• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-14102008-151655
Documento
Autor
Nome completo
Luiz de Abreu Júnior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Castro, Claudio Campi de (Presidente)
Borri, Maria Lúcia
Gebrim, Eloisa Maria Mello Santiago
Saito, Osmar de Cassio
Wolosker, Angela Maria Borri
Título em português
Comparação entre as técnicas de dacriocistografia por ressonância magnética e por raios X no diagnóstico da obstrução das vias lacrimais
Palavras-chave em português
Aparelho lacrimal
Doenças do aparelho lacrimal
Imagem por ressonância magnética
Radiografia
Técnicas de diagnóstico e procedimentos
Resumo em português
Introdução: Epífora corresponde ao hiperlacrimejamento decorrente de causa obstrutiva. Quase sempre se indica o tratamento cirúrgico, e a determinação do nível e da natureza da obstrução solicita exames de imagem. A ressonância magnética pode ser utilizada nesse contexto. Objetivos: Verificar a eficácia da dacriocistografia por RM, na avaliação de obstrução das vias lacrimais, correlacionando com o exame de imagem padrão-ouro, a dacriocistografia por RX. Métodos: A amostra compreendeu 32 indivíduos (26 mulheres e seis homens, com média de idade de 55,4 ± 21,5 anos) com tempo de sintomatologia oscilando entre três meses e vinte anos. Utilizaram-se seqüências de RM ponderadas em STIR T2 sem e com instilação de soro fisiológico e seqüência gradiente-eco ponderada em T1, após instilação de solução de gadolínio diluído (1:100). Os dados da RM foram correlacionados com o exame padrão-ouro (dacriocistografia por RX). A análise foi realizada por dois observadores. Foram calculados: a sensibilidade, a especificidade e os valores preditivos - positivo (VPP) e negativo (VPN) - de cada uma das seqüências de RM, para a detecção da presença de obstrução das vias lacrimais. Calculou-se, ainda, a concordância intra- e interobservador para os diagnósticos da presença e do nível da obstrução, obtidos em cada seqüência de RM, comparando-a com o padrão-ouro (DCG), utilizando-se o teste exato de Fischer e o índice Kappa (K), com nível de significância (p) < 0,001. Resultados: Quanto à detecção de obstrução das vias lacrimais, as seqüências de RM apresentaram sensibilidade entre 91,9% e 93,2%, especificidade entre 80,3% e 100%, VPP entre 88,7% e 100% e VPN entre 83,2% e 87,8%. O índice Kappa revelou concordâncias intra- e interobservadores bastantes elevadas (entre 0,716 e 1,000). Quanto à caracterização do nível da obstrução, houve diferenças entre os resultados de cada um dos observadores. Para o observador 1, apenas a seqüência STIR, com instilação de soro fisiológico, denotou concordância estatisticamente significante com a DCG (K = 0,582). Em contrapartida, para o observador 2, todas as seqüências de RM mostraram concordância estatisticamente significante com a DCG (K entre 0,404 e 0,623). Conclusões: A RM pode ser adotada como método de imagem para a avaliação dos pacientes com suspeita de obstrução das vias lacrimais, por apresentar elevada sensibilidade e especificidade para esse diagnóstico, além de elevados índices de concordância intra - e interobservadores. Nos casos em que as vias lacrimais se revelem não preenchidas por qualquer meio de contraste na RM, outros métodos de imagem poderão ser necessários para a diferenciação entre obstruções altas ou distúrbios funcionais
Título em inglês
Comparison between magnetic resonance and x-ray dacryocystography in the evaluation of the obstruction of the lacrimal apparatus
Palavras-chave em inglês
Diagnostic techniques and procedures
Lacrimal apparatus
Lacrimal apparatus diseases
Magnetic Resonance Imaging
Radiography
Resumo em inglês
Epiphora is the hyperlachrymation related to an obstruction of the lachrymal drainage system. In such cases, the treatment is frequently surgical and the definition of the nature and level of obstruction demands imaging methods. Magnetic Resonance Imaging (MRI) may play a role in this issue. Objectives: Evaluate the efficacy of MR dacryocystography in the obstruction of the lachrymal drainage system, comparing the results to the gold standard imaging method (X-ray dacryocystography - DCG). Methods: The study comprised 32 patients (26 women and 6 men, mean age 55.4 ± 21.5 years), with a time course of symptoms ranging from 3 months to 20 years. They were evaluated using a STIR T2 sequence, without and with the instillation of saline solution and a Gradient-echo T1 sequence after instillation of 1:100 diluted gadolinium. The MRI findings were compared to the DCG ones. Two different observers performed the analysis. Sensitivity, specificity, positive predictive value (PPV) and negative predictive value (NPV) were calculated for each MRI sequence, regarding the detection of the obstruction of the lachrymal apparatus. Intra and interobserver agreement were calculated for the detection of the obstruction and for the determination of the level of obstruction, using the Fischer exact test and Kappa index - K (statistical significance p < 0,001). Results: Regarding the detection of obstruction, MRI sequences presented sensitivity ranging from 91.9% to 93.2%, specificity ranging from 80,3% to 100%, PPV ranging from 88.7% to 100% and NPV ranging from 83.2% to 87.8%. Kappa index revealed high intra and interobserver values (ranging from 0.716 to 1.000). Regarding the determination of the level of obstruction, the results for each observer were different. For Observer 1, the STIR T2 sequence after instillation of saline solution was the only one to be statistically concordant to DCG (K = 0.582). Otherwise, for Observer 2, all MR sequences were statistically concordant to DCG (K ranging from 0.404 to 0.623). Conclusions: MRI may be considered in the radiological evaluation of patients with epiphora, due to its high sensitivity and specificity, as well as consistent intra and interobserver agreement rates. When the lachrymal drainage system is not filled with any kind of content in the MRI examination, other imaging modalities must be considered, for differentiation between upper system obstruction and functional disease
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
luizdeabreujunior.pdf (22.52 Mbytes)
Data de Publicação
2008-11-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.