• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2012.tde-18032013-153010
Documento
Autor
Nome completo
Rony Carlos Preti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Takahashi, Walter Yukihiko (Presidente)
Goldbaum, Mauro
Gomes, André Marcelo Vieira
Maia Junior, Otacilio de Oliveira
Yamamoto, Joyce Hisae
Título em português
Avaliação estrutural e funcional da mácula nos pacientes com retinopatia diabética proliferativa submetidos à panfotocoagulação associada a injeções intravítreas de bevacizumabe
Palavras-chave em português
Bevacizumabe
Complicações do diabetes
Fator de crescimento endotelial vascular/antagonistas & inibidores
Inibidores da angiogênese/uso terapêutico
Lasers/utilização
Retinopatia diabética/complicações
Retinopatia diabética/terapia
Tomografia de coerência óptica/métodos
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O presente estudo avaliou o tratamento com injeções intravítreas de Bevacizumabe (IVB) associadas à panfotocoagulação (PFC) da retina na retinopatia diabética proliferativa (RDP) de alto risco com ou sem edema macular (EM). MÉTODOS: Ensaio clínico randomizado, prospectivo, aberto e mascarado composto por pacientes com Diabetes melitos (DM) tipo 2. A acuidade visual (AV) foi medida com a tabela Early Treatment Diabetic Retinopathy Study e a sensibilidade ao contraste (SC) pela da tabela Vistech Consultants Incorporation 6500. Os pacientes foram submetidos a exame de angiofluoresceinografia para observação de neovascularização retiniana e isquemia macular e à tomografia de coerência óptica (OCT), para se obter a espessura foveal (EF) e o volume macular (VM). Após os exames, um dos olhos do mesmo paciente foi randomizado para realizar somente PFC, grupo controle (GC), e o outro para PFC associado a injeções IVB, grupo de estudo (GE). A hemorragia vítrea (HV) e a presença de complicações também foram avaliadas. RESULTADOS: Dos 42 pacientes incluídos, 35 completaram o estudo. A média de idade foi de 56±8 anos, com predominância do gênero masculino 21 (60%). Vinte e seis (74%) pacientes eram portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica com média de duração de 9±10 anos. A média de duração do DM foi de 18±9 anos sendo 23 (66%) usuários de insulina e 21 (68,5%), fácicos. A AV e a SC não demonstraram diferença entre os grupos no total da amostra. O GE demonstrou melhora em comparação ao GC na EF no 1º mês, e no VM nos 1° e 3º meses de seguimento. Quanto aos 12 pacientes com EM bilateral somente a EF demonstrou redução no GE no 1º mês de seguimento. Ao se avaliar os grupos separadamente, o GC apresentou agravamento da AV e SC durante todo seguimento. Houve também aumento da EF nos 1º e 6º meses e VM nos 1º , 3º e 6º meses de seguimento. O GE demonstrou estabilização da AV, SC, EF e VM. Correlacionado às funções visuais, AV com a SC, toda vez que houve piora da AV esta foi acompanhada pelo agravamento da SC em todos os momentos no GC e GE. Quando correlacionadas as AV e SC com as EF e VM, toda vez que a espessura macular aumentava, havia piora da função visual. Dos sete pacientes excluídos do estudo por apresentarem HV, cinco integravam o GC e dois o GE. Não houve aparecimento de catarata, endoftalmite e/ou aumento significativo da pressão ocular. CONCLUSÃO: Na RDP de alto risco, o uso adjuvante de injeções intravítreas de Bevacizumabe associadas à panfotocoagulação da retina pode estabilizar a AV, SC, EF e VM, diminuir a incidência de HV e reduzir a da espessura macular. Em relação à correlação entre as variáveis, quando houve piora da AV, esta foi acompanhada da piora da SC e o aumento da EF e VM causaram piora da AV e SC
Título em inglês
Structural and functional assessment of the macula in patients with proliferative diabetic retinopathy submitted to panretinal photocoagulation associated with intravitreal injections of bevacizumab
Palavras-chave em inglês
Angiogenesis inhibitors/therapeutic use
Bevacizumab
Diabetes complications
Diabetic retinopathy/complications
Diabetic retinopathy/therapy
Lasers/utilization
Tomography optical coherence/methods
Vascular endothelial growth factor/antagonists & inhibitors
Resumo em inglês
INTRODUCTION: This study evaluated the treatment with intravitreal injections of Bevacizumab (IVB) associated with panretinal photocoagulation (PRP) in high-risk proliferative diabetic retinopathy (PDR) with or without diabetic macular edema (DME). METHODS: Prospective, open and masked, randomized clinical trial, composed of patients with type 2 Diabetes Mellitus (DM). The visual acuity (VA) was measured with the Early Treatment Diabetic Retinopathy Study charts and the contrast sensitivity (CS) through the chart of Vistech Consultants Incorporation 6500. Patients were submitted to a fluorescein angiography examination to observe retinal neovascularization and macular ischemia and to an optical coherence tomography (OCT) to obtain the foveal thickness (FT) and macular volume (MV). After the tests, one of the eyes from the same patient was randomized to realize only the PRP, the control group (CG), and the other for PRP associated to IVB injections, the study group (SG). Vitreous hemorrhage (VH) and presence of complications were also evaluated. RESULTS: Thirty-five of the forty-two patients included, completed the study. The mean age was 56±8 years, with a predominance of 21 (60%) males. Twenty-six (74%) patients had systemic hypertension with a mean duration of 9±10 years. The mean duration of DM was 18±9 years, of which 23 (66%) were insulin users and 21 (68.5%) were phakic. The VA and CS showed no difference between groups in the total sample. The SG showed improvement compared to the CG in FT for the 1st month, and in MV for the 1st and 3rd month of follow-up. As for the 12 patients with bilateral ME, only the FT showed a reduction in the SG for the 1st month of follow-up. When evaluating the groups separately, the CG showed worsening of VA and CS at all times. There was also an increase of FT for the 1st and 6th months and of MV for the 1st, 3rd and 6th month follow-up. The SG showed stabilization of VA, CS, FT and MV. When correlated to visual functions, VA and CS, a worsening of the VA was accompanied every time by a worsening of the CS in both the CG and SG. When VA and CS are correlated to FT and MV, there was worsening of visual function whenever macular thickness increased. Of the seven patients excluded from the study by presenting VH, 5 belonged to the CG and the 2 to the SG. There was no incidence of cataracts, endophthalmitis and/or significant increase in intraocular pressure. CONCLUSION: In high-risk PDR, intraocular injections of Bevacizumab as an adjuvant treatment to PRP, can stabilize VA, CS, FT and MV, reduce of the incidence of VH and decrease the macular thickness. Regarding the correlation between variables, when there was a worsening of VA, this was accompanied by a worsening of the CS, and an increase in FT and MV caused the worsening of the VA and CS
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RonyCarlosPreti.pdf (3.22 Mbytes)
Data de Publicação
2013-03-20
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • PRETI, Rony Carlos, et al. Structural and Functional Assessment of Macula in Patients with High-Risk Proliferative Diabetic Retinopathy Submitted to Panretinal Photocoagulation and Associated Intravitreal Bevacizumab Injections : A Comparative, Randomised, Controlled Trial [doi:10.1159/000348605]. Ophthalmologica [online], 2013.
  • PRETI, Rony Carlos. Contrast sensitivity evaluation in high risk proliferative diabetic retinopathy treated with panretinal photocoagulation associated or not with intravitreal bevacizumab injections: a randomised clinical trial. British Journal of Ophthalmology, 2013, vol. 97, n. 7, p. 885-889.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.