• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2003.tde-09032003-105542
Documento
Autor
Nome completo
Ellika Trindade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2002
Orientador
Banca examinadora
Bruns, Maria Alves de Toledo (Presidente)
Abreu, Antonio Suarez
Caldana, Regina Helena Lima
Hashimoto, Francisco
Valle, Elizabeth Ranier Martins do
Título em português
Hermenêutica do existir do homem de meia-idade - paternidade, sexualidade e projetos de vida: um olhar à luz de Heidegger.
Palavras-chave em português
fenomenologia ontológico-hermenêutica
meia-idade
sexualidade
Resumo em português
Partindo de um contexto social demarcado por transformações sociais, como o incremento do uso de tecnologia e a inserção da mulher no mercado de trabalho, com a necessidade de maior flexibilização e preparo para nele se inserirem os cidadãos, bem como por transformações no âmbito das relações interpessoais, em especial as familiares, objetivamos, nesta tese, compreender como homens na meia-idade vivenciam esta fase do seu desenvolvimento. A meia-idade é um período demarcado por mudanças, em especial psicológicas para os homens. Isso porque a percepção do envelhecimento, da proximidade da fase adulta dos filhos e a competição com pessoas mais jovens no mercado do trabalho podem deflagrar a chamada “crise da meia-idade”. Esse momento pode tanto levar a uma reflexão e a um re-direcionamento existencial como a uma estagnação, demarcada pelo marasmo e receio de empreender mudanças, pois pode haver uma percepção de que a proximidade da morte faz parte de sua vida. Nosso olhar para os homens, nessa fase do desenvolvimento, norteou-se pelas facetas da paternidade, da sexualidade e de seus projetos de vida. A metodologia utilizada foi a fenomenologia ontológico-hermenêutica de Martin Heidegger em que a interpretação do existir humano é a principal tônica. Foram entrevistados sete homens com idade entre 41 e 52 anos, nível socioeconômico A e B, casados e com filhos adolescentes. Os resultados evidenciam que a inautenticidade – modo de ser em que o referencial são “os outros” – mostrou-se como principal norteadora da vida desses homens, embora a autenticidade – assunção das responsabilidades existenciais –, também tenha se revelado. A afetividade, desvelada na preocupação com os filhos foi o principal sentido dos discursos. A inautenticidade revelou-se quando o futuro pessoal dos homens mesclou-se ao dos filhos, não havendo uma percepção de indivíduo, mas sim de que seu papel social norteia seu existir. A autenticidade foi vislumbrada quando a preocupação com suas relações afetivas e seus projetos de vida foram colocados em pauta. O envelhecimento mostrou-se tanto como impeditivo de mudanças, tendo no comodismo sua principal marca, como despertou questionamentos a respeito do modo de vida individual e afetivo. Esses aspectos evidenciam que a meia-idade, vivenciada no mundo pós-moderno, pode propiciar, por meio dos questionamentos que envolvem o existir humano, oportunidades de transformação no contexto das relações interpessoais, abrangendo o mundo familiar, bem como o social mais amplo. Essa fase do desenvolvimento pode proporcionar às novas gerações valores e crenças que lhes oportunizem reflexões e modelos de conduta que sejam alternativos aos que estão presentes nos relacionamentos sociais. A aproximação entre as gerações e a transmissão de questionamentos, dúvidas e anseios podem ser importantes caminhos a serem trilhados por todos os que se preocupam com o existir humano. Como horizontes, percebemos que os sentidos e significados do existir humano são múltiplos e que a fenomenologia ontológico-hermenêutica pode trazer contribuições para a ampliação da compreensão da existência ao desvelar, por intermédio da linguagem, nosso modo de ser.
Título em inglês
Hermeneutic of the existence's middle-age man - Paternity, sexuality and projects of life: a view of Heidegger's light.
Palavras-chave em inglês
middle age
ontological-hermeneutical phenomenology
sexuality
Resumo em inglês
Starting from a social context marked by social transformations such as the improving use of technology and the influx of working women in the job market and the necessity of a greater flexibility and education of the citizens to make part of it, as well as the transformations occurring in the interpersonal relations, specially those happening within the family, this thesis aims at understanding how the middle-aged men act and experience this development phase of life. The middle age is a period that is marked by changes, specially those psychological ones to men. This happens due the perception of getting old, the proximity of the adult phases of the children and the competition with younger people in the job market, which can blow up the “middle age crisis”. This moment can lead to a deeper thinking and to a re-direction of his existence as well as it can lead to stagnation marked by apathy and fear of making changes once the perception of the proximity to death makes part of his life. The glancing to the men at this phase of development was given emphasizing aspects as paternity, sexuality and projects of life. The method employed was based on the Martin Heidegger’s ontological-hermeneutical phenomenology, which focuses the human existence as main point. Seven men with age ranging from 41 to 52 years old were interviewed, having a socio-economical level A or B, married, and having adolescent children. The results show that inauthentic existence - a way of being where the reference is based on the “others” - revealed that main guiding line to those men in this period of their life, although the authentic existence – the assumption of existence’s responsibilities – has been shown up. The affection mixed up the deep worries towards the children was the main sense in the discourses. The inauthentic existence appeared when the future of the children was mixed up with their future, not existing a perception of the individual but the social role that guided his existence. The authentic existence was glimpsed when his worries and preoccupations with affective relations and projects of life were put in evidence. The aging process showed as being an obstacle to changes due to the self-indulgence as well as it raised some questions about of his individual and affection way of living. Those aspects put in evidence the middle age happening in a post-modern world may cause by means of questioning the human existence, in a series of transformation opportunities in a context of interpersonal relations, including the family and the society. This phase of development may proportionate to the coming generations values and beliefs that may give them opportunity to reason over the models and behavior patterns that are alternative ones to those present in the social relationships. The coming up of generations and the transmission of questionings doubts and hopes may be important tracks to be followed by those who really worry about the human existence. We can perceive as horizons that the meanings of the human existence are multiple and the phenomenology ontological-hermeneutical may contribute to wide the comprehension of the existence and may unveil by means of the language our way of living.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2003-06-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.