• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-14082018-102054
Documento
Autor
Nome completo
Fernando José de Novelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Takahashi, Walter Yukihiko (Presidente)
Carricondo, Pedro Carlos
Goldbaum, Mauro
Nóbrega, Mário Junqueira
Zacharias, Leandro Cabral
Título em português
Cirurgia da retirada da membrana epirretiniana com e sem remoção de membrana limitante interna: estudo comparativo da acuidade visual, metamorfopsia, características da tomografia de coerência óptica e taxa de recorrência
Palavras-chave em português
Membrana epirretiniana
Membrana limitante interna
Metamorfopsia
Tomografia de coerência óptica
Vitrectomia posterior
Resumo em português
Objetivo: Estudar e comparar a acuidade visual, metamorfopsia, espessura foveal, camada limitante externa e zona elipsoide por meio da Tomografia de Coerência Óptica (OCT), e a taxa de recorrência dos pacientes operados de remoção de membrana epirretiniana, com e sem a retirada da membrana limitante interna. Métodos: Pacientes com MER operados por um único cirurgião e randomizados, aleatoriamente, em dois grupos. Todos os pacientes tiveram a retirada da membrana epirretiniana: 35 pacientes do Grupo 01, sem a adicional retirada de membrana limitante interna, e 28 pacientes do Grupo 02, com a retirada dessa membrana. Os pacientes foram seguidos e avaliados no primeiro, terceiro e sexto mês. Resultados: Setenta pacientes operados no total, sendo sete excluídos por perda de seguimento. Os pacientes de ambos os grupos evoluíram com melhora gradativa da visão ao longo do tempo. No Grupo 01, a média de acuidade visual inicial foi 0,60 logMAR (±0,3 desvio padrão - DP), no primeiro mês foi 0,49 logMAR (±0,26 DP), no terceiro mês, 0,39 logMAR (±0,30 DP) e no sexto mês, 0,27 logMAR (±0,25 DP). No Grupo 02, a média de acuidade visual inicial foi 0,63 logMAR (±0,25 DP), no primeiro mês foi 0,44 logMAR (±0,26 DP), no terceiro mês, 0,41 logMAR (±0,35 DP), e no sexto mês, 0,43 logMAR (0,44 DP). Não houve diferença estatisticamente significante quanto à melhora da acuidade visual entre os dois grupos. Não foi encontrada diferença estatisticamente significante em relação às alterações na OCT entre os grupos. O Grupo 02 apresentou maior taxa de recidiva (17%) quando comparada com o Grupo 01 (3,6%), embora esta diferença não foi estatisticamente significante (p=0,09). Conclusão: Ambos os grupos apresentaram melhora funcional e anatômica semelhantes, mas o grupo no qual não se removeu a membrana limitante interna mostrou uma possível tendência à maior taxa de recidiva
Título em inglês
Surgical removal of epiretinal membrane with and without removal of internal limiting membrane: comparative study of visual acuity, metamorphopsia features of optical coherence tomography, and recurrence rate
Palavras-chave em inglês
Epiretinal membrane
Internal limiting membrane
Metamorphosia
Optic coherence tomography
Posterior vitrectomy
Resumo em inglês
Objective: To study and compare the visual acuity, metamorphosis, foveal thickness, the outer limiting layer and the ellipsoid zone, studied by Optic Coherence Tomography (OCT), and the recurrence rate of patients undergoing removal of epiretinal membrane with and without the removal of the internal limiting membrane. Methods: Seventy patients undergoing removal of epiretinal membrane, by a single surgeon and randomly assigned into two groups. Group 1, without additional removal of internal limiting membrane, 35 patients, and group 2 with the removal of the internal limiting membrane, 28 patients. Both groups were followed and evaluated in the first, third and sixth month. Results: Patients of both groups developed with a gradual improvement of vision over time. In group 1, the mean initial visual acuity was 0.60 logMAR (±0.3 standard deviation - SD), the average visual acuity of the first month was 0.49 logMAR (±0.26 SD), in the third month 0.39 logMAR (±0.30 DP), and in the sixth month logMAR 0.27 (±0.25 SD). In group 2, the mean initial visual acuity was 0.63 logMAR (±0.25 SD), average visual acuity of the first month was 0.44 (±0.26 DP) logMAR, in the third month 0.41 logMAR (±0.35 DP), and in the sixth month 0.43 logMAR (±0.44 DP). There was no statistical difference in improvement in visual acuity between the two groups, there was no statistically significant differences related to tomographic alterations between the groups, but the group 2 showed a higher relapse rate (17%) compared to the group 1 (3.6%). Although the difference is not statistically significant (p=0.09). Conclusion: Both groups showed similar functional and anatomical improvement, but the group which the internal limiting membrane was not removed showed a higher recurrence rate
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.