• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2000.tde-22092006-090150
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Giannella Samelli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Schochat, Eliane (Presidente)
Castro Junior, Ney Penteado de
Santos, Teresa Maria Momensohn dos
Título em português
Estudo das emissões otoacústicas e dos potenciais auditivos evocados de tronco cerebral em pacientes com zumbido.
Palavras-chave em português
Diretrizes para prática clínica/normas
Percepção auditiva
Psico-acústica
Resumo em português
O zumbido (ou tinnitus) pode ser descrito como a percepção de um som ou ruído sem nenhuma estimulação acústica externa. Apesar de freqüente, ainda existem muitas dúvidas envolvendo o zumbido, no que se refere à sua origem e tratamento para a totalidade dos casos. Os objetivos do presente trabalho foram estudar a supressão das Emissões Otoacústicas Transitórias com estimulação contralateral e as latências, intervalos interpicos, bem como as amplitudes das ondas dos Potenciais Auditivos Evocados de Tronco Cerebral, em pacientes com zumbido e perda auditiva neurossensorial, causada possivelmente por exposição prolongada a níveis de pressão sonora elevados. Foram avaliados 30 sujeitos com zumbido (grupo Z) e 30 sujeitos sem zumbido (grupo C), ambos os grupos do sexo masculino e pareados quanto à faixa etária, tempo de exposição ao ruído e grau de perda auditiva neurossensorial em agudos. Os resultados mostraram homogeneidade dos dois grupos quanto à faixa etária, tempo de exposição ao ruído e limiares auditivos. Observou-se supressão das emissões menores para o grupo Z, com diferença estatística somente para a orelha esquerda e indícios de diferença significante para a orelha direita. Quanto aos Potenciais Auditivos Evocados de Tronco Cerebral, houve um aumento das latências e redução das amplitudes para o grupo Z, com resultados significantes para a latência de onda III da orelha direita e para as latências das ondas I e III da orelha esquerda. Com base nos achados descritos, hipotetizou-se que, nos pacientes com zumbido, o sistema auditivo eferente olivococlear medial seria possivelmente menos eficiente, já que a supressão das emissões foi menor nestes pacientes. Além disso, poder-se-ia supor a existência de uma possível alteração na atividade do Tronco Cerebral em indivíduos com zumbido, evidenciadas pelos prolongamentos das latências e redução das amplitudes.
Título em inglês
Study of otoacoustic emissions and auditory brainstem response in patients with tinnitus
Palavras-chave em inglês
Auditory perception
Practice guidelines/standards
Psychoacoustics
Resumo em inglês
Tinnitus can be described as a perception of a particular sound or noise without any external acoustic stimulation. Though frequent, there are still many unanswered questions regarding tinnitus, the origin and treatment for all cases. The aim of this work was to study the suppression of Transitory Otoacoustic Emissions with contralateral stimulus and the latencies, interpeak intervals and amplitudes of Auditory Brainstem Response waves in patients with tinnitus and sensorineural hearing loss, possibly caused by prolonged exposition to high sound pressure levels. For that purpose, 30 individuals with tinnitus (group Z) and another 30 without it (group C) were studied. Both groups formed by males matched according with age, time exposed to noise and high-frequency sensorineural hearing loss. The results show homogeneous age, noise exposure time and hearing thresholds of both groups. Weaker suppression of emissions in group Z was observed, with significant statistical difference only for left ear and indicia of significant difference for the right ear. As for auditory brainstem response, there was an increase in latencies and reduction of amplitudes for group Z, with significant results for wave III latency of right ear and for I and III waves of left ear. Based on these findings, the theory is that in patients with tinnitus the medial olivocochlear efferent auditory system could possibly be less efficient, since the emission suppression was weaker in such patients. Besides, an assumption could be made that a possible alteration of brainstem activity takes place in patients with tinnitus, made clear by prolonged latencies and reduction of amplitudes in that group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
alessandragsamelli.pdf (426.14 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-11
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SAMELLI, Alessandra G, e SCHOCHAT, E. Estudo dos Potenciais Evocados de Tronco Cerebral em pacientes com zumbido. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2001, vol. 6, nº 2, p. 20-27.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.