• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Marina Gabriela Birck
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Benseñor, Isabela Judith Martins (Presidente)
Castro, Leandro Teixeira de
Goulart, Alessandra Carvalho
Lima, Danielle Bivanco de
Título em português
Prevenção secundária da doença isquêmica coronariana na linha de base do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil)
Palavras-chave em português
Brasil
Doença das coronárias
Epidemiologia
Estudos longitudinais
Fatores de risco
Infarto do miocárdio
Prevenção secundária
Uso de medicamentos
Resumo em português
Introdução. A doença isquêmica coronariana (DIC) ainda é a principal causa de morte no mundo. A sua prevenção secundária é essencial, uma vez que reduz novos eventos cardiovasculares e mortalidade, e pode ser influenciada por diversos fatores, incluindo sociodemográficos. Objetivo. Avaliar a prevenção secundária da doença isquêmica coronariana na linha de base do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil) (2008-2010). Métodos. Os dados foram analisados pelos testes: Kolmogorov-Smirnov, qui-quadrado, análise de variância (ANOVA), Mann-Whitney e regressão logística, conforme necessário. Resultados. Dos 15.094 participantes, 2,7% reportaram diagnóstico prévio de DIC. Destes, 16,3% não utilizavam qualquer medicamento recomendado pelas diretrizes, 22,7% relataram utilizar a combinação de antiplaquetário, betabloqueador, antagonista do sistema renina-angiotensina e hipolipemiante, e 12,1% a combinação de antiplaquetário, betabloqueador e hipolipemiante. Os principais fatores associados ao uso de medicamento foram renda [Razão de Chances (RC) = 2,041 Intervalo de Confiança de 95% (IC95%)1,07 a 3,89] e sexo (RC = 0,517 IC95% 0,31 a 0,85). A frequência de uso dos medicamentos se manteve semelhante conforme o tempo desde o evento isquêmico coronariano, exceto para o uso de apenas um medicamento, que foi aumentando conforme o tempo. Conclusão. A prevenção secundária foi menor do que o recomendado pelas diretrizes, principalmente em mulheres e participantes com menor renda, indicando uma necessidade de melhores políticas públicas que visam a prevenção secundária de DIC
Título em inglês
Secondary prevention of coronary heart disease at baseline of the Brazilian Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil)
Palavras-chave em inglês
Brazil
Coronary disease
Drug use
Epidemiology
Longitudinal studies
Myocardial infarction
Risk factors
Secondary prevention
Resumo em inglês
Introduction. Coronary heart disease (CHD) remains the main cause of mortality worldwide. Secondary prevention of CHD is necessary and avoids new cardiovascular events and mortality. Several factors, including sociodemographic characteristics, contribute positively or negatively to secondary prevention. Objective. To evaluate secondary prevention of CHD in the baseline examination of the Brazilian Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil). Methods. Kolmogorov-Smirnov test, chi-squared test, one-way analysis of variance (ANOVA), Mann-Whitney test and logistic regression models were performed, as necessary. Results. Of the 15,094 participants included, 2.7% reported previous diagnosis of CHD. Not using any drug was reported by 16.3% of participants with CHD and the use of recommended drugs were reported by 22.7% for the combination of four classes and 12.1% for the combination of antiplatelet medication, beta-blocker and lipid lowering. The main characteristics associated with medication use was income [Odds Ratio (OR) = 2.041; 95% Confidence Interval (95%CI) 1.07 to 3.89] and sex (OR = 0.517; CI95% 0.31 to 0.85). Frequency of medication use was similar among time since CHD event, except for the use of just one drug that increased over time. Conclusion. Use of secondary prevention for CHD was below the recommended guidelines, especially in women and participants with lower income, suggesting the need of public health policies addressing secondary prevention of CHD, especially in these high-risk groups
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarinaGabrielaBirck.pdf (679.96 Kbytes)
Data de Publicação
2018-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.