• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2012.tde-04072012-115105
Documento
Autor
Nome completo
Késsia Suênia Fidelis de Mesquita
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Borsatto, Maria Cristina (Presidente)
Corona, Silmara Aparecida Milori
Santos, Natanael Barbosa dos
Título em português
Efeito de alimentos e bebidas no esmalte dental decíduo após desafio erosivo com ácido clorídrico
Palavras-chave em português
ácido clorídrico
alimentos
bebidas
dente decíduo
erosão dentária
esmalte
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito, in vitro, de alguns alimentos e bebidas industrializados oferecidos como lanche às crianças, sobre o esmalte dental decíduo, após simulação de desafio erosivo intrínseco em função do tempo de exposição. A coroa de cento e dois incisivos decíduos hígidos foram fixadas em bases acrílicas, expondo-se uma área de 2mm de diâmetro da superfície vestibular. Os espécimes foram submetidos a um desafio erosivo com ácido clorídrico e divididos aleatoriamente em 6 grupos (n=17): Leite Achocolatado Toddynho (Pepsico) - controle negativo, Petit Suisse Danoninho (Danone), Iogurte de Morango (Vigor), Papinha de Maçã (Nestlé), Leite Fermentado Yakult (Yakult) e Suco de Laranja Caseira com Gominhos (del Valle) - controle positivo. Os ciclos de imersão nos produtos teste foram realizados durante 28 dias, 2x/dia, intercalados com saliva artificial. Medidas de microdureza superficial do esmalte foram realizadas inicialmente (baseline), após imersão em ácido clorídrico e com 7, 14, 21 e 28 dias de experimento. A Análise de Variância (ANOVA) a dois critérios, seguida pela decomposição da soma dos quadrados e pelo teste de Tukey apresentou diferença significativa a interação entre Lanches e Tempo (p= 0.0000). O suco de laranja foi o produto que resultou em maior perda mineral do esmalte aos 28 dias. Nenhum dos lanches utilizados foi capaz de recuperar a microdureza do esmalte dental decíduo ao longo do tempo final de exposição (28 dias). A análise qualitativa por meio de Microscopia Eletrônica de Varredura foi realizada ao término dos 28 dias de exposição aos produtos, observando-se destruição generalizada dos prismas de esmalte dos dentes decíduos.
Título em inglês
Effect of food and beverages in deciduous tooth enamel after erosive challenge with hydrochloric acid
Palavras-chave em inglês
deciduous tooth
dental erosion
drink
enamel
food
hydrochloric acid
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the effect in vitro of some industrialized foods and beverages offered to children as a snack, in enamel deciduous teeth after simulation of erosive intrinsic challenge inherent function of time of exposure. The crowns of one hundred and two deciduous incisor teeth were fixed on acrylic bases, setting up an area of 2 mm diameter of the buccal surface. The specimens were subjected to an erosive challenge with hydrochloric acid and randomly divided into 6 groups (n=17): Chocolate Milk Toddynho (Pepsico) - negative control, Petit Suisse Danoninho (Danone), Strawberry Yogurt (Vigor), apple pap (Nestlé), Fermented Milk Yakult (Yakult) and Orange Juice Home Squeezed Style (del Valle) - positive control. The cycles of immersion in the test products were made during 28 days, 2x/day, interspersed with artificial saliva. Measurements of microhardness of enamel were performed initially (baseline), after immersion in hydrochloric acid and 7, 14, 21 and 28 days of experiment. A two-away ANOVA according split-plot design, followed by decomposition of the sum of the squares and the Tukey test, revealed significant effect for interaction between Time and Snacks (p = 0.0000). The orange juice was the product that resulted in greater mineral loss of enamel after 28 days. None of the snacks used was able to recover the microhardness of the deciduous tooth enamel over time end of exposure (28 days). Qualitative analysis by Scanning Electron Microscopy was performed at the end of 28 days of exposure to products, noting the widespread destruction of enamel rods of deciduous teeth.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.