• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2006.tde-23022007-171716
Documento
Autor
Nome completo
Lilian de Almeida Guimarães Solon
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Maria Clotilde Therezinha Rossetti (Presidente)
Caldana, Regina Helena Lima
Vargas, Marlizete Maldonado
Título em português
A perspectiva da criança sobre seu processo de adoção
Palavras-chave em português
Adoção
entrevistas com crianças
narrativas
Resumo em português
As produções científicas sobre adoção, especialmente no campo da Psicologia, em geral são estudos que avaliam as crianças adotadas, muitas vezes comparando-as com as crianças não-adotadas. A criança aparece como foco principal, porém poucos estudos investigam a adoção a partir da ótica da própria criança. Os estudos falam sobre a criança e não com ela. No entanto, enquanto parte constitutiva do processo de adoção, a criança está submetida a uma série de fatores que circunscrevem este processo; ao mesmo tempo em que ela se relaciona com eles, negocia e, até certo ponto, tem a possibilidade de modificar o percurso do seu desenvolvimento. Neste trabalho, defende-se a idéia de que para se compreender os processos de adoção, faz-se necessário conhecer as significações construídas sobre o processo de adoção por parte daqueles que o estão vivenciando. Deixando o âmbito individual da adoção, propomo-nos a investigá-la enquanto relacional, contextual, abrangendo aspectos sociais e culturais, dentro de uma visão de processo. Nesse sentido, interessa-nos conhecer a perspectiva da criança sobre seu processo de adoção, assumindo-a como colaboradora de nossa pesquisa. Para tanto, optamos por um referencial que contemple essa complexidade, daí o trabalho com a perspectiva teórico-metodológica da Rede de Significações. Conversamos individualmente com três crianças entre 6 e 7 anos, que vivenciaram uma adoção tardia, durante seis encontros domiciliares facilitados por um material de apoio. Os pais adotantes foram entrevistados durante uma visita. Todos os encontros foram registrados por meio de gravações em áudio, fotografias dos materiais produzidos pelas crianças e notas de campo. As gravações foram transcritas integralmente e revisadas. O corpus da pesquisa foi composto pelas narrativas produzidas durante as conversas com as crianças, entrevistas com os pais e notas de campo. Entendemos esse contexto de investigação como sendo dialógico, em que as narrativas são construídas e situadas na relação entre pesquisador e participante. Ao narrar, as crianças aprendem sobre si e constroem significados. A partir das perspectivas dessas crianças, aprendemos sobre a relação intrínseca e dialética existente entre o processo de adoção tardia e os outros contextos (o abrigo, a família biológica e o Sistema Judiciário). No entanto, ao mesmo tempo em que evidenciou-se a necessidade de valorizar a história de vida, também evidenciou-se um processo de silenciamento do passado dessas crianças circunscrevendo as práticas associadas ao processo de adoção. Dessa forma, essa ambigüidade presente no processo de adoção tardia nos sugeriu a necessidade de um programa de acompanhamento familiar pré e pós-adoção, em que tanto a criança como seus pais possam ocupar um lugar com direito à voz, e que suas histórias de vida venham a ser respeitadas e valorizadas, assim como as expectativas mútuas entre pais e filhos possam ser discutidas em diferentes momentos.
Título em inglês
The children´s perspective about their adoption process
Palavras-chave em inglês
adoption
interviews with children
narratives
Resumo em inglês
Research on adoption is usually characterized by studies that evaluate the children: they talk about the children but not with them. Few studies have investigated adoption from the children?s perspective. In this work, we highlight the idea that to be able to understand the adoption process, it is important to take into consideration the meanings attributed to adoption from those experiencing it. This research aimed at investigating the children?s narratives about their adoption process. A theoretical-methodological approach called Network of Meanings has guided the construction of this corpus and its analysis. We have talked with three children around 6 and 7 years-old, who have experienced late adoption. Six interviews were made with each child at their own home, having props as external cues. The adoptive parents were interviewed during one visit. The interviews were registered through audiotape, complemented by pictures of the children?s productions and field notes. The tapes were fully transcribed and revised. The analysis was based on the children?s narratives, parents?narratives, and field notes. We understand this investigation as a dialogic context where the narratives are constructed and situated at the relationship between researcher and participant. By narrating, the children constructed meanings about their life history and may have learned about themselves. From these children?s perspectives we found out about the dialectic and intrinsic relationship between the late adoption process and other contexts, such as foster-home institution, biologic family and Judiciary System. While the value of life history became evident, at the same time a past silencing process also became evident, constraining the practices related to the adoption process. Thus, by listening to these children, we recognized the necessity of pre and post-adoption family programs in which children and parents could have voice, respect and value for their life history, and in which their mutual expectations could be discussed at different moments.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-03-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.