• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2018.tde-28022018-135318
Documento
Autor
Nome completo
Mayara Manfrin Arnez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Catirse, Alma Blasida Concepcion Elizaur Benitez (Presidente)
Godoi, Ana Paula Terossi de
Reis, Andréa Candido dos
Stuani, Maria Bernadete Sasso
Título em português
Rugosidade superficial e microdureza de materiais restauradores provisórios submetidos a ação de enxaguatórios bucais
Palavras-chave em português
Antissépticos bucais; Cimentos de ionômeros de vidro; Dureza; Materiais dentários
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi avaliar a rugosidade superficial (µm) e microdureza Vickers (VH) de materiais restauradores temporários: cimento Biodentine™ (M1) e o cimento de ionômero de vidro - Fuji IX (M2) submetidos a diferentes enxaguatórios bucais. Foram confeccionados 54 corpos de prova (cps) por meio de uma matriz de teflon (6mm x 2mm), distribuídos aleatoriamente em 6 grupos de acordo com a solução utilizada: água destilada (S1), enxaguatório com álcool - Listerine Cool Mint (S2) e enxaguatório sem álcool - Colgate Plax (S3). Todos os cps foram mantidos em umidade relativa de 100%, em estufa 37±1°C durante todo o experimento, exceto nos períodos de imersão nos enxaguatórios estabelecidos. Os cps foram colocados individualmente em um frasco contendo 8mL do enxaguatório específico para cada grupo, durante 2 minutos, sob vibração, duas vezes ao dia, por um período de 21 dias. As leituras foram realizdas por meio do microdurômetro e rugosímetro nos tempos de 48 horas (T0), 7 dias (T1), 14 dias (T2) e 21 dias (T3). Os dados obtidos foram agrupados em tabelas e submetidos aos testes estatísticos de normalidade, Kolmogorov-Smirnov, Shapiro-Wilk, Anova e Teste de Tukey por meio do Programa Estatístico Assistat Versão 7.7 beta (2016). Resultados: Verificou-se que os fatores Tempo (T), Solução (S) e Material (M) isoladamente e a interação TxM e SxM tiveram efeito estatisticamente significante na rugosidade superficial. Isoladamente, T3 (0,92±0,02) e M1 (0,87±0,01) apresentaram maior média de rugosidade e S3 (0,72±0,02) a menor média de rugosidade. Nas interações MxT e SXM, respectivamente o M1T3 (1,10±0,03) e M1S1 (1,03±0,03) apresentaram maiores médias de rugosidade. Para a microdureza o fator Material isoladamente, e a interação TxS, TxM e SxM tiveram efeito estatisticamente significante. O M1 (61,2±0,87) apresentou maior microdureza, que M2 (54,4±0,87). Para a interação TxS, a condição S2T2 (54,09±2,61) apresentou menor média de microdureza. Para a interação TxM, o M1 comparado com M2 determinou maior microdureza nos tempos T0, T1 e T2. E para a interação SxM, M1S1 (61,59±1,51) e M1S2 (62,86±1,51) apresentaram maior microdureza que M2S1 (51,53±1,51) e M2S2 (54,34±1,51). De acordo com a metodologia pode-se concluir que: a) o M1 apresentou maior rugosidade superficial nos tempos T1, T2 e T3 e maior microdureza nos tempos T0, T1, e T2 do que o M2 b) O material M1 apresentou maior microdureza independente das soluções.
Título em inglês
Surface roughness and microhardness of provisory restorative materials submitted to mouthwashes
Palavras-chave em inglês
Dental materials; Glass ionomer cements; Hardness; Mouthwashes
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the surface roughness (µm) and Vickers microhardness of provisory restorative materials: BiodentineTM (M1) and Fuji IX - glass ionomer cement (M2) were submitted to different mouthwashes. Fifty-four specimens were prepared using a Teflon mold (6mm x 2mm), randomly distributed into 6 groups according to the solution used: distilled water (S1), mouthwash containing alcohol -Listerine Cool Mint (S2) and alcohol-free mouthwash - Colgate Plax (S3). During the experiment, all specimens were carried out at a relative humidity of 100% in an oven at 37±1°C, except in the soaking periods in the established mouthwashes. The samples were individually placed in a flask containing 8mL of the specific mouthwash for each group for 1 minute, under vibration twice a day for a period of 21 days. The readings of the variables were carried out at the time of 48 hours (T0), 7 days (T1), 14 days (T2) and 21 days (T3). The obtained data were grouped in tables and submitted to the Normality Tests for Statistical Analysis Kolmogorov-Smirnov, Shapiro-Wilk, Anova and Tukey's Test provided by the Statistical software Assistat Program Version 7.7 beta (2016). Results: It was found that there was a significant effect on surface roughness when considered alone Time (T), Solution (S), Material (M) and the interaction between TxM and SxM. On the other hand, T3 (0.92±0.02) and M1 (0.87±0.01) presented the higher roughness and S3 (0.72±0.02) the lowest average roughness. For the interactions MxT and SxM, M1T3 (1,10±0,03) and M1S1 (1,03±0,03) presented higher roughness averages. To microhardness analysis, the material as a alone factor and the interaction TxS, TxM and SxM had a statistically significant effect. M1 (61.2±0.87) presented a higher microhardness than the M2 (54.4±0.87). For the TxS interaction, S2T2 (54.09 ± 2.61) had a lower microhardness average. To TxM interaction, the M1 compared to M2 determined a higher microhardness at T0, T1 and T2. In interaction SxM, M1S1 (61.59±1.51) and M1S2 (62.8 ±1.51) had a higher microhardness than M2S1 (51.53±1.51) and M2S2 (54.3 ±1,51). According to the methodology, it can be concluded that: a) M1 presented greater surface roughnes at T1, T2 and T3 and higher microhardness at T0, T1, and T2 than M2 b) M1 presented a higher microhardness than M2 for S1 and S2.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.