• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2003.tde-18012006-214645
Documento
Autor
Nome completo
Tatiane Neme Campos Brustelo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Silva, Rosalina Carvalho da (Presidente)
Freitas, Maria de Fatima Quintal de
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
"Participação religiosa e relacionamentos afetivo-sexuais de adolescentes evangélicos pentecostais".
Palavras-chave em português
adolescente
construcionismo social
participação religiosa
práticas discursivas
psicologia social comunitária
relacionamentos afetivo-sexuais
Resumo em português
Participamos de diferentes comunidades de discursos em nossa vida cotidiana, os quais se fazem presente nos processos dialógicos de significação de nossas vivências. Neste contexto, o presente trabalho objetivou compreender 1) quais os sentidos que os jovens que freqüentam a comunidade de discurso da Assembléia de Deus (AD) e da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) dão para as suas participações nas respectivas igrejas, procurando identificar seus núcleos; 2) como, a partir dos sentidos de suas participações religiosas, estes adolescentes estão construindo suas autonarrativas e 3) a construção dos sentidos dados aos relacionamentos afetivo-sexuais (ficar, namorar, ter relações sexuais antes do casamento) por jovens da AD e da IURD. Para tal, tendo o construcionismo social como quadro de referência teórica, entrevistamos 24 adolescentes, com idade entre 13 e 18 anos, ambos os sexos, 11 membros da AD e 13 da IURD. Os resultados mostraram que os sentidos dados a participação religiosa pelos entrevistados são: ter um espaço de sociabilidade, ter um status diferenciado dos demais jovens (busca de auto imagem positiva), ter projetos de vida realizáveis, realizar ações que beneficiam o outro e saber que caminho percorrer na busca da felicidade. São estes aspectos que os jovens buscam com suas participações religiosas e que os levam a construírem autonarrativas progressivas e estáveis, após o ingresso na igreja. Em relação aos relacionamentos afetivo-sexuais, percebeu-se que enquanto o adolescente da AD dialoga com diferentes comunidades de discurso, construindo um posicionamento próprio frente ao ficar e ao namorar, o adolescente da IURD dialoga basicamente com os repertórios interpretativos e vozes dessa igreja, parecendo não haver um espaço de reflexão e análise. Tais resultados nos levam a questionar a ausência de políticas públicas e de locais institucionais que ofereçam aos jovens espaços para a reflexão sobre suas vidas. Espaços que sejam ocupados pro profissionais críticos que ao utilizarem seus instrumentais possam proporcionar ressignificações e mudanças nas narrativas destes jovens.
Título em inglês
Religions Participation and sexual-affective relationships for pentecostal adolescents
Palavras-chave em inglês
adolescents
discursive practices
religious participation
sexual-affective relationships
Resumo em inglês
In our daily lives we take part in different discourse communities, which are present in the dialogical processes that shape the meaning of our life experiences. Accordingly, this work aimed at understanding 1) the meanings attributed to their church experience by youths who participate in the discourse community of the Assembly of God (AG) and the Universal Church of the Kingdom of God (UCKG); 2) how these adolescents are building their own selfnarratives from the meanings of their religious participation; 3) the construction of meanings attributed by these youths to their sexual-affective relationships (casual, serious dating, pre-marital sex). In order to attain these goals, and having the social constructionism as theoretical framework, 24 adolescents of both genders, between 13 and 18 years old, were interviewed; 11 of these were AG members and 13 were UCKG's. Results showed that the meanings of religious participation of those interviewed were: a way to have a social life; a way to attain a differentiated social status (as positive self-image reinforcement); a possibility to have fulfilling life projects; a way of practicing good deeds; and to be able to distinguish the path to happiness in life. These are the youths' aspirations in their religious lives and which direct them towards progressive and stable selfnarratives after joining their churches. With respect to sexual-affective relationships, it was observed that, while AG adolescent interact with different discourse communities, thereby building his own opinions about dating, the UCKG youth basically restricts his interpretations to those put forward by the church, without the possibility of having a space for reflexion and analysis. The aforementioned results brought to light the argument about the absence of public politics and institutions who offer the adolescents spaces for reflexion about their lives. Spaces where critical professional utilize successfully their techniques in order to provide new meanings and ways to change these youths' narratives.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.