• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2006.tde-26052006-113740
Documento
Autor
Nome completo
Andreia Hanada Otake
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Chammas, Roger (Presidente)
Barbuto, Jose Alexandre Marzagao
Benard, Gil
Neves, Rogerio Izar
Pueyo, Shigueko Sonohara Troyano
Título em português
"Papel de dissialogangliosídios na proliferação e morte celular induzida de melanócitos e melanomas in vitro"
Palavras-chave em português
Divisão celular
Fatores de crescimento de fibroblastos
Gangliosídeos
Melanoma
Morte celular
Quimioterapia
Resumo em português
Dissialogangliosídios, como GD3 e derivados são marcadores da progressão de melanomas. Para avaliar as possíveis funções desta molécula, transfectamos células de melanócitos com o gene da enzima ST8Sia I, que converte GM3 em GD3. Mostramos que GD3 não interfere na capacidade proliferativa dessas células, porém a expressão de GD3 mostrou-se associada à sobrevivência celular. Melanomas adquirem autonomia quanto às vias dependentes do fator de crescimento de fibroblastos (FGF-1 e -2). A expressão de GD3 não interfere na resposta proliferativa a estes fatores, porém GD3 e outros glicoesfingolipídios de membrana modulam a resposta migratória induzida por FGF-2. A expressão de GD3 sensibiliza as células à morte celular induzida por diferentes quimioterápicos, como cisplatina e vimblastina; porém, torna as células resistentes ao tratamento com temozolamida. A sensibilização ao tratamento com vimblastina, mas não às outras drogas, depende da presença de GD3, como observado por ensaios de depleção metabólica
Título em inglês
Role of disialogangliosides in proliferation and induced cell death of melanocytes and melanomas in vitro
Palavras-chave em inglês
Cell death
Cell division
Drug therapy
Fibroblast growth factors
Gangliosides
Melanoma
Resumo em inglês
Disialoganglioside GD3 and its derivatives are melanoma progression markers. To evaluate the possible roles of these molecules along melanoma progression, we have transfected the GD3 synthase gene (ST8Sia I) in a melanocyte cell line. Accumulation of GD3 did not confer any proliferative advantage to melanocytes. However, GD3 expression was associated with cell survival. The autonomic growth of melanomas is in part related to a constitutive activation of fibroblast growth factor dependent pathways. GD3 expression did not alter the proliferative response to either FGF-1 or FGF-2. However, GD3 and other membrane glycospingolipids modulate the motogenic activity of FGF-2. GD3 expression sensitizes melanocytes to chemotherapeutic agent-induced cell death, as cisplatin and vimblastin. On the other hand, GD3 turned melanocytes more resistant to temozolomide. Chemosensitization to vimblastin, but not to the other drugs, was dependent on the presence of GD3 within the cells, as shown by metabolic depletion of glycosphingolipids
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
andreiahotake.pdf (5.56 Mbytes)
Data de Publicação
2006-06-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SOUZA, G A de, et al. Proteomic and SAGE profiling of murine melanoma progression indicates the reduction of proteins responsible for ROS degradation [doi:10.1002/pmic.200500243]. Proteomics [online], 2006, vol. 6, p. 1460-1470.
  • CHAMMAS, R., et al. Papel dos glicoconjugados na modulação funcional de integrinas ao longo da progressão tumoral. In XI Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular, Porto Alegre, 2002. Avanços em Biologia Celular.Porto Alegre : EDIPUCRS, 2002.
  • CHAMMAS, R., et al. Role of tumor-associated glycoconjugates in cell migration. In XXXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, Caxambu, 2002. Programa e Resumos da XXXI Reunião Anual., 2002. Abstract.
  • CHAMMAS, R., OTAKE, Andreia Hanada, and DUARTE, A. P. M. Contrary functions of glycosphingolipids in the migratory properties of melanocytes. In XXXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, Caxambu, 2003. Livro de Resumos- XXXII Reunião Anual da SBBq., 2003. Abstract.
  • DUARTE, A P, OTAKE, A H, and CHAMMAS, R. Gangliosides modulate cell migration and cell survival. In XII Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular e IX Congresso da Sociedade Iberoamericana de Biologia Celular, Campinas, 2004. Abstract.
  • OTAKE, A H, and CHAMMAS, R. Ganglioside GD3 modulates chemotherapy-induced cell death in vitro. In SIMEC2004-Simposio Internacional sobre Matriz Extracelular, Angra dos Reis, 2004. SIMEC 2004., 2004. Abstract.
  • OTAKE, A H, ANDRADE, Luciana Nogueira de Sousa, and CHAMMAS, R. Ganglioside GD3 Modulates Chemotherapy Induced Cell Death In Vitro. In IV São Paulo Research Conference Cancer Today: From Molecular Biology to Treatment, São Paulo, 2005. Applied Cancer Research. Supplement., 2005. Abstract.
  • OTAKE, A H, DUARTE, A P M, and CHAMMAS, R. Gangliosides modulate melanocyte migration and survival. In 96th Annual Meeting of the American Association for Cancer Research, Anaheim, 2005. Proc Amer Assoc Cancer Res 2005., 2005. Abstract.
  • OTAKE, Andréia Hanada, and CHAMMAS, R. Glanglioside GD3 modulates chemotherapy-induced cell death in vitro. In XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular e IX Simpósio Brasileiro de Matriz Extracellular, IV International Symposium on Extracellular Matrix, Búzios Rio de Janeiro, 2006. Anais XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular e IX Simpósio Brasileiro de Matris Extracellular, IV International Symposium on Extracellular Matrix., 2006. Abstract.
  • OTAKE, Andreia Hanada, DUARTE, A. P. M., and CHAMMAS, R. FGF-2 motogenic, but not mitogenic, activity depends on glycosphingolipid composition of melanocyte cell membranes. In SIMEC2002-Simposio Internacional sobre Matriz Extracelular, Angra dos Reis, 2002. SIMEC2002-Program and Abstract Book., 2002. Abstract.
  • OTAKE, Andreia Hanada, DUARTE, A. P. M., and CHAMMAS, R. The motogenic activity of FGF depends on glycosphingolipid composition of melanocyte cell membranes. In XXXII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, Caxambu, 2003. Livro de Resumos- XXXII Reunião Anual da SBBq., 2003. Abstract.
  • OTAKE, Andréia Hanada, DUARTE, A. P. M., e CHAMMAS, R. Gangliosides modulate melanocyte migration. In I Simpósio Avanços em Pesquisas Médicas dos Laboratórios de Investigação Médica do HC-FMUSP, São Paulo, 2003. Resumo. Dispon?vel em: http://www.usp.br/medicina/direxlim.
  • TORTELLI JR, Tharcisio Citrangulo, et al. Subcellular localization of prohibitin in cisplatin-treated human melanoma cells. In XXXVI Reunião Anual da SBBq, Salvador, 2007. Anais da XXXVI Reunião Anual da SBBq., 2007. Abstract.
  • CHAMMAS, R., et al. Genética e Biologia Molecular do Melanoma e de sua Progressão. In Renato Santos de Oliveira Filho. Melanoma Cutâneo Localizado e Linfonodo Sentinela. Organizador. São Paulo : LeMar, 2003{Volume}, p. 1-19.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-26052006-113740/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.