• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2005.tde-29082007-154313
Documento
Autor
Nome completo
Marcia Terumi Uehara
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2005
Orientador
Banca examinadora
Gobbi, Nivar (Presidente)
Dias Filho, Manoel Martins
Farinha, Ana Eugênia de Carvalho Campos
Lyra, Jairo Roberto Mendonça
Ruiz, Sonia Silveira
Título em português
Estratégias de parasitismo da vespa parasitóide Cotesia flavipes, Cameron, 1891 (Hymenoptera:Braconidae)
Palavras-chave em português
comportamento de oviposição
controle biológico
Cotesia flavipes
densidade.
Diatraea saccharalis
idade
parasitóide
Resumo em português
Cotesia flavipes é uma vespa endoparasitóide introduzida no Brasil para controlar biologicamente o hospedeiro Diatraea saccharalis, conhecida como a broca da cana-de-açúcar. Estes insetos são criados há mais de trinta anos no Brasil em laboratórios de criação massal. Em épocas de boa produtividade de fêmeas nos laboratórios de criação massal os parasitóides são utilizados logo após a emergência. Porém, em alguns períodos do ano, a produção de insetos apresenta com a razão sexual desviada para machos então, os insetos são utilizados após 24 horas, para tentar garantir a cópula. O objetivo deste trabalho foi comparar a eficiência de C.flavipes de três idades (0, 24 e 48h) no parasitismo de D. saccharalis de 5° instar e com a densidade de 3 hospedeiros. Três hospedeiros foram oferecidos à fêmea parasitóide para que a mesma realizasse as posturas em um curto intervalo de tempo e com densidade fixa. Verificou-se que C. flavipes das três idades foram capazes de parasitar os 3 hospedeiros oferecidos para oviposição e também de gerar prole nos mesmos. Porém, os hospedeiros que receberam a primeira postura das vespas com 0, 24 e 48 de idade tiveram o maior tamanho de prole. Houve diferença no tamanho da prole para as 3ª lagartas parasitadas de 24 e 48 horas de idade enquanto as vespas de 0 h parasitaram, mas não geraram prole no hospedeiro D. saccharalis. Mas, quando comparou-se estatisticamente o a média das três idades o tamanho da prole foi igual. A razão sexual tambémfoi estatisticamente igual em todas idades e nas três posturas. Concluí-se que C. flavipes de 0, 24 e 48 horas de idade são igualmente eficientes no parasitismo de Diatraea saccharalis.
Título em inglês
Comparison between three ages of the parasitoid Cotesia flavipes in the parasitism of Diatraea saccharalis
Palavras-chave em inglês
age
biological control
Cotesia flavipes
density.
Diatraea saccharalis
oviposition
parasitoids
Resumo em inglês
Cotesia flavipes is an endoparasitoid wasp introduced in Brazil to biologically control the host Diatraea saccharalis, commonly known as the sugar cane drill. These insects have been reared for more than thirty years in Brazil, in massal rearing creation laboratories. In times of good female productivity in massal rearing creation laboratories, the parasitoids are used immediately after emergence. Though, in certain periods of the year, insect production presents a sex ratio towards males, so the insects are used after 24 hours in order to guarantee copulation. The objective of this work was to compare the efficiency of C. flavipes of three ages (0, 24 and 48h) in the parasitism of 5th instar D. saccharalis with a density of three hosts. Three hosts were offered to a female parasitoid so that she would deposit eggs in a short time interval with a fixed density. The study verified that C. flavipes of all three ages was capable of parasitizing the three hosts offered for oviposition and also of generating offspring from them. Though, the host which received the wasps first deposit with 0, 24 and 48h of age, had the largest number of offspring. There was a difference in the number of offspring for the third parasitized caterpillar for wasps? aged 24 and 48 h, while newly emerged (0h) wasps parasitized the host D. saccharalis without generating offspring. Although, when the means for the three ages were compared statistically, offspring sizes were equal. Sexual bias was also statistically equal in all three ages and in the three deposits. We conclude that C. flavipes aged 0, 24 and 48 h are equally efficient in the parasitism of D. saccharalis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarciaTerumi.pdf (365.01 Kbytes)
siginifica que o arquivo pode ser somente acessado dentro da Universidade de São Paulo.
Data de Publicação
2007-09-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.