Ribeirão Preto". University of São Paulo (HC/FMRP/ USP), from the question: "How have you been experiencing this moment of your life?" the interviews were analysed according to the method of analysis of the stated phenomenon structure, proposed by Martin & Bicudo (1989), Giorgi (1985) and Valle (1997), developing such thematic categories: inaugurating to live with the disease and the treatment of the child; integrating into the treatment everyday: to mean to "live on" , caring for the child: offering and recognizing his/her vitality, admitting the own coping quests and conquests, glimpsing the links memorable alliances: from the conquered to broken. Some ideas of Martin Heidegger were used as theorical references, as well as from others authors that have the same idea as him. The study enabled the comprehension of some facets of the mothers experiences on their relation of caring established with a sick child, seizing the meanings ascribed by them to an incurable sick, its treatment and repercussion of this reality on their lives and on the life of their children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mestrado.pdf (1.03 Mbytes)
Data de Publicação
2007-08-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.