• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2004.tde-07072009-205319
Documento
Autor
Nome completo
Murilo dos Santos Moscheta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2004
Orientador
Banca examinadora
Santos, Manoel Antonio dos (Presidente)
Paiva, Vera Silvia Facciolla
Vieira, Elisabeth Meloni
Título em português
Construindo a diferença: a intimidade conjugal em casais de homens homossexuais
Palavras-chave em português
conjugalidade
homossexualidade
teoria queer
Resumo em português
O emergir deste novo século traz consigo mudanças significativas nas estruturas sociais, políticas e econômicas. Especificamente na esfera social, assistimos a reconfiguração dos modelos familiares, antes presos a estrutura patriarcal e nuclear, e hoje abertos a inúmeras possibilidades, dentre as quais os casais homossexuais. As discussões acerca dessas relações têm ganhado fôlego e visibilidade e seus debates transitam entre o campo político, jurídico, religioso, moral e científico. Observa-se uma relativa tendência dentro da academia e da prática psicológica de buscar uma postura não estigmatizante e preconceituosa. Em contrapartida, a literatura científica que trata do tema é escassa e os estudos nacionais são ainda mais raros. Neste sentido, este estudo qualitativo teve como objetivo conhecer de maneira aprofundada a experiência conjugal de casais homossexuais à luz das transformações da intimidade na contemporaneidade. Acredita-se que tal conhecimento pode oferecer subsídios para o planejamento e execução de intervenções psicológicas que considerem as necessidades e características específicas dessa população. Para isso, foram realizadas entrevistas abertas com seis casais homossexuais masculinos de Ribeirão Preto, constituídos de parceiros adultos com pelo menos três anos de coabitação. As entrevistas foram áudio-gravadas, transcritas na íntegra e submetidas à análise de conteúdo temática. Como complementação, foi mantido um diário de campo para registro de impressões e acontecimentos durante a fase de coleta de dados. A partir da análise do material pôde-se identificar que o processo de construção da relação desses casais é marcado pela busca de modelos de relacionamento em que ora leva a comparação ao modelo heterossexual dominante, ora culmina com o desenvolvimento criativo de um estilo particular de conjugalidade. Os casais relatam esforço de negociação das diferenças que emergem ao longo da história da relação e que demandam mudanças contínuas. Tais mudanças imprimem um caráter transformador à experiência conjugal. Os ritos que os casais desenvolvem atuam como forma de circunscrever os limites da relação, marcar o tempo e as fases compartilhadas e de oferecer segurança na medida em que produzem uma tradição confortante. Além disso, a relação homossexual é produzida em contínuo diálogo com as instâncias sociais que muitas vezes, por preconceito e discriminação, limitam e isolam a experiência conjugal, constituindo uma fonte de angústia. Nesse sentido, a ciência psicológica pode contribuir favorecendo a criação de espaços e contextos dialógicos onde esses casais possam encontrar apoio e auxílio na construção de seus relacionamentos.
Título em inglês
Making difference: conjugal intimacy in homosexual male couples
Palavras-chave em inglês
conjugality
homosexuality
queer theory
Resumo em inglês
The new century has brought meaningful changes in social, political and economical structures. In the social arena, we can notice a reconfiguration of familiar models, once bound to a nuclear and patriarchal standard, and nowadays open to several possible configurations, from among homosexual couples. The debate around such relations is getting louder and visible and its outcomes move in the political, legal, religious, moral and scientific fields. It can be noticed a relative bias either in the academic discussion or in psychological practice to search for a non-stigmatizing approach. On the other hand, scientific literature concerning this subject is scarce and national studies are even rarer. Thus, this qualitative study aimed at understanding the conjugal experience of male homosexual couples as part of the contemporary transformations on intimacy. We believe that such understanding can subsidize the planning and execution of psychological interventions designed to meet the specific characteristics and needs of this population. Six male adult homosexual couples from Ribeirão Preto with at least three years of cohabitation were interviewed. The interviews were audio-recorded, fully transcribed and submitted to a content analysis. A field diary was kept as a complementary form of data collection, in which impressions and especial events were registered. The interviews analysis shows that the process though which the couples construct their relations is marked by the search for relationship standards that either leads to a comparison to the dominant heterosexual model, or ends up in the creative development of a particular conjugal pattern. The couples report effort to negotiate the differences that emerges during the history of the relationship and that demands continuous changes. Such changes determine a transformative character to the conjugal experience. Rites developed inside the relationship works as forms of circumscribing the relations boundaries, marking time and stages and offering security once they produce a comfortable tradition. Furthermore, homosexual relationships are produced in a continuous dialogue with social instances that, often by prejudice and discrimination, constrain and isolate the conjugal experience, constituting a source of distress. In this sense, Psychology can contribute favoring the creation of dialogical contexts where these couples may find support in the construction of their relationships.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-07-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.