• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2016.tde-11012016-154920
Documento
Autor
Nome completo
Gustavo Nader Marta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Kowalski, Luiz Paulo (Presidente)
Castro Junior, Gilberto de
Ferrigno, Robson
Vartanian, José Guilherme
Weltman, Eduardo
Título em português
Quimioterapia de indução seguida de cirurgia com ou sem radioterapia adjuvante para pacientes com diagnóstico de câncer de cavidade oral: revisão sistemática e metanálise
Palavras-chave em português
Cirurgia
Metanálise
Neoplasias bucais
Prognóstico
Quimioterapia de indução
Radioterapia adjuvante
Revisão
Sobrevida
Terapêutica
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Os tumores da cavidade oral localmente avançados são neoplasias agressivas e com alto risco de recaída após o tratamento radical definitivo. O presente estudo foi realizado para avaliar a eficácia e segurança da quimioterapia de indução antes da cirurgia em pacientes com câncer de cavidade oral. MÉTODOS: Uma revisão sistemática da literatura foi realizada e apenas ensaios clínicos randomizados prospectivos fase III que comparavam a quimioterapia de indução seguida de cirurgia com ou sem radioterapia pósoperatória (Grupo QT) à cirurgia com ou sem radioterapia pós-operatória (Grupo Controle) foram elegíveis. Dois autores selecionaram os estudos de forma independente, respeitando os critérios de elegibilidade preestabelecidos. Avaliou-se também o risco de viés dos estudos incluídos. RESULTADOS: No total, dois estudos foram selecionados. Quatrocentos e cinquenta e um pacientes foram aleatoriamente randomizados para o Grupo QT (n = 226) e para o Grupo Controle (n = 225). A maioria dos pacientes tinha tumores em estádios clínicos III/IV (89,1%). Ambos os estudos foram classificados como tendo baixo risco de viés. Nenhum benefício estatisticamente significante em favor da quimioterapia de indução foi encontrado quanto à recorrência locorregional, à sobrevida livre de doença e à sobrevida global. A análise de subgrupo com dados individuais dos pacientes com doença cervical linfonodal N2 demonstrou benefício estatisticamente significante em sobrevida global no grupo que recebeu quimioterapia de indução. Nenhuma análise estatística foi realizada em relação à segurança das estratégias de tratamento, uma vez que os estudos incluídos não avaliaram diretamente esse desfecho. CONCLUSÕES: Com base nos estudos disponíveis, a quimioterapia de indução não melhora os resultados clínicos em pacientes com câncer de cavidade oral quando administrada antes da cirurgia radical com intenção curativa. O subgrupo de pacientes com doença linfonodal cervical N2 é aquele que eventualmente poderia se beneficiar da estratégia de quimioterapia de indução
Título em inglês
Induction chemotherapy prior to surgery with or without postoperative radiotherapy for oral cavity cancer patients: systematic review and meta-analysis
Palavras-chave em inglês
Adjuvant radiotherapy
Induction chemotherapy
Meta-analysis
Mouth neoplasms
Prognosis
Review
Surgery
Survival
Treatment
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Locoregionally advanced oral cavity cancers are aggressive tumors with high risk of relapse after definitive treatment. This study was performed to assess the effectiveness and safety of induction chemotherapy prior to surgery for untreated oral cavity cancer patients. METHODS: Only prospective phase III randomized studies comparing induction chemotherapy followed by surgery with or without postoperative radiotherapy (Chemo Group) compared with surgery with or without postoperative radiotherapy (Control Group) were eligible. Two of the authors independently selected and assessed the studies regarding eligibility criteria and risk of bias. RESULTS: Two studies were selected. A total of 451 patients were randomly assigned to Chemo Group (n = 226) versus Control Group (n = 225). Most patients had tumors at clinical stages III/IV (89.1%). Both trials were classified as having low risk of bias. No significant overall benefit in favor of induction chemotherapy was found regarding loco-regional recurrence, disease-free survival and overall survival. A subgroup analysis of individual data from cN2 patients showed statistically significant overall survival benefit in favor of induction chemotherapy. The included studies did not directly compare toxicity between the groups and no statistical analysis was performed regarding safety outcomes. CONCLUSIONS: Based on the available studies, induction chemotherapy when administered before surgery with curative intent did not improve clinical outcomes in locoregionally advanced oral cavity cancers patients. Clinically assessed N2 patients might benefit from induction chemotheraphy
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GustavoNaderMarta.pdf (493.78 Kbytes)
Data de Publicação
2016-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.