• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2014.tde-11032015-113712
Documento
Autor
Nome completo
Suzani Marques Palma Duarte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Pasian, Sonia Regina (Presidente)
Amaral, Anna Elisa de Villemor
Osorio, Flavia de Lima
Título em português
Validade concorrente entre Rorschach e Pfister em adolescentes
Palavras-chave em português
Adolescentes
Avaliação psicológica
Método de Rorschach
Técnicas Projetivas
Teste de Pfister
Validade
Resumo em português
Duarte, Suzani Marques Palma (2014). Validade Concorrente entre Rorschach e Pfister em Adolescentes. Dissertação de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. (Orientadora: Profa. Dra. Sonia Regina Pasian). Os métodos projetivos de avaliação psicológica são classicamente reconhecidos, pela literatura científica nacional e internacional, como úteis, válidos e adequados instrumentos para se compreender o funcionamento afetivo e cognitivo dos indivíduos. Ainda assim exigem contínuo aperfeiçoamento técnico-científico no tocante a suas evidências psicométricas. Nesse contexto, o presente estudo examinou indicadores de validade e de precisão relativos ao Psicodiagnóstico do Rorschach e ao Teste das Pirâmides Coloridas do Pfister, centrando-se na etapa da adolescência, pouco investigada até o momento por esses métodos avaliativos no Brasil. Procurou-se identificar convergências de indicadores técnicos (relativos ao funcionamento afetivo e cognitivo) do Método de Rorschach (Escola Francesa) com aqueles do Teste das Pirâmides Coloridas de Pfister. Foram examinados dados de 97 adolescentes na faixa etária de 12 a 14 anos de idade, de ambos os sexos e estudantes de escolas públicas e particulares do interior do Estado de São Paulo, voluntários devidamente autorizados a participar do estudo, com indicadores de desenvolvimento típico para sua faixa etária e com adequado nível cognitivo (avaliado especificamente pelo Teste Não Verbal de Inteligência - INV, forma C). Os testes psicológicos foram individualmente aplicados e avaliados conforme seus respectivos manuais técnicos, sistematizando-se suas principais variáveis específicas. Realizaram-se análises descritivas e inferenciais dos dados, examinando-se possível efeito da procedência escolar sobre os resultados dos testes psicológicos. As evidências encontradas apontaram que a origem escolar pareceu não influenciar significativamente o padrão de respostas dos adolescentes, caracterizando-se um único grupo geral de marcadores de personalidade para a faixa etária avaliada. As análises correlacionais, de variância e de regressão logística entre indicadores quantitativos do INV, Rorschach e Pfister apontaram poucas associações significativas entre os sinais dos testes utilizados, embora existindo convergências informativas entre variáveis do mesmo instrumento de avaliação psicológica, sugerindo consistência interna nos testes. Houve associações significativas entre indicadores que avaliam: a) potencialidade cognitiva; b) maturidade afetiva e cognitiva; c) controle afetivo; d) controle da angústia; e) estilo predominante de interação afetiva com o ambiente; f) grau de investimento psíquico no ambiente. Foi possível confirmar, embora de forma modesta, associações entre indicadores desses métodos projetivos de avaliação psicológica, voltados ao exame da personalidade, aplicados em adolescentes, fortalecendo seus achados de evidências de validade clínica (CAPES).
Título em inglês
Concurrent validity between Rorschach and Pfister in adolescents
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Pfister Test
Projective Techniques
Psychological Assessment
Rorschach
Validity
Resumo em inglês
Projective methods of psychological assessment are classically recognized by national and international scientific literature as useful, valid and appropriate tools to understand the affective and cognitive functioning of individuals. Still require continuous technical and scientific improvements regarding its psychometric evidence. In this context, the present study examined indicators of validity and accuracy relative to the Rorschach psychodiagnostic and the Color Pyramid Test of Pfister, focusing on the stage of adolescence, yet little investigated by these evaluation methods in Brazil. We sought to identify convergences of technical indicators (related to affective and cognitive functioning) Rorschach Method (French Approach) with those of the Color Pyramid Test Pfister. Data from a total of 97 adolescents were examined in age group 12-14 years of age, of both sexes and students from public and private schools in the state of São Paulo, with indicators of typical development for their age and appropriate cognitive level (specifically assessed by Verbal Intelligence Test - INV, form C). Psychological tests were applied individually and assessed according to their respective technical manuals, systematizing their most important specific variables. The descriptive and inferential statistical analysis examined the possible effect of school provenance on the results of psychological tests. The evidence indicated that the school did not seem to rise significantly influence the pattern of responses of adolescents, characterizing one general group of personality markers for the age range studied. The correlational analyzes of variance and logistic regression between quantitative indicators of INV, Rorschach and Pfister showed few significant differences between the signs of the tests used, although there were informative convergences between variables of the same instrument for psychological evaluation, suggesting internal consistency tests. There were significant associations between indicators that assess: a) cognitive capability; b) affective and cognitive maturity; c) emotional control; d) control of anxiety; e) predominant style of affective interaction with the environment; f) degree of psychological investment in the environment. It was confirmed, albeit modestly, associations between these projective methods indicators of psychological assessment, aimed at the examination of personality applied to adolescents, fortifying their finding evidence of clinical validity (CAPES).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mestrado_Suzani.pdf (1.61 Mbytes)
Data de Publicação
2015-08-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.