• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Priscila Bruno Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Claro, Kleber Del (Presidente)
Alves, Maria Alice dos Santos
Moreira, Vanessa Stefani Sul
Santos, Isabel Alves dos
Título em português
Interação formiga-planta-polinizador em Palicourea rigida (Rubiaceae) no cerrado: quando a proteção contra a herbivoria impacta negativamente a ação dos polinizadores
Palavras-chave em português
Defesa biótica
Interação inseto-planta
Mutualismo de proteção
Nectários pericarpiais
Polinização
Resumo em português
Os nectários extraflorais (NEFs) são estruturas produtoras de néctar, não relacionadas com a polinização, mas podem estar presentes em partes tanto vegetativas quanto reprodutivas da planta. Essas estruturas atraem uma grande diversidade de artrópodes, principalmente formigas, as quais protegem as plantas do ataque de herbívoros. Em geral, essas interações formiga-planta mediadas por NEFs são positivas, no entanto, em alguns casos podem apresentar efeitos negativos, interferindo diretamente no valor adaptativo da planta. Diante dessa perspectiva, este estudo objetivou avaliar se a atração de formigas para proteção contra o ataque de herbívoros, causa indiretamente um impacto sobre a polinização, influenciando, consequentemente, no sucesso reprodutivo de Palicourea rigida. Esta Rubiaceae é um arbusto muito comum no Cerrado, que apresenta nectários pericarpiais (NPs NEFs localizados em frutos). A principal hipótese do trabalho foi que as formigas beneficiam P. rigida, reduzindo a ação de herbívoros foliares, mas ao mesmo tempo interferem no sucesso reprodutivo da planta, pois inibem a ação dos principais polinizadores. O estudo foi desenvolvido entre novembro de 2016 e fevereiro de 2017 na reserva ecológica do Clube Caça e Pesca Itororó de Uberlândia, no município de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, área que apresenta como principal fitofisionomia o cerrado sentido restrito. Os resultados corroboraram a hipótese principal, demonstrando que de fato as formigas protegem a planta, reduzindo a ação de herbívoros foliares, mas que dependendo da espécie de formiga podem interferir negativamente na formação de frutos, já que inibem a ação dos principais polinizadores da planta os beija-flores. Nosso estudo revela que Palicourea rigida possui um sistema complexo de interações, envolvendo formiga-planta-polinizador, sendo esse o primeiro estudo a avaliar os custos indiretos de um mutualismo protetivo formiga-planta sobre o valor adaptativo direto (produção de frutos) em plantas polinizadas por aves.
Título em inglês
Ant-plant-pollinator interaction in the Cerrado, Rubiaceae, Palicourea rigida: when the protection against herbivory negatively impacts the action of pollinators
Palavras-chave em inglês
Biotic defense
Insect-plant interaction
Pericarpial nectaries (PN)
Pollination
Protective mutualism
Resumo em inglês
Extrafloral nectaries (EFNs) are glands that produce nectar not related to pollination and may be present in both vegetative and reproductive plant parts. These structures attract a great diversity of arthropods, mainly ants, which protect plants from herbivorous attack. In general, ant-plant interactions mediated by EFNs are positive, however, in some cases they may have negative effects, interfering directly in plants fitness. From this perspective, our study aimed to evaluates whether the attraction of ants by an EFNs bearing plant, effectively protects the vegetable against herbivorous attack, but indirectly has anegative impact on pollination. We used as a model, Palicourea rigida (Rubiaceae), a common shrub in the Cerrado, that presents pericarpial nectaries (PNs - EFNs located in fruits). The main hypothesis of the work was that ants benefits P. rigida, reducing the action of foliar herbivores, but at the same time negatively interfere on its reproductive success by inhibiting the action of the main pollinators. The field work was developed between November 2016 and February 2017, in the ecological cerrado reserve of the Clube Caça e Pesca Itororó de Uberlândia, in Uberlândia city, Minas Gerais, Brazil. The results corroborated our main hypothesis, demonstrating that ants in fact protect the plant reducing the action of foliar herbivores and can, depending on the ant species, negatively interfere in fruit set, since they inhibit the action of the main pollinators - the hummingbirds. These results show that P. rigida has a complex system of interactions, involving ant-plant-pollinator. This is the first study to evaluate the indirect costs of ant-plant mutualism on the fruit set of a plant pollinated by birds.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.