• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2004.tde-05032007-111354
Documento
Autor
Nome completo
Idalina Shiraishi Kakeshita
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2004
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Sebastiao de Sousa (Presidente)
Santos, Jose Ernesto dos
Silva, Jose Aparecido da
Título em português
Estudo das relações entre o estado nutricional, a percepção da imagem corporal e o comportamento alimentar em adultos
Palavras-chave em português
comportamento alimentar
estado nutricional
obesidade
percepção da imagem corporal
Resumo em português
Com a transição nutricional, da desnutrição para a obesidade, característica dos países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil, o enfoque das pesquisas sobre o estado nutricional vem se voltando para a questão da obesidade. São escassos, particularmente no Brasil, estudos consistentes na área da nutrição voltados à relação do estado nutricional com o comportamento humano, especificamente no que concerne à percepção subjetiva das pessoas em relação ao seu próprio corpo. A percepção da imagem corporal tem sido sistematicamente associada a transtornos do comportamento alimentar, como a anorexia nervosa, a bulimia e a obesidade. Uma das questões seria qual a relação da percepção da imagem corporal nas atitudes e comportamentos alimentares das pessoas, na comunidade em geral, sem diagnóstico específico de transtornos alimentares. Haveria alguma relação com o estado nutricional, ou com alguma característica específica do comportamento alimentar? Este trabalho tem por objetivo responder estas questões. Para avaliação do estado nutricional foi considerada a classificação do Índice de Massa Corporal (IMC) proposta pela Organização Mundial de Saúde. A escala de figuras de silhuetas foi especialmente construída, assim como a escala tipo Likert. Os métodos psicométricos de aplicação foram criteriosamente selecionados, como validadas as escalas de comportamento alimentar e percepção da imagem corporal. A análise dos resultados sobre a percepção da imagem corporal demonstrou que homens tendem a subestimam seu tamanho corporal independentemente da classe de IMC a que pertençam, enquanto mulheres de IMC normal, ou portadoras de sobrepeso, tendem a superestimar seu tamanho corporal. As mulheres obesas tendem a subestimá-lo, como os homens. Os resultados obtidos sugerem relativa insatisfação tanto de homens como mulheres com o tamanho corporal.
Título em inglês
The study of relations between Nutritional Status, Body Image Perception, and Eating Behavior in adults.
Palavras-chave em inglês
body image perception
eating behavior.
nutritional status
obesity
Resumo em inglês
With the nutritional transition from malnutrition to obesity, which is a feature of countries like Brazil, that are still going through a growth process, the focus of researches on the nutritional status are now turning to obesity. Studies on the nutritional area that relate the nutritional status with the human behavior are rare, especially when it comes to the subjective perception of one?s own body. The body image perception has been systematically associated with eating behavior distortions, such as anorexia nervosa, bulimia nervosa and obesity. One of the questions that are raised is what would be the relation between one?s body image perception and this person?s attitudes and eating behavior, in subjects without a specific diagnosis for eating disorders. Would it be related to the nutritional status or to any specific characteristic of the nutritional behavior? The objective of this work is to answer these questions. To evaluate the nutritional status, the BMI (body mass index) was considered on the basis of the World Health Organization classification. The Contour Drawing Rating Scale and Likert-type Scale were especially made for the present study. The psychometric methods of application, the eating behavior scales and the body image perception scales have been validated. Results showed that men tend to underestimate their body size, independently from the BMI class to which they belong, while women with regular BMI or with overweight tend to overestimate their body size. Obese women tend to underestimate it, just like men. The results also suggest an apparent dissatisfaction of both men and women with their body sizes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Dissertacaopdf.pdf (320.14 Kbytes)
Data de Publicação
2007-03-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.