• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2012.tde-07122012-143258
Documento
Autor
Nome completo
Milena Teixeira da Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Souza, Valéria Oliveira Pagnano de (Presidente)
Cavalcante, Márcia Rosa Sobreira
Pedrazzi, Vinicius
Título em português
Efeito do ambiente de sinterização na resistência de união de cerâmicas a ligas de níquel-cromo, cobalto-cromo e titânio comercialmente puro
Palavras-chave em português
ambiente de cocção
ligas alternativas
microscopia eletrônica de varredura (MEV)
resistência de união metalocerâmica
titânio comercialmente puro
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do ambiente de sinterização vácuo e argônio na resistência de união (RUMC) de cerâmicas às ligas de Ni-Cr (Fit Cast SB), Co-Cr (Star Loy C) e titânio comercialmente puro (Tritan). A partir de uma matriz de teflon, foram obtidos 60 padrões de resina/cera em forma de cilindro, com 8 mm de comprimento e 5 mm de diâmetro. Os padrões foram incluídos e os anéis foram levados ao forno e submetidos a ciclos térmicos para a expansão do revestimento. Em seguida, os anéis para fundição em Ni-Cr e Co-Cr foram levados à máquina de fundição por indução eletrônica. Os anéis referentes ao titânio foram levados à máquina de fundição por arco voltaico. Após resfriamento dos anéis, as fundições foram desincluídas e jateadas com óxido de alumínio (100 μm). Depois de recortados dos canais de alimentação, os cilindros metálicos foram preparados para aplicação da cerâmica. Em seguida, foi realizada a aplicação e sinterização da cerâmica à vácuo ou em argônio. Para as ligas alternativas, foi utilizada a cerâmica IPS Classic V e para o titânio, a Triceram. Na sequência, os cilindros compostos pelo metal e disco cerâmico (5 mm de diâmetro e 2 mm de espessura) (n=10) foram submetidos aos ensaios de RUMC por cisalhamento na máquina de ensaios universais com célula de carga de 500 Kg e velocidade do travessão móvel de 0,5 mm/min. Após os ensaios, foram realizadas análises das fraturas por meio de microscopia óptica (MO) (15X) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os dados de RUMC (MPa) obtidos foram analisados estatisticamente pelos testes ANOVA e Tukey (α=0,05). Os resultados demonstraram que a sinterização à vácuo propiciou obtenção de maiores valores (MPa) de RUMC (76,58) que a sinterização em argônio (51,31). Quanto às ligas avaliadas, as de Ni-Cr e Co-Cr apresentaram maiores valores de RUMC (71,32 e 71,28, respectivamente) que o titânio cp (49,23); sendo que entre elas não houve diferença estatística. Não houve interação entre os fatores avaliados. De acordo com a MO, houve predomínio de fraturas mistas. Segundo a MEV, os espécimes de Ni-Cr e titânio sinterizados a vácuo apresentaram maior rugosidade de superfície do que os sinterizados em argônio. Para a liga de Co-Cr não houve diferença na topografia de superfície. A sinterização em argônio influenciou negativamente a RUMC dos pares metalocerâmicos analisados.
Título em inglês
Effect of firing atmosphere on metal ceramic bond strength of nickelchromium, cobalt-chromium and commercially pure titanium
Palavras-chave em inglês
alternative alloys
commercially pure titanium
firing atmosphere
metalceramic bond strength
scanning electron microscopy (SEM)
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate the effect of firing atmospheres: vacuum and argon on the bond strength of ceramic to Ni-Cr (Fit Cast SB), Co-Cr (Star Loy C) and commercially pure titanium (Tritan) alloys. 60 wax/acrylic resin cylinder patterns (8 mm high and 5 mm in diameter) were prepared on a plastic custom mold for metalceramic bond strength (MCBS) test. The patterns were invested in phosphated investment and manipulated on vacuum. The rings were placed in a furnace to burn out patterns and thermally expand the molds. Then, the rings of Ni-Cr and Co-Cr were placed in an electronic machine to cast. The rings related to titanium were positioned in the casting machine with a voltaic arc. After the rings have cooled, the castings were divested manually and abraded with aluminum oxide particles (100 μm). Then, the cylinders were prepared for applying of the ceramic veneering disks. The ceramic was applied and fired in vacuum and argon atmospheres. IPS-Classic ceramic was used for alternative alloys and for titanium, Triceram ceramic. Then, the cylinders composed of metal and ceramic disk (5 mm diameter and 2 mm height) (n=10) were submitted to metal-ceramic bond strength (MCBS) shear tests on an universal testing machine with load cell of 500 Kg at a crosshead speed of 0.5 mm/min. After the tests, there were made fracture analysis by optic microscopy (OM) and scanning electron microscopy (SEM). The MCBS data (MPa) were statistically analyzed by the ANOVA and Tukey test (α=0.05). The results indicated that the vacuum firing (76.58) promoted higher MCBS values than argon firing (51.31). Among the metals, Ni-Cr and Co-Cr alloys presented higher MCBS (71.32 e 71.28, respectively) than titanium (49.23); between two base alloys there was no statistical difference. There was no interaction between the evaluated factors. According to MO analysis, there was predominance of mixed fractures. According SEM, the Ni-Cr and titanium specimens submitted to vacuum presented higher surface roughness than the specimens submitted to argon. For Co-Cr, there was no difference of surface topography. The argon firing influenced negatively the MCBS of metal-ceramic evaluated pairs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-03-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.