• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2012.tde-06122012-172554
Documento
Autor
Nome completo
Denise Harari
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Casarotto, Raquel Aparecida (Presidente)
Caromano, Fátima Aparecida
Vilela, Rodolfo Andrade de Gouveia
Título em português
Fatores que influenciam a prevalência de queixas osteomusculares em trabalhadores de diferentes setores de uma indústria
Palavras-chave em português
Dor musculoesquelética
DORT
Estilo de vida
Indústrias
Prevalência
Questionários
Riscos ocupacionais
Trabalho
Resumo em português
Os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT) representam mais de 30% das doenças ocupacionais no mundo. A fim de organizar as ações estratégicas que serão desenvolvidas para prevenção de DORT, é fundamental analisar previamente as situações peculiares dos diferentes setores de um local de trabalho. Os objetivos deste trabalho foram verificar a prevalência de queixas musculoesqueléticas em trabalhadores de uma indústria de porte médio, comparando seus setores entre si, e investigar a influência de fatores ocupacionais e não ocupacionais no aumento das queixas. Foram aplicados o questionário nórdico para avaliação de sintomas musculoesqueleticos e questionários sobre hábitos de vida e condições relacionadas ao trabalho em 185 trabalhadores distribuidos em três setores de uma indústria (fábrica microeletrônica, escritório e logística). Constatou-se que há prevalência massiva de queixas osteomusculares (85.4%) nessa população, com variação das regiões afetadas em cada setor analisado. Os fatores ocupacionais que mais influenciaram as queixas de dores em diferentes regiões do corpo foram: trabalhar na fábrica, sofrer de estresse/pressão/prazos curtos no trabalho, ter histórico de DORT, ter sido afastado por DORT e considerar o trabalho arriscado. Quanto aos fatores não ocupacionais: ser mulher, ser cuidadora de criança em idade pré-escolar, ter baixa escolaridade e sofrer de insônia/descanso inadequado foram os mais influentes. Conclui-se que as regiões do corpo mais afetadas por dores diferem para cada setor desta indústria e há fatores individuais e ocupacionais que influenciam a alta prevalência das queixas osteomusculares. Programas que abordem esses aspectos podem contribuir para o controle de DORT.
Título em inglês
Factors that influence the prevalence of musculoskeletal complaints among workers in different sectors of an industry
Palavras-chave em inglês
Industry
Lifestyle
Musculoskeletal complaints
Nordic Musculoskeletal Questionnaire
Occupational risk factors
Prevalence
WMSD
Work
Resumo em inglês
Work-related musculoskeletal disorders (WMSDs) comprise more than 30% of occupational diseases in the world. This study aimed to determine the prevalence of musculoskeletal complaints among workers in a medium-sized industry by comparing its different sectors and investigate the influence of occupational and non-occupational factors in complaints increase. 185 industry workers divided in three sectors (factory, office and logistics) were assessed using the Nordic Musculoskeletal Questionnaire and lifestyle and work-related conditions questionnaires. Massive prevalence of musculoskeletal complaints (85.4%) was detected in this population, with different affected body parts in each sector. The most influential occupational factors were: working at the factory, job strain, pre-existing history of MSD and considering the job risky. Being female, low education level and inadequate rest were the most influential non-occupational factors. The body parts most affected by musculoskeletal complaints differ among each sector and are influenced by individual and occupational factors. Programs addressing these aspects can contribute to control WMSDs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DeniseHarari.pdf (1.10 Mbytes)
Data de Publicação
2012-12-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.