• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2007.tde-24012008-132225
Documento
Autor
Nome completo
Frederico Castelo Moura
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Mario Luiz Ribeiro (Presidente)
Malta, Roberto Freire Santiago
Paranhos Júnior, Augusto
Susanna Junior, Remo
Tavares, Ivan Maynart
Título em português
Comparação das medidas da espessura macular e da camada de fibras nervosas retiniana para detecção de atrofia em banda do nervo óptico através da tomografia de coerência óptica
Palavras-chave em português
Atrofia óptica/diagnóstico
Fibras nervosas/patologia
Mácula lútea/patologia
Quiasma óptico/patologia
Tomografia de coerência óptica/métodos
Resumo em português
Pacientes com compressão quiasmática apresentam perda das fibras nervosas da retina nasal que decussam no quiasma óptico. Por conseguinte, ocorre perda das fibras nervosas, predominantemente, no setor nasal e temporal do disco óptico, que se manifesta por atrofia em banda do nervo óptico ao exame oftalmoscópico e hemianopsia temporal ao exame de campo visual. Trabalhos anteriores mostraram que o tomógrafo de coerência óptica é capaz de diferenciar pacientes com atrofia em banda do nervo óptico associada à hemianopsia temporal completa de indivíduos normais através da análise da camada de fibras nervosas peripapilar. Estudos em glaucoma têm sugerido que a avaliação da espessura macular poderia ser útil na quantificação da perda neural como um método alternativo ou complementar ao estudo da camada de fibras nervosas da retina. No presente estudo, a espessura macular e da camada de fibras nervosas foram avaliadas pelo tomógrafo de coerência óptica em pacientes com atrofia em banda do nervo óptico e graus variados de hemianopsia temporal. O desempenho dos parâmetros maculares para detecção da atrofia em banda do nervo óptico foi avaliado pela área sob a curva ROC (AROC) e sensibilidades para especificidades fixas e os resultados foram comparados aos parâmetros da camada de fibras nervosas peripapilar. Para identificar os parâmetros do Stratus OCT que apresentaram melhor desempenho para diferenciar pacientes com AB do nervo óptico de indivíduos normais, modelos de regressão logística foram utilizados. A correlação estrutura-função foi realizada entre o grau do defeito temporal e os valores de espessura macular e da camada de fibras peripapilar através do coeficiente de correlação de Spearman. A categorização diagnóstica dos parâmetros da camada de fibras nervosas através do banco de dados normativos foi avaliada pelos valores de sensibilidade e especificidade calculados pelo teste exato de Fisher. Quarenta e quatro olhos com atrofia em banda e 47 olhos normais foram avaliados no estudo. Entre os parâmetros maculares, os parâmetros da retina nasal apresentaram melhor desempenho para detectar atrofia em banda do nervo óptico comparados aos parâmetros da retina temporal. Não houve diferença significante (p=0,32) entre as áreas sob a curva ROC do melhor parâmetro macular (AROC=0,97) e do melhor parâmetro da camada de fibras nervosas retiniana (AROC=0,99). Na avaliação da correlação estrutura-função, os parâmetros da retina nasal apresentaram maior correlação com o defeito campimétrico comparados aos parâmetros da camada de fibras nervosas da retinal. Entre os parâmetros maculares, a espessura nasal média apresentou a maior correlação (rs=0,618). Entre os parâmetros da camada de fibras nervosas da retina, a espessura média apresentou a maior correlação (rs=0,479). Os parâmetros espessura média, espessura nasal e espessura temporal da camada de fibras nervosas da retina apresentaram melhor desempenho diagnóstico baseado na categorização diagnóstica do banco de dados normativos. Os resultados obtidos no estudo mostraram que os parâmetros maculares discriminam olhos com atrofia em banda do nervo óptico em pacientes com graus variados de defeito temporal. Além disso, os parâmetros da retina nasal podem colaborar com o exame perimétrico e os parâmetros da camada de fibras nervosas para o seguimento dos pacientes com compressão quiasmática.
