• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.58.2018.tde-30082017-104037
Documento
Autor
Nome completo
Leonardo Gontijo Matos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Matsumoto, Mirian Aiko Nakane (Presidente)
Almeida, Guilherme de Araujo
Ferreira, Jose Tarcisio Lima
Sakima, Mauricio Tatsuei
Stuani, Maria Bernadete Sasso
Título em português
Ligaduras ortodônticas elastoméricas estéticas: alteração de cor, ultraestrutura da superfície (MEV) e propriedade elástica após uso de dentifrício clareador (estudo in vivo)
Palavras-chave em português
Espectrofotometria; Ligadura; Microscopia eletrônica de varredura; Tração
Resumo em português
O objetivo desse estudo foi comparar o desempenho de ligaduras ortodônticas estéticas de 4 marcas comerciais, após 30 dias na cavidade bucal, com o uso de dentifrício clareador e convencional para avaliar: alteração de cor por meio da espectrofotometria; a ultraestrutura da superfície por meio da Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV); propriedade elástica por meio do teste de tração. Foram avaliadas as ligaduras seguintes marcas comerciais: American Orthodontics, 3M Unitek, Orthotechnology e Morelli Ortodontia. Foram selecionados, após o cálculo amostral, 20 pacientes que atenderam aos critérios de inclusão. Os pacientes receberam, de forma aleatória, com o auxílio do acessório Shooter (TP Orthodontics, La Porte, IN, EUA) ligaduras nos elementos 13, 23, 33 e 43; 32, 31, 41 e 42. No mesmo dia receberam dentifrício clareador Colgate Luminous White (Colgate-Palmolive Indústria e Comércio, São Bernardo do Campo, SP, Brasil) que foi usado por 30 dias (grupo experimental). Após esse período as ligaduras foram removidas, armazenadas (em saliva artificial) e, imediatamente submetidas aos testes. Os pacientes receberam, então, dentifrício convencional Colgate Máxima Proteção Anti-cáries (Colgate-Palmolive Indústria e Comércio, São Bernardo do Campo, SP, Brasil) (grupo controle). Após 30 dias, foram removidas, armazenadas e submetidas aos ensaios. As ligaduras inseridas nos bráquetes dos caninos foram avaliadas para alteração de cor pelo espectrofotômetro (Vita Easyshade Zahnfabrik, Bad Säckingen, Alemanha). Em seguida, as ligaduras, de cada marca, que apresentaram maior e menor variação de cor com o dentifrício clareador e convencional, bem como ligaduras novas, foram submetidas à avaliação qualitativa com a visualização pelo Microscópio Eletrônico de Varredura (EVO 50, Carl Zeiss, Cambridge, Inglaterra). As ligaduras que estavam inseridas nos bráquetes incisivos inferiores foram submetidas ao teste de tração pela Máquina de Ensaio Mecânico Universal (EMIC DL 2000, São José dos Pinhais, PR, Brasil). Os achados foram submetidos à análise estatística ANOVA e ao teste complementar de Duncan em um nível de significância de 5%. Os resultados mostraram que o dentifrício clareador não conseguiu efetivamente manter a estabilidade de cor das ligaduras ortodônticas estéticas. O valor final para o ΔE (variação total de cor) para todas as marcas foi > 3,3 o que indica uma alteração clinicamente perceptível pelo olho humano e que sinaliza a reposição do material por razões estéticas. Em relação à MEV as imagens obtidas foram heterogêneas e não permitiram caracterizar um padrão para um ou outro dentifrício. No que se refere ao teste de tração, houve melhor desempenho para as marcas 3M Unitek e American Orthodontics. O tipo de dentifrício, clareador ou convencional, não alterou a propriedade elástica entre as marcas estudadas. Pode-se concluir, pela presente pesquisa, que o dentifrício clareador não foi capaz de alterar a estabilidade de cor nas 4 marcas avaliadas por um período de 30 dias. A avaliação qualitativa pela MEV não permitiu concluir se a abrasividade do dentifrício clareador trouxe danos ou injurias à superfície das ligaduras. Apesar disso, o seu uso não alterou a propriedade elástica das mesmas.
Título em inglês
Esthetic orthodontic elastic ligatures: color change, ultra-structural surface (SEM) and elastic property after the use of whitening dentifrice (an in vivo study)
Palavras-chave em inglês
Ligature; Scanning electron microscopy; Spectrophotometry; Tensile strength
Resumo em inglês
The objective of this study was to compare the performance of aesthetic orthodontic ligatures/modules of 4 commercial brands, after 30 days in the oral cavity, with the use of conventional and whitening dentifrice to evaluate: color change by spectrophotometry; the ultrastructure of the surface by Scanning Electron Microscopy (SEM); elastic property by the tensile test. The following brands were evaluated: American Orthodontics, 3M Unitek, Orthotechnology and Morelli Orthodontics. Twenty patients who were included in the inclusion criteria were selected after sample calculation. Patients received, at random, with the aid of the Shooter accessory (TP Orthodontics, La Porte, IN, USA) ligatures on elements 13, 23, 33, 43, 32, 31, 41 e 42 and whitening dentifrice Colgate Luminous White (Colgate-Palmolive Indústria e Comércio, São Bernardo do Campo, SP, Brazil), which was used for 30 days (test group). After this period, the ligatures were removed, stored (in artificial saliva) and immediately submitted to the tests. Patients were then given conventional toothpaste Colgate Maximum Anti-caries Protection (Colgate-Palmolive Indústria e Comércio, São Bernardo do Campo, SP, Brazil). This was the control group. Once again, after 30 days, the modules were removed, stored and submitted to assays. Ligatures inserted into the canine brackets were evaluated by the spectrophotometer (Vita Easyshade Zahnfabrik, Bad Säckingen, Germany) to evaluate the color change. After this step, the ligatures of each brand, which presented greater and lesser color variation, both with the whitening dentifrice as well as the conventional one, and new ligatures, were selected for qualitative evaluation with the visualization by the Scanning Electron Microscope (EVO 50, Carl Zeiss, Cambridge, England). The ligatures that were inserted in the lower incisor brackets were subjected to the tensile test by the Universal Mechanical Testing Machine (EMIC DL 2000, São José dos Pinhais, PR, Brazil). The findings were submitted to ANOVA statistical analysis and Duncan's complementary test at a significance level of 5%. The results showed that the whitening dentifrice failed to effectively improve the color stability of aesthetic orthodontic ligatures. The final value for ΔE (total color change) for all brands was > 3.3 which indicates a change clinically perceptible by the human eye and signaling the replacement of the material for aesthetic reasons. In relation to the SEM the images obtained were heterogeneous and did not allow to characterize a standard for one or the other dentifrice. Regarding the tensile test, there was better performance for the brands 3M Unitek and American Orthodontics. The type of dentifrice, whitening or conventional did not alter the elastic property between the brands studied. It can be concluded from the present research that the whitening dentifrice was not able to change the color stability in the 4 brands evaluated for a period of 30 days. The qualitative evaluation by SEM did not allow the conclusion that the abrasiveness of the whitening dentifrice caused damage to the surface of the ligatures. Despite this, their use did not alter their elastic property.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.