• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2007.tde-18042007-103524
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Gervilla Gregório
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Lorenzi Filho, Geraldo (Presidente)
Alves, Rosana Souza Cardoso
Bittencourt, Lia Rita Azeredo
Stirbulov, Roberto
Terra Filho, Mario
Título em português
Validação da polissonografia diurna com sono induzido para o diagnóstico de apnéia obstrutiva do sono
Palavras-chave em português
Diagnóstico/métodos
Estudo comparativo
Midazolam
Polissonografia
Síndromes da apnéia do sono
Sono
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A apnéia obstrutiva do sono é uma doença altamente prevalente na população adulta e associada à morbidade significante. A polissonografia noturna é o método padrão ouro para o diagnóstico de apnéia obstrutiva do sono. Entretanto seu custo é elevado e a disponibilidade de leitos para polissonografia é muito inferior a demanda. Por esta razão, estratégias para otimizar o diagnóstico de apnéia obstrutiva do sono são urgentes e necessárias. O objetivo deste estudo foi o de comparar um exame diurno de polissonografia, de curta duração e através de sono induzido por benzodiazepínico com a polissonografia noturna para o diagnóstico de apnéia obstrutiva do sono. MÉTODOS: Foram estudamos 40 pacientes divididos em dois grupos baseados no resultado da polissonografia noturna (Índice de Apnéia e Hipopnéia < ou >= 15 eventos/hora). Os dezoito Indivíduos portadores de apnéia obstrutiva do sono (id= 46 + 9 anos) e os vinte e dois controles (id= 38 + 10 anos) foram submetidos a uma polissonografia diurna, de curta duração, com indução de sono através de infusão intravenosa lenta de midazolam. RESULTADOS: O sono induzido foi obtido em todos indivíduos. O tempo total de sono foi de 41,5 + 18,9 minutos. A maioria dos eventos respiratórios durante o sono induzido forma obstrutivos e similares aos observados durante a polissonografia noturna. Não houve diferença estatisticamente significativa entre o índice de apnéia e hipopnéia bem como com a saturação mínima de oxigênio obtido pela polissonografia noturna e com sono induzido nos grupos estudados (p>0,05). Reunindo os dois grupos, o índice de apnéia e hipopnéia e a menor saturação de oxigênio obtidos pelos dois métodos tiveram correlação significativa (r=0,67 e r=0,77, respectivamente). A sensibilidade e especificidade para o diagnóstico de apnéia obstrutiva do sono através do sono induzido foi 0,83 e 0,72 respectivamente. Nenhuma complicação foi observada durante o sono induzido. CONCLUSÃO: A polissonografia com sono induzido é um método rápido e seguro que pode ser uma alternativa a polissonografia noturna para o diagnóstico de apnéia obstrutiva do sono.
Título em inglês
Validation of short induced sleep polysomnography for the diagnosis of obstructive sleep apnea
Palavras-chave em inglês
Comparative study
Diagnosis/methods
Midazolam
Polysomnography
Sleep
Sleep apnea syndromes
Resumo em inglês
Polysomnography is the gold standard method for diagnosing obstructive sleep apnea. However, the gap between demand and capacity in performig polysomnography is a major healthcare problem. We sought to compare a short day-time induced sleep with full overnight standard PSG (full PSG) monitoring for the diagnosis of obstructive sleep apnea. We studied 40 patients classified into subjects with obstructive sleep apnea (n=18, age= 46.8 + 9.1yr) and controls (n=22, age= 38.5 + 10,7yr) groups, based on the results of a full polysomnography (apnea-hypopnea index >= 15 events/hour). All subjects underwent a short day-time polysomnography. Sleep was induced by slow intravenous drip infusion of midazolam and achived in all subjects. Total time of induced sleep was 41.5 ± 18.9 min. The majority of the respiratory events during induced sleep were obstructive and similar to that observed during full polysomnography. There was no difference between apnea-hypopnea index obtained by full and short polysomnography in obstructive sleep apnea and control groups (p>0,05). The same occured to lowest O2 saturation. Taken all together, apnea-hypopnea index and lowest O2 saturation during short polysomnography correlated well with full polysomnography (r=0,67 and r=0,77, respectively). Sensitivity and specificity for the diagnosis of obstructive sleep apnea by induced sleep was 0,83 and 0,72, respectively. No complications were observed. Induced sleep PSG by midazolan is a short and safe study that may represent an alternative for full polysomnography in the diagnosis of obstructive sleep apnea.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-04-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.