• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2018.tde-05042018-151528
Documento
Autor
Nome completo
Marcelle de Oliveira Coelho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Jose Lino Oliveira (Presidente)
Garcia, Ricardo Basso
Silva, Raquel Cocenas da
Soares, Edvaldo
Título em português
Efeitos de propriedades hedônicas de estímulos musicais sobre o tempo subjetivo em idosos
Palavras-chave em português
Emoção
Envelhecimento
Estímulo musical
Percepção do tempo
Tempo subjetivo
Resumo em português
Estudos sugerem mudanças na percepção do tempo subjetivo com o envelhecimento, sendo comum a afirmação de que o tempo passa mais rapidamente com o aumento da idade. Alguns dos fatores estudados que afetam o tempo subjetivo são as emoções e o valor hedônico associado a estímulos musicais. Este estudo verificou se aspectos emocionais relacionados a diferentes estímulos musicais interferem na percepção subjetiva do tempo em diferentes fases da velhice. 54 pessoas de 50 até 90 anos de idade participaram do estudo. Foram apresentados quatro estímulos musicais para os diferentes grupos de idade e o tempo foi estimado pelo participante segundo o paradigma prospectivo, através da reprodução temporal. Os resultados mostraram que houve diferença nos tempos reproduzidos entre as categorias emocionais Alegria e Tristeza. Os estímulos Alegres foram percebidos como mais longos que os Tristes para todos os participantes. Foram encontradas diferenças significativas entre o grupo abaixo de 60 anos e o grupo acima de 80 anos, com reproduções mais curtas para o grupo abaixo de 60 anos. A música Triste apresentou correlação positiva significativa entre o tempo subjetivo e idade, com tempo subjetivo mais longo com o aumento da idade. De modo geral, foi verificado que todos os participantes subestimaram o tempo, e uma tendência a um aumento do tempo reproduzido em relação ao aumento da idade, se aproximando mais do valor real de duração do estímulo musical
Título em inglês
Effects of hedonic properties of musical stimulus on the subjective time of the elderly
Palavras-chave em inglês
Aging
Emotion
Musical stimuli
Subjective time
Time perception
Resumo em inglês
Studies suggest changes on the perception of subjective time with aging, being ordinary the statement that says "time goes by faster" with the increasing of age. Some of the factors that affect subjective time are the emotions and the hedonic value associated to musical stimulus. This study verified if emotional aspects related to different musical stimulus interfere on the subjective perception of time on different stages of old age. 54 people between 50 and 90 years old participated on the study. Four musical stimuli were presented to different age groups and time was estimated by the participant according to the prospective paradigm, through temporal reproduction. The results showed that there was a difference on reproduced times between the emotional categories Happiness and Sadness. Happy stimuli were longer than the Sad ones for all participants. Significant differences were found between the group under 60 years old and the group older than 80 years old, with shorter reproduction found in the group under 60 years old. Sad music presented meaningful positive correlation between subjective time and age, with longer subjective time with aging. Generally, it was verified that all participants underestimated time, along with a tendency to increase reproduced time related with aging, getting closer to the real value of the duration of musical stimulus
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.