• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-12092018-090042
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Canavel Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Furukawa, Luzia Naoko Shinohara (Presidente)
Ribeiro, Miriam Oliveira
Seguro, Antonio Carlos
Shimizu, Maria Heloisa Massola
Título em português
Influência da sobrecarga de sódio em ratos submetidos à  isquemia e reperfusão renal: tratamento com N-acetilcisteína
Palavras-chave em português
Acetilcisteína
Albuminúria
Cloreto de sódio
Fibrose
Isquemia
Lesão renal aguda
Reperfusão
Resumo em português
A injúria renal aguda (IRA) é uma complicação renal que necessita de tratamento com urgência, gerando gastos de bilhões de dólares na saúde pública de diversos países. Dentre os tipos mais comuns de IRA é a IRA isquêmica causada por perfusão abaixo do normal ao tecido renal, gerando maior produção de espécies reativas de oxigênio (ROS), ativação do sistema renina angiotensina aldosterona (SRAA) local, necrose tubular aguda (NTA). O tratamento com o antioxidante N-acetilcisteína (NAC) tem resultados positivos em diversos modelos de lesão renal. Ao reestabelecer a função renal após a IRA, os pacientes devem seguir dietas restritas quanto a quantidade de proteínas e de sal, entretanto, sabe-se que o sal é um dos maiores causadores de doenças renais e é encontrado de forma exacerbada em diversos tipos de alimentos comumente consumidos no dia a dia. OBJETIVOS: Avaliar os efeitos da sobrecarga de sódio sobre a isquemia e reperfusão renal e verificar se o tratamento com NAC é capaz de mitigar os danos causados pela isquemia e reperfusão renal bilateral associada ao alto consumo de sódio. ANIMAIS: Ratos Wistar machos com seis semanas de vida foram divididos em dois tipos de dieta normossódica (NR) com 2,3% de NaCl e hipersódica (HR) com 8% e submetidos ou não (SHAM) à isquemia e reperfusão renal bilateral e tratados ou não com NAC (600 mg/L) VARIÁVEIS: Peso corpóreo, pressão arterial caudal, consumo hídrico e de ração, volume urinário, fração de excreção de sódio e potássio, sódio, potássio, creatinina e uréia sérica, clearance de creatinina, proteinúria e albuminúria, massas cardíaca e renal, diâmetro transverso glomerular e diâmetro transverso do cardiomiócito, fibrose intersticial renal e cardíaca, TAS,TBARS e ácido úrico, expressão gênica de renina, atividade da renina plasmática e renal, taxa de sobrevida. RESULTADOS E DISCUSSÃO: A dieta hipersódica associada à isquemia e reperfusão induziu ao aumento da albuminúria, das massas renal e cardíaca e ao desenvolvimento de fibrose intersticial cardíaca e renal, não houve diferença na atividade da renina plasmática e renal, e também no estado REDOX destes animais. NAC foi capaz de prevenir o desenvolvimento de albuminúria, o aumento das massas renal e cardíaca e formação de fibrose
Título em inglês
Influence of sodium overload in rats submitted to renal ischemia and reperfusion; N -acetylcysteine treatment
Palavras-chave em inglês
Acetylcysteine
Acute kidney injury
Albuminuria
Fibrosis
Ischemia
Reperfusion
Sodium chloride
Resumo em inglês
ABSTRACT: Acute kidney injury (AKI) is a renal complication that requires urgent treatment and the most common types is ischemic AKI caused by below normal perfusion to renal tissue, generating high production of reactive oxygen species (ROS), tissue renin angiotensin aldosterone system (RAAS) activation, and acute tubular necrosis (NTA). The antioxidant N-acetylcysteine (NAC) treatment have shown positive results in several renal injury models. After reestablishment of renal function, patients should be submitted to protein and salt restriction diet. Salt is known to be a major cause of kidney disease. OBJECTIVES: To evaluate the effects of sodium overload on renal ischemia and reperfusion and to verify if NAC treatment was able to mitigate the damage caused by bilateral renal ischemia and reperfusion associated with high sodium consumption in diet. ANIMALS: Six-week-old male Wistar rats were divided in normal sodium (NS - 1.3% NaCl) or high sodium (HS - 8.0% NaCl) diet group. Both diet group were submitted to bilateral renal reperfusion and ischemia or not (SHAM), treated or not with NAC (600mg/L). VARIABLES: Body weight, tail blood pressure, water and feed intake, urinary volume excretion, sodium and potassium excretion, sodium, potassium, serum creatinine and urea, creatinine clearance, proteinuria and albuminuria, cardiac and renal masses, transverse diameter glomerular and transverse diameter of the cardiomyocyte, renal and cardiac interstitial fibrosis, TAS, TBARS and serum uric acid, renin gene expression, plasma and renal renin activity, survival curve. RESULTS AND DISCUSSION: The high sodium diet associated to ischemia and reperfusion induced to albuminuria; increased renal and cardiac mass and to development of cardiac and renal interstitial fibrosis. However, plasma and renal renin activity and REDOX status were not changed. NAC was able to prevent the albuminuria, renal and cardiac hypertrophy, and fibrosis formation
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.