• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-16022018-091511
Documento
Autor
Nome completo
Priscila Brizolla de Campos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Claudia Pinto Marques Souza de (Presidente)
Alves, Venancio Avancini Ferreira
Boin, Ilka de Fatima Santana Ferreira
Herman, Paulo
Santos, Vinicius Rocha
Título em português
Caracterização clínica e histológica do carcinoma hepatocelular (CHC) secundário  à doença hepática gordurosa não alcoólica (DGHNA)
Palavras-chave em português
Antígeno 67
Carcinoma hepatocelular
Doença hepática gordurosa não alcoólica
Imuno-histoquímica
Patologia
Queratina 19
Resumo em português
O aumento na incidência do carcinoma hepatocelular (CHC) tem sido atribuído ao aumento da obesidade, diabetes e doença hepática gordurosa não alcoólica. (DHGNA), estando ainda por ser melhor esclarecidos vários aspectos histopatológicos e imuno-histoquímicos. O objetivo deste estudo é avaliar aspectos clínicos e patológicos de pacientes com CHC secundário a DHGNA, assim como relacionar a marcadores imuno-histoquímicos de classe proliferativa. Avaliamos 35 espécimes de CHC de 21 pacientes diagnosticados com DHGNA submetidos a ressecção hepática (12 pacientes) ou a transplante hepático (8 pacientes) ou ambos (1 paciente), de 2005 a 2015. Dados demográficos, clínicos e bioquímicos foram relacionados a características histológicas e reatividade imuno-histoquímica para K19, marcando características de células progenitoras e Ki-67, marcando as células em ciclo celular. Um total de 35 nódulos foram detectados em 21 pacientes. A cirrose estava presente em 12 casos (7 F4A x 4F4B x 1F4C de acordo com estadiamento de Laennec) e 9 pacientes não apresentavam cirrose (estadiamento DHGNA: F2: 6pts, F3 = 3pts). A idade variou de 50 a 77 anos e 16 pacientes eram do sexo masculino (76%). Dezesseis pacientes (76%) apresentavam diabetes mellitus, 17 pacientes (81%) apresentavam hipertensão arterial e 19 pacientes (90%) tinham IMC superior a 25 kg / m2. O CHC ocorreu em 8 pacientes CHILD A, 4 CHILD B e em 9 pacientes sem cirrose. O nível de alfa-fetoproteína foi normal em 13 (62%) pacientes. Dentre os critérios histológicos, 25 (70%) nódulos foram diagnosticados como "CHC esteatohepatítico". Embora 63% tenham sido pouco diferenciados (G.3/G.4) de acordo com Edmondson & Steiner (1954), apenas 21% apresentaram níveis elevados de Ki-67 ( > 10%). No caso da K19, também 21% dos pacientes apresentaram expressão positiva ( > 5%), e foi associado a maior inflamação intratumoral (G 2/3). Curiosamente, 75% dos pacientes com alta expressão de Ki-67 ( > 10%) não eram cirróticos. Em conclusão: 1. Nesta casuística cirúrgica, o CHC relacionado com DHGNA foi encontrado em não cirróticos em 42% dos casos, com nível normal de alfafetoproteína em 62%. 2. Os marcadores histológicos de "CHC esteatohepatítico" estiveram altamente prevalentes. 3. A imunoexpressão positiva de K19 e Ki-67 ocorreu em apenas 21% dos pacientes, o que pode sugerir que o CHC na síndrome metabólica pode ser preferencialmente "um subtipo inflamatório e não proliferativo de CHC"
Título em inglês
Clinical and histopathological characterization of hepatocellular carcinoma (HCC) in non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD)
Palavras-chave em inglês
Antigen 67
Carcinoma hepatocellular
Immunohistochemistry
Keratin 19
Non-alcoholic fatty liver disease, Pathology
Resumo em inglês
The increase incidence of hepatocellular carcinoma (HCC) has been attributed to the increase in obesity, diabetes and non-alcoholic fatty liver disease. (NAFLD), and several histopathological and immunohistochemical aspects are still to be better clarified. The aim of this study is to assess clinical and pathological aspects of patients with HCC secondary to NAFLD as well as to related to immunohistochemical markers of proliferative class. We evaluated 35 HCC specimens from 21 patients diagnosed with NAFLD undergoing liver resection (12 patients) or liver transplantation (8 patients) or both (1 patient) from 2005 to 2015. Demographic, clinical and biochemical data were related to histological features and immunohistochemical reactivity for K19, marking characteristics of progenitor cells and Ki-67, marking the cells in cell cycle. A total of 35 nodules were detected from 21 patients. Cirrhosis was present in 12 cases (7 F4A x 4F4B x 1F4C according to Laennec Staging) and 9 patients did not have cirrhosis (NAFLD staging: F2: 6pts, F3=3pts). Ages ranged from 50 to 77 years and 16 patients were male (76%). Sixteen patients (76%) had diabetes mellitus, 17 patients (81%) had arterial hypertension and 19 patients (90%) had BMI above 25kg/m2. HCC occurred in 8 patients Child A, 4 Child B and in 9 patients without cirrhosis. Alpha-fetoprotein level was normal in 13 (62%) patients. Among the histological criteria, 25 (70%) nodules were diagnosed as "steatohepatitic HCC". Although 63% were poorly differentiated (G.3/ G.4) according to Edmondson & Steiner (1954), only 21% presented high levels of Ki-67 ( > 10%). In the case of K19, 21% of patients presented positive expression (> 5%), and was associated with greater intratumoral inflammation (G 2/3). Interestingly, 75% of the patients with high Ki67 expression ( > 10%) were non-cirrhotic. In conclusion: 1. In this surgical series, HCC related to NAFLD was found in non-cirrhotic patients in 42% of cases, with a normal level of alpha-fetoprotein in 62%. 2. Histological markers of "steatohepatitic HCC" were highly prevalent. 3. Positive immunoexpression of K19 and Ki-67 occurred in only 21% of patients, which might suggest that HCC in metabolic syndrome might be preferentially "an inflammatory, non-proliferative subtype of HCC"
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.