• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2012.tde-04072012-112858
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Candido Pedroso e Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Ferracioli, Renata Cristina Silveira Rodrigues (Presidente)
Antunes, Rossana Pereira de Almeida
Nishioka, Renato Sussumu
Título em português
Avaliação de próteses fixas sobre implantes com diferentes níveis de ajuste pilar/prótese: efeito da ciclagem termomecânica sobre diferentes parafusos protéticos e análise fotoelástica da transmissão de tensões
Palavras-chave em português
Adaptação marginal
Análise fotoelástica das tensões
Próteses e implantes
Torque
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos da ciclagem termomecânica sobre parafusos protéticos, convencionais de titânio e com cobertura de carbono, usados para fixação de próteses parciais fixas com desajuste de 150µm entre pilar e prótese, utilizando próteses sem desajuste como controle. Após ciclagem termomecânica das próteses, foram verificadas a adaptação marginal, a perda de torque dos parafusos protéticos e análise fotoelástica da distribuição de tensões ao redor dos implantes. Foram confeccionadas 12 próteses fixas sobre implantes, as quais foram divididas inicialmente em dois grupos (n=6): grupo 1 - sem desajuste (controle); grupo 2 - com desajuste simulado de 150μm. Todas as próteses foram avaliadas em relação à adaptação marginal antes e após a simulação de ciclos mastigatórios. Os conjuntos foram submetidos a um total de 2.000.000 de ciclos mastigatórios, sendo que estes ensaios foram feitos duas vezes e os grupos iniciais foram subdivididos, na primeira vez foram utilizados parafusos com cobertura de carbono: grupo 1A (adaptadas) e grupo 2A (desadaptadas) e na segunda vez parafusos de titânio convencionais: grupo 1B (adaptadas) e grupo 2B (desadaptadas). A perda de torque dos parafusos foi analisada antes (T0), após 1.000.000 (T1) e 2.000.000 de ciclos (T2). A adaptação marginal após o ensaio melhorou significativamente ao se utilizar parafusos convencionais nas próteses adaptadas: pré-molar (p=0,001) e molar (p=0,028); e desadaptadas: pré-molar (p=0,014) e molar (p=0,007); mas ao se utilizar parafusos cobertos com carbono, a adaptação melhorou somente no pré-molar (p=0,015) das próteses desadaptadas. Quanto à perda de torque dos parafusos protéticos houve diferenças significantes antes e após a simulação dos ciclos mastigatórios entre as próteses adaptadas e desadaptadas, no molar, em todos os tempos para ambos parafusos (p≤0,05); No pré-molar houve diferença significante apenas para os parafusos cobertos com carbono em T0 (p=0,019) e T2 (p=0,044). Quando comparados os parafusos, nas próteses adaptadas houve diferenças significantes no pré-molar em T1 (p=0,026) e T2 (p=0,043); e no molar em T2 (p=0,032); nas próteses desadaptadas houve diferenças significantes apenas para o pré-molar em T1 (p=0,046). Em relação à análise fotoelástica qualitativa, observou-se que em geral a aplicação de carga (10Kgf) gerou maior concentração e intensidade de tensões nas próteses desadaptadas, quando comparadas às adaptadas. Pode-se concluir que a simulação de ciclos mastigatórios teve influência sobre a adaptação marginal das próteses; em relação a perda de torque houve diferenças estatisticamente significantes entre as próteses adaptadas e desadaptadas; o tratamento de superfície dos parafusos foi eficaz apenas para próteses adaptadas, a análise fotoelástica sugere que próteses com desadaptações marginais provocam maior tensão ao redor dos implantes.
Título em inglês
Evaluation of fixed implant-supported prostheses with different levels of abutment/prosthesis fit: the effect of thermomechanical cycling on different abutment screws and photoelastic analysis of stress transmission
Palavras-chave em inglês
Marginal adaptation
Photoelastic stress analysis
Prostheses and implants
Torque
Resumo em inglês
The objective of this study was to investigate the effects of thermomechanical cycling on prosthetic screws, conventional titanium and carbon coated, used for fixation of fixed partial dentures (FDP) with 150μm of misfit between abutment and prosthesis, using fitted prostheses as control. After thermomechanical cycling of prostheses were verified, the marginal fit, the torque loss of prosthetic screws and the photoelastic analysis of stress distribution around implants. Twelve implant-supported fixed partial dentures were prepared and initially divided into two groups (n=6): group 1 - fitted prostheses (control), group 2 - 150μm of simulated misfit. All prostheses had their marginal fit evaluated before and after simulation of cycles. The sets were subjected to a total of 2 million of cycles. Each group was assayed twice: in the first time, carbon coated screws were used: group 1A (fitted) and group 2A (misfitted); and in a second time, conventional titanium screws were used: group 1B (fitted) and group 2B (misfitted). The torque loss of the screws was analyzed before (T0), after 1,000,000 (T1) and 2,000,000 cycles (T2). Marginal fit improved significantly when using conventional screws in fitted prostheses: premolar (p=0,001) and molar (p=0,028), and in misfitted prostheses: premolar (p=0,014) and molar (p=0,007), but when using carbon coated screws, fit improved only in the premolar (p=0,015) of the misfitted prostheses. Torque loss of prosthetic screws were significantly different before and after simulation of the cycles between the fitted and misfitted, in molar, at all times for both screws (p≤0,05); and in the premolar, were significant differences were noted only for the carbon coated screws at T0 (p=0,019) and T2 (p=0,044).When comparing the screws in the fitted prostheses, significant differences were noted in pre-molar at T1 (p=0,026) and T2 (p=0,043), and in the molar at T2 (p=0,032); whereas in the misfitted prostheses, significant difference was noted only for premolar at T1 (p=0,046). It was observed in qualitative photoelastic analysis that the load application (10Kgf) generated higher concentration and intensity of stresses in the misfitted prostheses, when compared to fitted ones. It can be concluded that the simulation of thermomechanical cycles had an influence on marginal fit of the prostheses. In relation to torque loss, differences between fitted and misfitted prostheses were noted, but the surface treatment of screws was effective only for fitted prostheses, and the photoelastic analysis suggests that prostheses with marginal misfit causes more stress around the implants.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.