• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2018.tde-01032018-144939
Documento
Autor
Nome completo
Ana Maria Guerra Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Kuchler, Erika Calvano (Presidente)
Antunes, Lívia Azeredo Alves
Carvalho, Fabricio Kitazono de
Fernandes, Patricia Garani
Título em português
Associação entre agenesia dentária e o padrão esquelético da face
Palavras-chave em português
Agenesia dentária
Anomalias dentárias
Distúrbios do desenvolvimento dentário
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre agenesia dentária e padrões esqueléticos faciais. A documentação ortodôntica inicial de 347 indivíduos foi avaliada para verificar a presença de agenesia dentária de pelo menos 1 dente permanente (excluindo terceiros molares) por meio de radiografias panorâmicas. Três medidas angulares foram avaliadas de cada radiografia cefalométrica (SNA, SNB e ANB). Os participantes do estudo foram agrupados em Classe I, Classe II e Classe III esquelética. Para a análise estatística, os indivíduos foram divididos em 2 grupos, "com agenesia dentária" e "sem agenesia dentária". O teste do qui-quadrado ou teste exato de Fisher foram utilizados para comparar os dados categóricos. O teste ANOVA com Tukey foi utilizado para comparação de médias, com nível de significância de 5%. Vinte e oito indivíduos apresentaram agenesia dentária de pelo menos um dente permanente. Não houve diferença estatística entre os gêneros (p=0,27). O padrão esquelético mais prevalente foi o de Classe I (63,1%), seguido pelo de Classe II esquelética (25,9%) e Classe III esquelética (10,9%). O grupo com agenesia dentária apresentou o ângulo ANB menor (1,66±2,52) do que o grupo sem agenesia dentária (2,86 ±2,49), (p=0,01). Concluindo, os resultados encontrados neste estudo sugerem que a agenesia dentária está associada a alterações no ângulo ANB.
Título em inglês
Association between tooth agenesis and skeletal facial pattern
Palavras-chave em inglês
Dental anomalies
Disturbances in dental development
Tooth agenesis
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the association between tooth agenesis and skeletal facial pattern. Orthodontic records of 347 subjects were examined. The presence of tooth agenesis of at least 1 permanent (excluding third molars) tooth was evaluated in panoramic radiographs. Three angular measurements were taken from each cephalogram. The patients were also divided in skeletal Class I, skeletal Class II and skeletal Class III. For statistical analysis, the subjects were divided into 2 groups, with tooth agenesis and without tooth agenesis. Chi-square or Fisher exact test was used to compare categorical data. ANOVA with Tukeys post-test was used for means comparisons. An alpha of 5% was established. Twenty-eight subjects presented at least one tooth agenesis. There was no difference between genders (p=0.27). The most prevalent skeletal pattern was Class I (63.1%), followed by skeletal Class II (25.9%), and skeletal Class III (10.9%). The group with tooth agenesis presented smaller ANB angle (1.66 ± 2.52) than the group without tooth agenesis (2.86 ± 2.49), (p=0.01). In conclusion, our results suggested that tooth agenesis is associated with ANB angle alterations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.