• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2001.tde-12122001-120739
Documento
Autor
Nome completo
Edson Luiz Lopes Baldin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2001
Orientador
Banca examinadora
Lara, Fernando Mesquita (Presidente)
Arthur, Valter
Boiça Junior, Arlindo Leal
Campos, Alcebiades Ribeiro
Vendramim, Jose Djair
Título em português
Efeitos do tempo e da temperatura de armazenamento de grãos de feijoeiro Phaseolus vulgaris L. na manifestação da resistência ao caruncho Acanthoscelides obtectus (Say, 1831)(Coleoptera: Bruchidae).
Palavras-chave em português
Acanthoscelides obtectus
bruchidae
grãos armazenados
resistência de plantas a insetos
Resumo em português
Visando avaliar os efeitos do tempo e da temperatura de armazenamento de grãos de feijoeiro, Phaseolus vulgaris L., sobre a manifestação da resistência ao caruncho Acanthoscelides obtectus (Say, 1831), realizaram-se ensaios com e sem chance de escolha sob condições de laboratório. Em casa-de-vegetação avaliou-se a preferência para oviposição e os danos causados pelo caruncho em vagens e grãos. Os genótipos utilizados nos ensaios foram Arc.1S, Arc.3S, Arc.5S, Carioca Pitoco, Ipa 6, Porrillo 70, Onix, Arc.1, Arc.2, Arc.3 e Arc.4. Em teste com chance de escolha utilizando-se grãos de diferentes idades, observou-se que os genótipos selvagens Arc.1S e Arc.5S expressaram antibiose e/ou não-preferência para alimentação como mecanismos de resistência a A. obtectus; os genótipos Arc.1 e Arc.2 apresentaram somente antibiose; já Arc.3S expressou não-preferência para oviposição e baixos níveis de antibiose. Em teste sem chance de escolha, os genótipos Arc.1S, Arc.3S, Arc.5S, Arc.1 e Arc.2 expressaram antibiose. Em teste onde avaliou-se a influência do tamanho de grãos na manifestação da resistência, os genótipos selvagens Arc.1S, Arc.3S e Arc.5S expressaram antibiose e/ou não-preferência para alimentação; Arc.1 e Arc.2 expressaram antibiose. No estudo com grãos armazenados sob diferentes temperaturas observou-se antibiose em grãos de Arc.1S e Arc.2, independentemente da temperatura em que estiveram confinados; já com Arc.1, notou-se que os efeitos antibióticos de seus grãos foram reduzidos à medida que a temperatura de armazenamento se elevou. Constatou-se também que 25°C não é a melhor temperatura para discriminar genótipos em estudos de resistência, comparativamente à 20°C e 30°C. Em casa-de-vegetação observou-se que as vagens e grãos do genótipo Arc.4 foram mais preferidos para oviposição e alimentação por A. obtectus em relação aos demais materiais; por sua vez Arc.1, Arc.5S, Ipa 6, Arc.3S e Porrillo 70 revelaram-se menos preferidos para oviposição e alimentação pelo caruncho.
Título em inglês
Effects of the time and temperature of storage bean grains Phaseolus vulgaris L. on the expression of the resistance to the bean weevil Acanthoscelides obtectus (Say, 1831) (Coleoptera: Bruchidae).
Palavras-chave em inglês
host plant resistance
storage grains
Resumo em inglês
Aiming to evaluate the effects of the time and temperatures of storage bean grains Phaseolus vulgaris L. on the expression of the resistance to the bean weevil Acanthoscelides obtectus (Say, 1831), free and no choice tests were accomplished under laboratory conditions. The preference for oviposition and damages caused by the weevil in pods and grains were evaluated under greenhouse conditions. The genotypes used in the assays were Arc.1S, Arc.3S, Arc.5S, Carioca Pitoco, Ipa 6, Porrillo 70, Onix, Arc.1, Arc.2, Arc.3 and Arc.4. In free choice test using grains of different ages, the wild genotypes Arc.1S and Arc.5S expressed antibiosis and/or no-preference for feeding as resistance mechanisms to A. obtectus; the genotypes Arc.1 and Arc.2 presented only antibiosis; Arc.3S expressed no-preference for oviposition and low antibiosis levels. In no-choice test, the genotypes Arc.1S, Arc.3S, Arc.5S, Arc.1 and Arc.2 expressed antibiosis. In test where the influence of the size of grains was evaluated in the expression of resistance, the wild genotypes Arc.1S, Arc.3S and Arc.5S expressed antibiosis and/or no-preference for feeding; Arc.1 and Arc.2 expressed antibiosis. In the study with grains stored under different temperatures, antibiosis was observed in grains of Arc.1S and Arc.2, independently of the confinement temperature; in Arc.1, it was observed that the antibiotic effects of its grains were reduced as the storage temperature increased. It was also verified that 25°C was not the best temperature to discriminate genotypes in studies of resistance, comparatively to 20°C and 30°C. In greenhouse the pods and grains of Arc.4 were the most preferred for oviposition and feeding by A. obtectus, comparing to the other materials; Arc.1, Arc.5S, Ipa 6, Arc.3S and Porrillo 70 were the least preferred for oviposition and feeding by the bean weevil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
teseEdsonBaldin.pdf (1.08 Mbytes)
Data de Publicação
2001-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.