• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.54.1992.tde-31032015-164746
Documento
Autor
Nome completo
Dinis Gomes Traghetta
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 1992
Orientador
Banca examinadora
Imasato, Hidetake
Louro, Sonia Renaux Wanderley
Martin Neto, Ladislau
Título em português
Estudos espectroscópicos do herbicida Picloram em interações com íons metálicos e sob efeito da luz UV-visível
Palavras-chave em português
Não disponível
Resumo em português
Neste trabalho foram utilizadas as técnicas de Ressonância Paramagnética Eletrônica (E.P.R)* e absorção UV-Visível. A primeira foi utilizada para estudar a possível formação de complexos entre o herbicida picloram (4-Amino, 3,5,6 Tricloro Acido Picolinico) e íons metálicos presentes no solo, como o ferro, cobre e manganês, bem como medidas da fotodecomposição do herbicida na forma policristalina para avaliar o possível papel de radicais livres no processo de degradação. Com a absorção em UV-visível estudou-se a fotodecomposição do picloram em solução, utilizando-se um Espectrofotômetro. Foram identificados a formação de complexos íons metálicos-picloram para o ferro(III)e cobre(II). Para o íon cobre(II) foi possível a partir dos parâmetros espectroscópicos, identificar um complexo com simetria rômbica, muito estável, existindo numa faixa de pH entre 2,00 e 7,00, envolvendo como ligantes ao menos duas moléculas de picloram. Para o íon ferro(III), um complexo típico e estável com valor de g = 4,3, característico de S= 5/2 e simetria rômbica foi obtido entre os pH's 2,00 e 5,00. Para o íon manganês(II) não ficou evidente a formação de complexos com picloram devido a semelhança dos espectros obtidos para o íon em etanol, solvente utilizado para dissolver o herbicida. Esses resultados mostraram a formação de complexos entre os íons metálicos ferro(III) e cobre(II) com o picloram, reforçando a proposta de um mecanismo efetivo de adsorção do herbicida no solo. As medidas de fotodegradação do picloram em solução aquosa mostraram que ocorre uma redução de 50% da banda eletrônica de absorção ótica em 224 nm, associada ao anel piridínico do herbicida, após 30 minutos de exposição à uma lâmpada de mercúrio de 100 watts. A exposição a luz solar por 6 horas levou a redução da banda de absorção eletrônica em 224 nm, em apenas 8,6%. O efeito reduzido da luz solar pode ser explicado pelo fato de que a maior parte da radiação que chega a Terra, tem comprimentos de onda acima de 292 nm, sendo portanto, pouco efetivo sobre o anel piridínico. Os radicais livres detectados por E.P.R. nas amostras policristalinas de picloram em comprimentos de onda superiores a 300 nm, podem estar ocorrendo também em solução e contribuindo para iniciar o processo de degradação das moléculas do picloram em solução aquosa. O picloram dissolvido em etanol, no entanto, mostrou uma relevante estabilidade frente a degradação. Após 2 horas de exposição à lâmpada de mercúrio, apenas 8,3% da intensidade da banda de absorção do anel piridínico diminuiu. A relevância dos experimentos de fotodegradação reside no fato deste processo vir a ser utilizado como meio de despoluição de águas contaminadas por pesticidas
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
In this work spectroscopic techniques as Electronic Paramagnetic Resonance (E.P.R.) was used to study the formation of possible complexes between the picloram (4 Amino-3,5,6-trichloropicolinic acid) herbicide and metallic ions presents in soils, such as iron, copper and manganese. Also measurement of photodecomposition of the picloram in the policrystaline form were performed to evaluate the possible role of free radicals in the degradation process, and photodecomposition of the picloram in the solution form by a Spectrophotometer. It was identified by E.P.R. technique complexes of iron(III)-picloram and copper(II)-picloram. For the copper (II) ion the spectroscopic parameters indicated a complex with rhombic symmetry, very stable in the range of pH's from 2,00 to 7,00 with at least of two picloram molecules. For Fe (III) a typical and stable complex with a g value of 4,3, characteristic of S = 5/2 and rhombic symmetry was observed between pH 2,00 and 5,00. For Mn (II) it was not confirmed the complex formation with picloram, due to identical E.P.R. spectra obtained between the solvent used to dissolve the herbicide. These results showed the formation of complexes between metallic ions Fe (III) and Cu(II) with picloram confirming that this reaction can be an effective mechanism of herbicide adsorption to soil. Measurements of photodegradation of picloram in aqueous solution showed that occurs a reduction of 50% of the electronic band of optic absorption at 224 nm, associated with pyridyl ring of the herbicide, after 30 minutes of exposure to Hg lamp of 100 watts. The exposure of picloram to solar light during six hours reduced only 8.6% of electronic absorption band at 224 nm. The reduced effect of solar light can be explained because the principal part of radiation that reaches the Earth has wavelength greater than 292 nm, and it has no effect on pyridyl group. In this sense the free radicals created and detected by E.P.R. in picloram polycristaline samples in wavelength greater than 300 nm can be occurring also in aqueous solutions. These radicals would contribute to start the degradation process of picloram molecules. The picloram dissolved in ethanol however has a strong stability in photodegradation experiments. After two hours of exposure to Hg lamp only 8.6 % of the absorption band of pyridine ring has been decreased. The relevance of the photodegradation experiment is the fact that this procedure can be used as an effective method to induce degradation of organic pollutants in wastewater
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.