• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2010.tde-12082010-141918
Documento
Autor
Nome completo
Patricio José de Oliveira Neto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Salata, Luiz Antonio (Presidente)
Barros, Valdemar Mallet da Rocha
Scarparo, Henrique Clasen
Título em português
Estudo comparativo da fixação e integração de enxertos ósseos 'onlay' com o uso de n-Butil-2-Cianocrilato ou parafuso de titânio. Estudo histológico, imunohistoquímico e tomográfico em coelhos
Palavras-chave em português
Avaliação Histológica
Avaliação Tomográfica
Cianocrilato
Enxerto Ósseo Onlay
Fixação de Enxertos Ósseos
Imunohistoquímica
Reparo Ósseo
Resumo em português
Alguns trabalhos sobre a resposta do tecido ósseo ao Cianocrilato podem ser encontrados na literatura, embora nenhum deles avalie a resposta histológica e a fixação de enxertos ósseos onlay com o N-Butil-2-Cianocrilato (Indermil™). O objetivo do estudo proposto foi (1) analisar a manutenção do volume de enxertos ósseos onlay fixados à mandíbula de coelhos usando N-Butil-2-Cianocrilato (NB-Cn) ou parafuso de titânio, assim como avaliar (2) a remodelação e incorporação desses enxertos ao leito receptor e também (3) observar a diferença do nível de expressão da proteína tartarato-resistente ácido fosfatase (Trap) envolvida na absorção dos mesmos na presença do NB-Cn e do parafuso de titânio. Dezoito coelhos adultos foram envolvidos nesse estudo. Dois blocos ósseos provenientes da calvária dos coelhos foram transplantados para a mandíbula, em que de um lado do leito receptor o osso autógeno foi fixado com parafuso de osteossíntese (Grupo I - controle), e do outro lado com NB-Cn (Grupo II). Após o procedimento cirúrgico, os animais foram submetidos a exame tomográfico. O sacrifício dos animais ocorreu após 1 (n=9) e 6 (n=9) semanas do procedimento cirúrgico inicial, quando então os animais foram submetidos à nova tomografia. As imagens de tomografia foram usadas para estimativa da manutenção do volume dos enxertos. Cortes histológicos das áreas enxertadas foram preparados para se avaliar o reparo dos enxertos ósseos no sítio receptor e o nível de expressão da proteína Trap. Os resultados tomográficos mostraram melhor manutenção do volume dos enxertos fixados com NB-Cn (p≤0,05) em comparação àqueles fixados com parafuso, em ambos os tempos experimentais. Na avaliação imunohistoquímica, observou-se que a marcação da proteína Trap no período de 6 semanas foi significativamente maior em comparação ao tempo de 1 semana, sem apresentar diferença significante entre os grupos. A análise histológica revelou que embora o NB-Cn tenha provocado a destruição do periósteo, a estabilidade promovida pela cola permitiu que a revascularização e incorporação do enxerto ocorresse de forma semelhante ao grupo controle. Esses resultados indicam que o NB-Cn se comportou de forma superior ao parafuso como material de osteossínte. No entanto, estudos adicionais são necessários para se investigar a toxicidade deste composto quando utilizado como meio de fixação óssea.
Título em inglês
Comparative study of the fixation and integration of "onlay" bone grafts with the use of n-Butyl-2-cyanoacrylate or titanium screw. Histological, immunohistochemical and CT in rabbits
Palavras-chave em inglês
Bone Graft Fixation
Cyanocrylate
Healing Bone
Histologic evaluation
Immunohistochemistry
Onlay Bone Graft
Tomographic evaluation
Resumo em inglês
Some experimental studies on the bone tissue responses to cyanoacrylate can be found in the literature, although neither evaluating the histological response and the fixation of onlay bone grafts with Indermil™. The aim of the proposed study is (1) to analyze the bone grafts volume maintenance fixed to the mandible of rabbits using Indermil™ or titanium screw, as well as (2) assess the healing of onlay grafts to the recipient bed and (3) the differences of level expression of Trap protein involved in reabsortion of these bone grafts using Indermil™ or an osteosynthesis screw. Eighteen adult New Zealand White rabbits were submitted to calvaria onlay bone grafts on both sides of the mandible. On one side the onlay bone graft were fixated with Indermil™, and on the other side bone graft with an osteosynthesis screw. The wounds were then closed, and a computed tomography was realized immediately after this procedure. The animals were killed after 1 (n=9) and 6 weeks (n=9), then the animals were submitted to another computed tomography (CT). The CT images were used to estimate the bone grafts volume maintenance. Histological sections of the grafted areas were prepared to evaluate the healing of bone grafts in the receptor site and the expression level of Trap protein. The CT scan showed better volume maintenance of the bone grafts fixed with Indermil™ (p≤0.05) compared to those fixed with screws, in both the experimental times. The immunohistochemical evaluation showed that the protein Trap expression in 6-week period was significantly higher compared to the 1-week period, without showing significant difference between the groups. Histological analysis revealed that although the Indermil™ has caused the destruction of the periosteum, the stability provided by the glue allowed that the bone graft revascularization and incorporation has occurred in a similar manner to the control group. These results indicate that the Indermi™ behaved than the screw as osteosynthesys material. However, further studies are needed to investigate the toxicity of this compound when used as a means of bone fixation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.