• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2006.tde-09022007-155352
Documento
Autor
Nome completo
Renata Maria Provinciali
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Figueiredo, Marco Antonio de Castro (Presidente)
Petean, Eucia Beatriz Lopes
Soares, Ana Cristina Nassif
Título em português
O convívio com HIV/aids em pessoas da terceira idade e suas representações: vulnerabilidade e enfrentamento
Palavras-chave em português
HIV/aids
representações
terceira idade
vulnerabilidade
Resumo em português
Atualmente, envelhecimento e HIV/aids são fenômenos cada vez mais convergentes em todo o mundo, levantando questões urgentes de solução sobre a compreensão deste processo no interior das sociedades atuais. Buscando identificar representações e características biopsicossociais de pessoas de terceira idade, no sentido de promover recursos para fazer frente à exclusão e vulnerabilidade deste seguimento da sociedade, o envelhecimento e a soropositividade para o HIV vem sendo foco de estudo das mais variadas áreas do conhecimento. Diante destas questões, este trabalho tem como objetivo estudar crenças e representações de pessoas idosas sobre o seu convívio com HIV/aids, visando compreender seus próprios sentidos e significados. Foram estudados 7 pacientes soropositivos para o HIV, cinco homens e duas mulheres, com idades variando entre 61 e 71 anos. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas para levantamento de crenças, além de coleta sobre história de vida. Análises de conteúdo sobre as transcrições das entrevistas, com base em categorias temáticas possibilitaram a identificação de três categorias gerais: (A) Terceira idade, (B) A soropositividade no cotidiano de pessoas idosas e (C) Relações afetivo-sexuais. Cognições relacionadas à terceira idade indicam que a velhice é vista como uma etapa do desenvolvimento, marcada por transformações físicas e emocionais, onde potencialidades e capacidades de antes, agora estão restringidas. A análise dos dados demonstra que a percepção de risco e práticas de prevenção não fizeram parte da vida destas pessoas antes da contaminação. O impacto da notícia do diagnóstico positivo desperta reações e sentimentos desestruturantes, como angústia, medo, desorientação e culpa. A busca por tratamentos médicos e auto-cuidado tornam-se meios de enfrentamento. A necessidade de silenciar-se em relação à sorologia positiva se faz presente no intuito de afastar o preconceito e a discriminação. A aids e a condição de soropositivo para o HIV são incorporados à vida destas pessoas de maneiras polarizadas: para uns é vista como mais um aspecto a ser vivenciado, não interferindo no modo de vida anterior ao diagnóstico, enquanto que para outros a soropositividade torna-se um incômodo constante e conviver com ela passa a requerer muito esforço. A despeito de mitos e crenças sobre a sexualidade do idoso, os resultados encontrados nos coloca frente a uma realidade que não pode ser ignorada, exigindo um novo dimensionamento para a concepção de futuros programas destinados à orientação e suporte a pessoas de terceira idade.
Título em inglês
Living with HIV/aids in third age individuals and theirs representations: vulnerability and confrontation.
Palavras-chave em inglês
HIV/AIDS
representations
third age
vulnerability
Resumo em inglês
At present, ageing and HIV/AIDS are converging phenomenons throughout the world, raising urgent solution issues for the understanding of this process inside society nowadays. In the search for the identification of biopsychosocial characteristics and representations of individuals in the third age, in order to provide resources to confront the exclusion and vulnerability of this segment of society, ageing and positive testing for HIV have been the focus of studies in various fields of knowledge. In the face of these issues, the objective of this paper is to study the personal beliefs and representations of elderly individuals living with HIV/AIDS, seeking to understand their feelings and meanings. Seven (7) HIV positive patients were studied: five men and two women, ages varying from 61- 71 years of age. Semi-structured interviews were carried out for the personal belief survey, as well as for the data collection of life history. Content analysis of interview transcripts, based on thematic categories, made it possible to identify three general categories: (A) Third age, (B) The effects of HIV positivity in the daily routine of the elderly and (C) Sexual-affectionate relationships. Third age is perceived as a stage in human development, marked by a series of physical and emotional transformations resulting in reduced potency and capacity. Data analysis demonstrates that risk and prevention practices were not part of these people?s lives before contamination. The impact of the news of a positive result awakens destructuring reactions and feelings, such as anguish, fear, disorientation and guilt. The search for medical treatments and self-care become means of facing the issue. The need for non-disclosure regarding positive serology is present in the intent of averting prejudice and discrimination. AIDS and the condition of being HIV positive are incorporated into the lives of these people in polarized ways: for some it is seen as one more aspect of life to be lived, which does not interfere in their way of living prior to the diagnosis, however, for others the positive result becomes a constant inconvenience and living with it requires a great deal of effort. Despite myths and beliefs about the sexuality of the elderly, the results found puts us face to face with a reality that cannot be ignored. It requires a new dimensioning for planning future programs aimed at giving orientation and support to people in the third age.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-03-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.