• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Juliene Madureira Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Amorim, Katia de Souza (Presidente)
Dechichi, Claudia
Oliveira, Zilma de Moraes Ramos de
Prieto, Rosangela Gavioli
Rutanen, Niina Annika
Título em português
Crianças com déficit intelectual e processos interacionais com pares na pré-escola: reflexões sobre desenvolvimento
Palavras-chave em português
Déficit intelectual
Desenvolvimento humano
Educação infantil
Interação de pares
Resumo em português
A presente tese de doutorado tangencia a temática da Inclusão Escolar a partir da análise dos processos de interação de pares em contexto de Educação Infantil. Dentro desse complexo e amplo fenômeno, o foco do processo investigativo recaiu sobre as possibilidades de desenvolvimento da criança com déficit intelectual, discutindo, a partir da perspectiva Histórico-Cultural, o conceito teórico da Zona de Desenvolvimento Proximal de Lev S. Vygotsky. A partir desse recorte, buscou-se apreender os processos interativos de crianças com e sem déficit intelectual no contexto institucional escolar, analisar como as relações estabelecidas entre pares são construídas e, nessa construção, como possibilitam a transformação das habilidades potenciais em habilidades reais, em diferentes atividades. O objetivo específico foi identificar se existiam indícios empíricos que sustentariam a discussão conceitual de que o impacto das regulações e corregulações de comportamento por pares de idade também poderia ser considerado elemento que cria Zonas de Desenvolvimento Proximal às crianças com déficit intelectual. Para tanto, optou-se por desenvolver um processo investigativo de base epistemológica qualitativa, a partir das contribuições teóricas provenientes da Rede de Significações, por meio de três diferentes recursos de coleta de dados: o vídeo registro, as entrevistas semiestruturadas e o diário de campo. Os participantes da pesquisa foram três crianças pivôs diagnosticadas como tendo déficit intelectual, de idade entre três anos e meio e cinco anos, de duas Instituições de Educação Infantil. Para além, foram considerados participantes os familiares das três crianças, seus respectivos professores e as demais crianças que compartilhavam o contexto institucional. A análise dos dados foi realizada em três etapas distintas. Na primeira etapa, às entrevistas foi aplicada uma metodologia de análise de conteúdo, permitindo que informações do histórico familiar, a partir dos relatos das mães e sobre as concepções pedagógicas dos professores, fossem explicitadas e trabalhadas. Para além, analisaram-se os vídeos registros, considerando como elemento central os contatos físicos entre as crianças. Na segunda etapa, uma nova análise foi realizada junto ao material de vídeo, neste momento priorizando a análise microgenética dos episódios de regulações de comportamento no campo interativo. Na terceira e última etapa, a microgenética foi utilizada novamente, longitudinalmente, agora privilegiando os episódios interativos em que foram identificadas corregulações de comportamento. As três etapas de análise resultaram nos seguintes elementos: (1) a configuração do espaço\atividade pode interferir na quantidade de contatos físicos nas interações de pares, sendo o ritmo das atividades e a presença (ou ausência) direta do adulto um fator que influencia nas iniciativas da interação; (2) o contato físico se configurou por meio de diferentes comportamentos\gestos e em meio a diversas situações, representando as distintas, ambíguas e complementares formas de estabelecer contato com o outro; (3) há reciprocidade na busca por interação; (4) a atenção conjunta e o compartilhamento de objetos representam elementos fundamentais, permitindo a possibilidade da reciprocidade na troca de informações (corregulação); (5) foram identificadas, em todos os três casos, transformações na forma como as interações são constituídas ao longo do tempo, apresentando um gradativo aumento na sua complexidade; (6) as aprendizagens construídas nas corregulações de comportamento foram diversificadas, ora tangenciando aspectos sociais do processo de escolarização, ora se referindo a uma atividade específica; (7) a imitação aparece como elemento central e estruturador dos processos regulatórios; e, (8) o interesse\envolvimento dos pares no fazer conjunto com a criança pivô e o percurso histórico dessas interações no cotidiano escolar desempenharam um papel importante na criação das Zonas de Desenvolvimento Proximais e de desenvolvimento dos participantes pivôs. A partir dos resultados, defende-se que na interação de pares são criadas Zonas de Desenvolvimento Proximal, o que permite a reflexão sobre o papel do par no processo de aprendizagem, desenvolvimento e inclusão da criança com déficit intelectual em contextos escolares de Educação Infantil
Título em inglês
Children with intellectual disability and peer interaction in Early Childhood Education: reflections about development
Palavras-chave em inglês
Early childhood education
Human Development
Intellectual deficit
Peer interaction
Resumo em inglês
This thesis focused on the theme of Inclusive Education from the analysis of peers interactional processes in Early Childhood context. Within this complex and broad phenomenon, the investigative process concentrated on the possibilities of development of the child with intellectual deficit, discussing from the Historical-Cultural perspective the theoretical concept of Zone of Proximal Development, by Lev S. Vygotsky. We sought to understand the interactive processes of children with and without intellectual deficit in the school institutional context; to analyze how the relationships peer interaction are constructed and, in this construction, how they enable the transformation of potential abilities into real, in different activities. The specific objective was to identify if there is empirical evidence that would support the conceptual discussion that the impact of age-adjusted behavioral regulation and co-regulation could also be considered as an element that creates Zones of Proximal Development for children with intellectual deficit. In order to do so, we adopted a qualitative epistemological basis research process, based on theoretical contributions from the Network of Meanings, through three different data collection resources: video recording, semi-structured interviews and the field diary. The participants were three children aged between three and a half and five years of two Early Childhood Education Institutions, diagnosed with intellectual deficit. In addition, the families of the three pivot children and their respective teachers were considered as participants. Data analysis was performed in three distinct stages. In the first stage, a content analysis methodology was applied to the interviews, allowing information on the family history from the mothers' reports and on the pedagogical conceptions of the teachers to be explained and worked out. In addition, we analyzed the video recordings considering as central element the physical contacts between the children. In the second stage, a new analysis was performed with the video material, prioritizing the microgenetic analysis of the episodes of behavior regulation in the interactive field. In the third and last stage, the microgenetic was used again, now privileging the interactive episodes in which behavioral modifications were identified. The three stages of analysis resulted in the following elements: (1) the configuration of space \ activity may interfere in the amount of physical contacts in the pair interactions, with the activity rhythm and adult presence (or absence) being a factor influencing the Interaction initiatives; (2) physical contacts are shaped by different behaviors and gestures and in the midst of various situations, representing the distinct, ambiguous and complementary ways of establishing contact with the Other; (3) there is reciprocity in the search for interaction; (4) joint attention and the sharing of objects represent fundamental elements, allowing the possibility of reciprocity in the exchange of information (co-regulation); (5) transformations were identified in all three cases in the way interactions are constituted over time, presenting a gradual increase in their complexity; (6) the learning constructed in the behavioral configurations were diversified, sometimes involving social aspects of the schooling process, sometimes referring to a specific activity; (7) imitation appears as the central and structuring element of regulatory processes; And (8) the interest and involvement of peers in the joint development of the pivotal child and the historical course of these interactions in the daily school life played an important role in the creation of the Proximal Development Zones and the development of the pivot participants. From the results, we defend that the peer interaction creates situation, which can be understood as Zones of Proximal Development, and we point towards the reflection of the active role of peers to the learning, development and inclusion of children with intellectual disabilities within Early Childhood Educational contexts
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.