Título em inglês
Comparison of macular thickness and retinal nerve fiber thickness measurements for detection of band atrophy of the optic nerve using optical coherence tomography
Palavras-chave em inglês
Macula lutea/pathology
Nerve fibers/pathology
Optic atrophy/diagnostic
Optic chiasm/pathology
Optical coherence tomography/methods
Resumo em inglês
Patients with chiasmal compression present damage of crossed fibers of nasal retina. Therefore, retinal nerve fiber layer loss occurs predominantly on the nasal and temporal sides of the optic disc, a pattern that can be identified on ophthalmoscopy as band atrophy of the optic nerve and on visual field as temporal hemianopia. Previous studies have been demonstrated that optical coherence tomography is able to detect retinal nerve fiber layer loss in patients with lesions of the optic chiasm and complete temporal hemianopia. Studies in glaucoma have been suggested that macular thickness measurements could be useful in quantification of optical nerve axonal loss as alternative or complement method to evaluate the retinal nerve fiber layer. The purpose of the present study was to compare macular thickness and retinal nerve fiber thickness measurements in patients with band atrophy of the optic nerve and different severities of visual field defect using optical coherence tomography. Area under the receiver operating characteristic curve (AROC) and sensitivities at fixed specificities were performed for evaluation of diagnostic accuracy of macular and retinal nerve fiber layer parameters. To identify the best optical coherence tomography measurements to differentiate band atrophy of the optic nerve patients from normal individuals, logistic regression models were performed. Association between optical coherence tomography parameters and temporal field defect were examined by Spearman coefficient of correlation. Fisher's exact test was performed to evaluate diagnostic ability of retinal nerve fiber parameters by optical coherence tomography in eyes with band atrophy using comparison with its internal normative database. A total of 44 eyes with band atrophy of the optic nerve and 47 normal eyes were studied. Among macular parameters, nasal retina measurements showed diagnostic accuracy better than temporal retina measurements. No statistically significant difference (p=0.32) was found between areas under ROC curve for the best macular parameter (AROC=0.97) and the best retinal nerve fiber layer parameter (AROC=0.99). Nasal retina parameters correlations were higher than retinal nerve fiber parameters. The highest correlation was observed for the mean nasal thickness (rs=0.618) for macular parameters. In retinal nerve fiber parameters, the highest correlation was observed for the average thickness (rs=0.479). In evaluation of diagnostic ability of normative database, the average thickness parameter demonstrated the highest sensitivity for detection of abnormalities in eyes with band atrophy, followed by the parameters related to the nasal and temporal quadrants. These results suggest that macular thickness measurements discriminate eyes with band atrophy of the optic nerve with different severities of temporal field defect. Results also suggest that nasal retina thickness measurements could potentially be used to evaluate retinal ganglion cell loss in patients with chiasmal compression.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-29
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • LEAL, bruno, MOURA, Frederico, e MONTEIRO, mario. Comparison of scanning laser polarimetry, optical coherence tomography 1 and Stratus optical coheren. Arq Brasil Oftalmol [online], 2006, vol. 69, n. 4, p. 531-537. [acesso 2011-09-27]. Disponível em : <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27492006000400014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>
  • LEAL, bruno, MOURA, Frederico, e MONTEIRO, mario. Retinal nerve fiber layer loss documented by Stratus OCTTM in patients with pituitary adenoma: case. Arq Brasileior Oftalmologia [online], 2006, vol. 69, n. 2, p. 251-254. [acesso 2011-09-27]. Disponível em : <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27492006000200021&lng=en&nrm=iso&tlng=en>
  • MONTEIRO, M L R, et al. Comparison of retinal nerve fibre layer measurements using optical coherence tomography versions 1 and 3 in eyes with band atrophy of the optic nerve and normal controls [doi:10.1038/sj.eye.6702182]. Eye [online], 2005, vol. 21, n. 1, p. 16-22.
  • MONTEIRO, M L R, and MOURA, F C. Comparison of the GDx VCC scanning laser polarimeter and the stratus optical coherence tomograph in the detection of band atrophy of the optic nerve [doi:10.1038/sj.eye.6702694]. Eye [online], 2007, vol. 22, n. 5, p. 641-648.
  • MONTEIRO, Mario, MOURA, Frederico, e CUNHA , Leonardo. Frequency doubling perimetry in patients with mild and moderate pituitary tumor-associated visual fi. Arq Bras Oftalmol [online], 2007, vol. 70, n. 2, p. 323-329. [acesso 2011-09-27]. Disponível em : <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27492007000200024&lng=en&nrm=iso&tlng=en>
  • MONTEIRO, Mário L.R., MOURA, Frederico C., and MEDEIROS, Felipe A.. Diagnostic Ability of Optical Coherence Tomography with a Normative Database to Detect Band Atrophy of the Optic Nerve [doi:10.1016/j.ajo.2006.11.054]. American Journal of Ophthalmology [online], 2007, vol. 143, n. 5, p. 896-899.
  • MONTEIRO, Mário L.R., MOURA, Frederico C., and MEDEIROS, Felipe A.. Scanning Laser Polarimetry with Enhanced Corneal Compensation for Detection of Axonal Loss in Band Atrophy of the Optic Nerve [doi:10.1016/j.ajo.2007.11.023]. American Journal of Ophthalmology [online], 2008, vol. 145, n. 4, p. 747-754.e2.
  • MOURA, Frederico C., MEDEIROS, Felipe A., and MONTEIRO, Mário L.R.. Evaluation of Macular Thickness Measurements for Detection of Band Atrophy of the Optic Nerve Using Optical Coherence Tomography [doi:10.1016/j.ophtha.2006.06.045]. Ophthalmology [online], 2007, vol. 114, n. 1, p. 175-181.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.