• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Silvana Aparecida Fernandes Polizeli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Corona, Silmara Aparecida Milori (Presidente)
Colucci, Vivian
Daldegan, Andiara de Rossi
Gabriel, Aline Evangelista de Souza
Rastelli, Alessandra Nara de Souza
Título em português
Remoção seletiva de lesões de cárie em molares decíduos utilizando laser de Er:YAG: avaliação clínica das restaurações e dos níveis de cortisol salivar
Palavras-chave em português
Cárie dentária
Crianças
Dente decíduo
Dentes molares
Lasers
Resumo em português
A odontologia minimamente invasiva sugere que durante a realização de preparos cavitários se remova menor quantidade de substrato dentário sadio associado ao uso de materiais adesivos, com o intuito de oferecer durante o tratamento odontológico menor ansiedade e maior conforto ao paciente. Esse estudo teve por objetivo avaliar os níveis de cortisol salivar da criança durante a remoção seletiva de lesões de cárie utilizando laser de Er:YAG e posterior análise longitudinal das restaurações realizadas. Foram selecionadas crianças entre 7 a 10 anos, que apresentassem duas lesões de cárie ativas em dentina localizadas nas superfícies oclusal e proximal (classe II) de molares decíduos. Os dentes de cada criança foram distribuídos em dois grupos aleatoriamente: 1) Laser de Er:YAG (250mJ/4 Hz) e 2) Método convencional (baixa rotação). A dosagem do hormônio cortisol foi realizada por meio de análise imunoenzimática da saliva em 2 momentos: 7 dias antes dos procedimentos e durante a remoção das lesões de cárie. Foi realizada proteção pulpar indireta utilizando cimento de hidróxido de cálcio e cimento de ionômero de vidro nas cavidades profundas e apenas cimento de ionômero de vidro nas cavidades médias. As cavidades foram preparadas e em seguida restauradas empregando o sistema restaurador Adper Single Bond 2/ Filtek Supreme (3M). Para análise clínica das restaurações, três profissionais calibrados e experientes utilizaram os critérios US Public Health Service modificados e exame fotográfico. Para a análise da réplica da restauração os dentes foram moldados e vazados com resina epóxi. A adaptação marginal foi analisada por MEV. As análises clínica e da réplica foram realizadas nos períodos de 7 dias, 6 e 12 meses após a confecção da restauração. Os dados foram analisados por ANOVA e teste de Tukey (α = 5%). Os níveis de cortisol foram maiores durante a remoção seletiva de cárie, independentemente do método utilizado (p> 0,05). Após 12 meses, não houve evidência de diferença na retenção, adaptação marginal, descoloração, contorno axial e cárie secundária das restaurações realizadas em cavidades preparadas por ambos os métodos. A análise por MEV revelou que os dentes irradiados com laser apresentaram 10% de fendas na extensão total da restauração. Para os dentes preparados pelo método convencional, 20% das fendas foram encontradas na margem cavosuperfícial. A utilização do laser de Er:YAG não aumentou os níveis de cortisol salivar quando comparado ao método convencional e não influenciou o desempenho clínico de restaurações de classe II, sendo um método alternativo para a remoção de lesões cárie em crianças.
Título em inglês
Selective caries removal in primary molars using Er:YAG laser: clinical evaluation of restorations and salivary cortisol levels
Palavras-chave em inglês
Children
Decíduos tooth
Dental caries
Lasers
Primary molars
Resumo em inglês
Minimally invasive dentistry suggests that during the preparation of cavity preparations, lesser amount of healthy dental substrate associated with the use of adhesive materials is removed, with the purpose of offering less anxiety and greater patient comfort during dental treatment. This study aimed to evaluate the salivary cortisol levels of the child during the selective removal of cáries lesions using Er:YAG laser and later longitudinal analysis of the restorations performed. Children between 7 and 10 years of age were selected to present two lesions of active cáries in dentin located on the occlusal and proximal surfaces (class II) of decíduous molars. The teeth of each child were distributed in two groups randomly: 1) Er:YAG laser (250mJ / 4 Hz) and 2) Conventional method (low rotation). The dosage of the hormone cortisol was performed by means of immunoenzymatic analysis of the saliva in 2 moments: 7 days before the procedures and during the removal of the cáries lesions. Indirect pulp protection was performed using calcium hydroxide cement and glass ionomer cement in the deep wells and only glass ionomer cement in the medium wells. The wells were prepared and then restored using the Adper Single Bond 2 / Filtek Supreme (3M) restorative system. For clinical analysis of the restorations, three calibrated and experienced professionals used the modified US Public Health Service criteria and photographic examination. For the analysis of the réplica of the restoration the teeth were cast and cast with epoxy resin. The marginal adaptation was analyzed by SEM. Clínical and réplicate analyzes were performed in the 7 day, 6 and 12 month periods after the restoration. Data were analyzed by ANOVA and Tukey's test (α = 5%). Cortisol levels were higher during the selective removal of cáries, regardless of the method used (p> 0.05). After 12 months, there was no evidence of difference in retention, marginal adaptation, discoloration, axial contour and secondary cáries of restorations performed in wells prepared by both methods. SEM analysis revealed that the laser irradiated teeth presented 10% of the total length of the restoration. For teeth prepared by the conventional method, 20% of the slits were found in the cavosuperficial margin. The use of the Er:YAG laser did not increase the levels of salivary cortisol when compared to the conventional method and did not influence the clínical performance of class II restorations, being an alternative method for the removal of cáries lesions in children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.